Czechitas e Avast ajudam que mulheres tornem seu futuro em TI uma realidade

Grace Macej, 24 de Junho de 2021 18h0min0s CEST
Grace Macej, 24 de Junho de 2021 18h0min0s CEST

Como estamos inspirando, educando e fortalecendo a diversidade e a competitividade em TI

Czechitas* é uma organização que ajuda as mulheres a explorar o mundo da tecnologia da informação (TI). Seus alunos aprendem a codificar em várias linguagens de programação, testar seu software e analisar dados complexos. A Czechitas organiza workshops e cursos para vários níveis de especialização que se concentram em um determinado conhecimento ou tecnologia. Eles também hospedam acampamentos de TI de verão, requalificação e cursos noturnos.

Avast e Czechitas já trabalham juntos há cinco anos. Nossa cooperação se concentra em apoiar cursos de requalificação de TI para mulheres e ajudar em sua transição de carreira para a indústria de tecnologia. “Graças à Avast e outros parceiros, construímos uma comunidade significativa em torno do nosso projeto de academia digital, que retreina novos talentos para analista de dados, desenvolvedor web e testador”, disse Pavla Verflová, gerente regional da Czechitas em Praga.

A Czechitas educa cerca de 10.000 mulheres em TI por ano, o que beneficia a força de trabalho ao construir um grupo mais diversificado de candidatos. “A Avast apoia os novos projetos educacionais de TI da Czechitas.com na República Tcheca, como inspiradores encontros de tecnologia, palestras e feiras de empregos”, disse Verflová. “O apoio mais significativo da Avast vem do envolvimento dos seus funcionários: eles atuam como treinadores, professores e mentores na educação e na realização de projetos”.

Destacando o trabalho em equipe da Avast e da Czechitas

Elnaz Babayeva é pesquisadora sênior de aprendizado de máquina na Avast. Ela também é a líder de engajamento da comunidade formada pela Avast e pela Czechitas, uma função na qual ela ajuda as duas organizações a manter uma colaboração tranquila e produtiva. Além disso, Elnaz atua como mentora na Czechitas Data Academy*.

Elnaz se envolveu pela primeira vez com a Czechitas na liderança de mentores da Avast, traçando o caminho para o papel dos seus sonhos: fornecer feedback e sugestões sobre o papel de um(a) Líder de Envolvimento da Comunidade, ela descobriu que era, de fato, a escolha perfeita para a sua carreira. Elnaz atualmente supervisiona uma equipe de 14 voluntários que ministram cursos e seminários da Czechitas com foco em uma variedade de habilidades, incluindo análise de dados, ciência de dados, desenvolvimento de interface e gerenciamento de produtos. Cada uma das Avastians que lidera esses cursos dedica seu tempo livre a essas iniciativas e está sempre disponível para ajudar as mulheres que estão iniciando a sua jornada no mundo da TI.

Anteriormente, Elnaz fazia parte da wITches*, uma organização administrada com o apoio da Universidade Técnica Tcheca em Praga, onde os alunos organizam e conduzem workshops sobre tópicos relacionados à ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM). Por suas experiências anteriores como voluntária, ela sente que cresceu significativamente e descobriu paixões específicas (por exemplo, na educação STEM) ao longo do caminho. Então, quando ela viu a oportunidade de trabalhar com a Czechitas, ela se aproximou e a aproveitou.

E o que a faz continuar? Para começar, ela se inspira nos alunos: muitas das mulheres que participam dos cursos da Czechitas têm empregos em tempo integral e filhos, mas ainda encontram tempo para aprender algo novo. “Eles me incentivam a melhorar a cada dia. Como mentora da Czechitas, sinto que faço parte de algo maior, parte de um ambiente diversificado, inclusivo e de confiança no qual todos se ajudam e se sentem seguros”, diz Babayeva.

Pensando em sua primeira orientação, Elnaz diz que não é irreal que ela tenha feito mais perguntas às suas alunas do que o contrário. Isso mostra que, em sua essência, a relação entre mentoras e alunas é verdadeiramente colaborativa por natureza. Não muito tempo atrás, uma das alunas de Elnaz lhe pediu que escrevesse uma carta de referência. Para Elnaz, são momentos como esse que fazem tudo valer a pena.

Como se tornar uma mentora (e por quê)

De acordo com Babayeva, “trata-se principalmente da disposição de ajudar. Apenas tente se colocar lá fora e se envolver! Entre em contato com uma comunidade local, sugira suas habilidades e comece a partir daí”. A orientação pode criar ou destruir muitas situações para aqueles que estão apenas começando em uma nova função ou setor. “Quando aprendemos novas habilidades, muitas vezes não acreditamos em nós mesmos e podemos nos sentir inseguros ou à beira de desistir. É por isso que é importante ter um mentor: alguém que acredite em você e possa lhe dar conselhos”.

As empresas também podem fazer sua parte para envolver seus funcionários no voluntariado. “Na minha opinião, para envolver as empresas, os funcionários precisam ser exemplos. Eles podem explicar porque o voluntariado é importante para eles e os benefícios que o voluntariado traz para a comunidade”. Afinal, ao oferecer treinamentos, palestras e workshops educacionais gratuitos, as empresas não apenas se promovem, mas também podem construir ambientes diversos que atraem candidatos de diferentes partes do mundo.

A história de sucesso de uma graduada da Czechitas na Avast

Vendula Frýzlová é desenvolvedora de interface da Avast. Antes de se tornar uma Avastian, ela trabalhava como balconista de loja e assistente de impostos, período em que também estava aprendendo a programar em seu tempo livre.

Vendula encontrou a Czechitas pela primeira vez ao buscar suporte no aprendizado de desenvolvimento web. Ela procurou um seminário que lhe fornecesse alguma orientação e estrutura e topou com a Academia Digital da Czechitas. Embora inicialmente tivesse um curso mais curto e menos intensivo em mente, o curso de três meses se destacou por valer o tempo investido. Depois desses meses, Vendula terminou com sucesso o curso e estava pronta para começar a trabalhar como desenvolvedora de interface júnior. Não demorou muito para ela conseguisse um emprego na Avast.


Image from iOS-1Vendula Frýzlová, Desenvolvedora Júnior de Frontend da Avast

Atualmente, Vendula está trabalhando na estrutura do Bootstrap para dar suporte a várias iniciativas de toda a Avast. Embora a curva de aprendizado tenha sido bastante íngreme no início do trabalho, Vendula já pode ver as maneiras pelas quais ela cresceu como desenvolvedora desde que começou em sua atual função.

Além de fornecer-lhe as habilidades práticas de desenvolvimento de que ela precisava para fazer a transição para TI, a Czechitas forneceu a Vendula o suporte de que ela precisava, e qualquer sentimento de intimidação que antes ela tinha havia desaparecido ao concluir o curso. “Graças à Czechitas, pude encontrar algumas empresas que me mostraram como é um dia normal de trabalho para uma desenvolvedora júnior. A maior lição de Czechitas foi a confiança de que também posso fazer esse trabalho”.


Se você quiser saber mais sobre a Czechitas, veja os seguintes recursos em seu site: se você já trabalha com TI e gostaria de ajudar a educar outras pessoas, aprenda como se envolver em várias oportunidades de educação*. Ajude dar apoio a novos talentos em TI: ao se tornar uma treinadora e modelo* para as alunas da Czechitas, você pode ajudar a descobrir novos talentos entre as mulheres e apresentá-las ao mundo da TI.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.