Dicas

Segurança: trabalho de equipe

Lisandro Carmona de Souza, 10 Fevereiro 2017

A segurança deve fazer parte da cultura digital de uma família: ninguém está sozinho. Compartilhe seus conhecimentos e fortaleça a segurança da sua rede.

As pessoas que convivem ou trabalham com você são a sua melhor defesa contra o vazamento de dados e outros crimes digitais, mas você deve educá-las ou elas podem ser o seu ponto mais fraco.

A segurança deve fazer parte da cultura digital de uma família: ninguém está sozinho neste campo. Nas empresas, a atenção com a segurança deve ser enfatizada e todos os funcionários devem entender quais são os sistemas mais críticos da empresa e em que consistem as informações mais importantes.

  • Identifique os riscos na sua empresa
  • Crie e comunique controles a todos os seus colaboradores
  • Defina claras políticas por escrito para manejar documentos e aparelhos confidenciais

Como ajudar os demais a manter seguros a sua rede, os seus computadores e os seus dados:

Utilize senhas fortes

Uma das práticas de segurança mais simples é utilizar senhas fortes e complexas, alterando-as com frequência. Mesmo que seja fácil de lembrar, o nome do seu cachorro ou a sua data de nascimento não são fortes o suficiente.

As senhas e os nomes de usuários fracos são a principal causa do vazamento de dados. Estudos mostram que 76% dos ataques em redes corporativas se devem a senhas fracas. Até que os sites tenham um sistema melhor, é de responsabilidade das pessoas utilizar uma senha forte. As sugestões habituais para as senhas são:

  • Devem ter pelo menos 8 caracteres
  • Devem incluir tanto maiúsculas quanto minúsculas
  • Devem conter pelo menos um caractere especial
  • Devem conter pelo menos um número

Mesmo que seja isto seja chato, você pelo menos deve saber que os sites que exigem estas coisas estão pensando na segurança dos usuários. No entanto, isto não facilita que lembremos destas senhas. Uma das ferramentas mais úteis que temos é um gerenciador de senhas chamado Avast Senhas.

Evite sites e emails falsos (phishing)

Em 2016, um funcionário da Snapchat foi enganado por um falso email que parecia vir do CEO da empresa. O email pedia informações e dados pessoais.

Um ataque phishing muito comum é um email que parece ter vindo do seu banco ou de outra instituição financeira. Estes falsos emails são muito sofisticados e parecem muito ser algo verdadeiro, a não ser por pequenos detalhes: eles pedem os seus números de contas e outras informações pessoais que um banco nunca faz por email. Os criminosos sabem que as pessoas utilizam a mesma senha para tudo e, quando a descobrem, provavelmente poderão entrar em muitas das suas contas.

Esteja atento a falsos emails que parecem vir de uma empresa ou loja reais. Duvide de qualquer um que peça informações pessoais. Não abra anexos: eles frequentemente contêm malwares que roubam ainda mais os seus dados.

Navegue com segurança

Sites legítimos podem ser vítimas de redes de propaganda infectadas. Isto é conhecido pelo nome de malvertising. Os cibercriminosos se infiltram na rede que fornece propagandas para um site ou serviço e adicionaram códigos maliciosos naquelas propagandas.

Isto pode ser desastroso em uma rede corporativa, por isso, é muito importante ter uma proteção antivírus atualizada, e manter também em dia os seus navegadores e extensões.

Os mesmos ataques podem ser feitos à sua rede doméstica, por isso, tenha certeza de ter um antivírus instalado. Todos os produtos Avast antivírus vem com uma função chamada SoftwareUpdater que irá informar você quando um programa precisa ser atualizado.