Segurança Cibernética

5 maneiras simples de proteger sua câmera de segurança contra cibercriminosos

Avast Security News Team, 6 Junho 2019

Os dispositivos domésticos conectados apresentam riscos significativos à segurança, como ocorreu com uma família quando sua câmera Nest foi invadida.

Hoje em dia, é comum que uma residência tenha equipamentos de segurança, equipamentos de monitoramento residencial e outros dispositivos de IoT ativados para internet, como câmeras IP e monitores sem fio. Mas os benefícios de proteger uma residência através de novas tecnologias também podem trazer riscos, como uma mãe em Long Island aprendeu.

De acordo com a WPIX, a câmera Nest adquirida para a residência foi invadida por um estranho que tentou conversar com a criança de cinco anos. Nesse caso, as boas intenções de usar a câmera como “babá” se tornaram um empreendimento assustador.

O menino estava acostumado a conversar diariamente com o pai –depois que ele voltava para casa da escola – através da câmera, um sistema de monitoramento doméstico que os usuários podem se conectar através de seus telefones celulares. Mas, nessa ocasião específica, um completo estranho estava do outro lado.

Segundo a mãe, seu filho saiu correndo do quarto onde brincava dizendo: “Não é o papai falando comigo. Não é o papai". Quando ela entrou no quarto dele, a voz sinistra se dirigiu diretamente a ela.

Infelizmente, esse tipo de situação está se tornando mais comum. Já vimos muitas situações semelhantes em que os dispositivos de IoT, para uso doméstico ou não, foram invadidos por cibercriminosos que esperam obter informações que eles possam usar para fins nefastos. Ao mesmo tempo, o número de dispositivos de IoT chegando ao mercado continua a aumentar, com o número global previsto para atingir 10 bilhões até 2020 e 22 bilhões até 2025.

"Estamos vendo um número crescente de vulnerabilidades com os dispositivos domésticos conectados, que são fáceis de serem explorados pelos cibercriminosos", diz Luis Corrons, promotor de segurança da Avast. "Conforme demonstrado em ataques a produtos Jeep, Vtech, Nest e Mattel, cibercriminosos habilidosos podem invadir os produtos conectados à internet em questão de minutos. Como esses dispositivos da IoT serão um alvo fácil no futuro próximo, os consumidores precisam entender e implementar medidas para se proteger de agentes maliciosos".

A boa notícia é que os proprietários podem tomar medidas simples para impedir a invasão e usar seus dispositivos de segurança domésticos conectados e todos os outros dispositivos da IoT com confiança. Aqui estão cinco recomendações:

1. Faça um inventário de todos os dispositivos que você conectou à internet

Além de câmeras e monitores, é provável que você também tenha laptops, smartphones, smart TVs, consoles de jogos e outros aparelhos conectados à internet. Todos esses dispositivos podem contribuir para que os cibercriminosos acessem suas informações e outros dispositivos em sua residência. Manter uma auditoria desses dispositivos ajudará a gerenciar a proteção, para que você possa manter todos eles seguros.

2. Preste atenção a ruídos estranhos vindos da sua câmera ou dos seus monitores

Nem sempre é fácil saber se os seus dispositivos IP foram invadidos por cibercriminosos. Mas isso pode ser feito. Uma das maneiras de detectar uma violação é prestando atenção a ruídos estranhos saindo da sua câmera ou do seu monitor. Se você ouvir a voz ou as conversas de alguém, analise as configurações de privacidade da sua webcam. Entre nas configurações do administrador, altere a senha padrão por uma exclusiva para você.

3. Verifique os picos de dados na sua rede

Ao rastrear o fluxo de dados para a sua rede doméstica e na sua câmera de segurança e no seu monitor, você pode detectar com frequência se alguém se infiltrou ou não no seu sistema doméstico. Preste atenção especialmente a picos repentinos no tráfego de rede, que pode significar um login suspeito em um ou mais dos seus dispositivos de IoT.

4. Proteja os dispositivos conectados com senhas fortes

A escolha de não proteger por senha seus dispositivos conectados equivale a deixar sua casa ou o seu carro destrancados. Atualmente, os dispositivos inteligentes são fornecidos com nome de usuário e senhas padrão, que são fáceis para os cibercriminosos descobrirem e comprometerem, por isso, é importante tornar sua senha inviolável. Use um gerenciador de senhas que se lembre das senhas para você. Ele consegue se lembrar das senhas de todas as suas outras contas e gerar senhas fortes difíceis de decifrar. Experimente gratuitamente o Avast Passwords ou adquira o conjunto de ferramentas excelentes de segurança quando baixar o Avast Free Antivírus.

5. Instale um sistema de proteção doméstico inteligente que também proteja seus dispositivos de segurança

É sempre inteligente instalar uma solução de proteção doméstica projetada para proteger sua rede e todos os seus dispositivos, incluindo câmeras de segurança e monitores. Melhor ainda, adquira uma solução inteligente que use inteligência artificial para aprender a detectar comportamentos incomuns na sua rede e dispositivos e notificá-lo imediatamente de atividades maliciosas. O Avast Omni (ainda não disponível no Brasil e Portugal) mantém sua residência e sua família protegidas, protegendo seus dispositivos conectados contra malwares e sequestro de dispositivos.

Ao embarcar na sua jornada para proteger sua segurança doméstica e outros dispositivos conectados, lembre-se de que, embora os dispositivos possam não conter informações confidenciais, eles podem deixar a porta aberta para sua rede e para todos os seus outros dispositivos conectados. Embora a IoT tenha sido concebida para simplificar nossa vida, a segurança é algo que precisamos sempre levar a sério.