Segurança Cibernética

Veja como manter o seu Android seguro em tempo real

Michal Škvor, 29 Janeiro 2018

Proteja o seu smartphone compreendendo quais são as quatro ameaças mais comuns ao Android que a Loja Google Play não consegue proteger você em tempo real.

Você segura sua vida digital na palma da sua mão. Literalmente. Todo dia. Estamos falando de smartphones e tablets. Nós fazemos tudo em nossos Androids, desde compras e pagamento de contas e boletos, até enviar mensagens e emails, interagir em nossas redes sociais e, é claro, armazenar fotos. Quanto mais confiamos em nossos celulares, mais eles evoluem para que confiemos tudo a eles.

Tem gente que não está convencido de que precisa de proteção extra...

Antes de qualquer coisa, você precisa se manter informado. Longe dos mitos e das fake news. Descubra fontes de informação como o nosso blog, onde poderá encontrar as últimas notícias sobre as ameaças atuais e como enfrentá-las.

Queremos sempre não só uma melhor qualidade de vida, mas uma melhor qualidade de vida digital. Por isso, os usuários de Android precisam conhecer e evitar quatro ameaças básicas que a Loja oficial Google Play não consegue proteger você em tempo real.

Downloaders

Continuam a crescer os ataques aos dispositivos Android e os mais comuns nos últimos meses foram os downloaders (baixadores) ou droppers. Os cibercriminosos usam todos os tipos de táticas de engenharia social para enganar você e levá-lo(a) a instalar aplicativos mal-intencionados que, depois, soltem o malware dentro do seu aparelho. Uma vez no seu smartphone, o downloader tem acesso a informações sensíveis que estão armazenadas, como as da sua conta bancária.

Ameaças de aplicativos bancários

Também ao longo do ano passado, o Trojan bancário BankBot invadiu a Loja Google Play em várias ocasiões, contornando as verificações automatizadas do Google e afetando centenas ou milhares de usuários. É possível que mais softwares bancários para mobiles se tornem ativos em 2018, iniciando suas atividades criminosas algumas horas depois que você fornece direitos de administrador do dispositivo. Essa “espera” evita que as lojas de aplicativos percebam as atividades mal-intencionadas e bloqueiem esses aplicativos mal-intencionados. Você precisa de uma proteção em tempo real como a fornecida pelo Avast Mobile Security.

Ransomware para mobiles

Já vimos algo parecido ao WannaCry (que foi apelidado de WannaLocker) e que atacou os usuários Android na China. Os ataques de ransomwares em PCs aumentaram, e com os dispositivos mobiles que contêm nossos dados mais preciosos, os cibercriminosos não vão resistir.

O crescimento dos aplicativos falsos

Nós já vimos aplicativos falsos entrarem nas lojas oficiais de aplicativos usando nomes de desenvolvedores, nomes de aplicativos e logotipos que são quase idênticos aos dos aplicativos populares, como o Facebook Messenger e o WhatsApp, e é provável que outros estejam a caminho. Uma vez que os usuários desavisados baixam esses aplicativos falsos, os cibercriminosos ficam livres para coletar dados pessoais ao receber permissões, ou permitir que criptomoedas sejam mineradas e muito mais. 

Quanto mais a tecnologia evolui, mais sofisticadas se tornam as ameaças. Como sempre, olhe atentamente para o desenvolvedor de qualquer aplicativo que você quiser baixar, leia os comentários dos usuários e dê ao seu Android uma camada de proteção antivírus extra com o Avast Mobile Security.