Dicas

Um plano de backup pode salvar você

Lisandro Carmona de Souza, 5 Janeiro 2018

Um plano de backup pode proteger os seus arquivos em caso de ataques por malwares e outros acidentes.

Ao longo do ano passado, nomes como Locky e CryptoLocker, WannaCry e NonPetya ficaram comuns devido ao grande número de notícias de ameaças cibernéticas. Mas se você ainda não sabe o que eles são, aqui está um resumo rápido.

Os ransomwares são um tipo de malware que bloqueia o seu acesso ao computador ou aos seus arquivos, criptografando-os. Para que você obtenha novamente o acesso, usando uma chave de descriptografia, você tem de pagar um resgate, em geral, em Bitcoin. Em muitos casos, as vítimas dos ransomwares só podem recuperar os seus arquivos através de um backup.

Desde 2013, os pesquisadores do Laboratório de Vírus da Avast acompanharam um enorme aumento no número de ransomwares. A partir de 2016, a Avast criou dezenas de ferramentas gratuitas para descriptografar os arquivos sequestrados por ransomwares.

O Windows é o alvo favorito dos ransomwares, mas os usuários do Mac, Linux e Android também se tornaram alvos. A maneira mais comum de um ransomware invadir um sistema era através de links infectados e anexos de email. Mas em 2017, os ransomwares mais perigosos não precisavam de nada disso: o usuário não precisava fazer nada, apenas estar em uma rede infectada ou usar um sistema operacional vulnerável e não atualizado.

Pense e crie um plano de backup

Existem diferentes estratégias para fazer backup, mas todas coincidem que, para se proteger dos ransomwares, você precisa evitar que o próprio backup dos seus arquivos seja criptografado. Uma opção que muitos usuários domésticos e pequenas empresas usam é o backup na nuvem, desde que ele seja imediatamente interrompido se o computador ou rede forem infectados, para não sobrescrever um arquivo limpo por sua versão infectada/criptografada.

Os especialistas concordam que manter uma cópia offline (desconectada) é a melhor estratégia. Use a regra de backup 3-2-1, lembrando-se de manter sempre uma cópia atual offline.

  • 3 cópias de qualquer coisa importante: duas não são suficientes se for realmente importante.
  • 2 formatos diferentes, por exemplo: Dropbox (ou Google Drive) + disco externo.
  • 1 backup em outro local: se um ladrão invadir sua casa, ou acontecer um incêndio, como você recuperará seus arquivos?

Helloquence