Dicas

Como reforçar a segurança de casas inteligentes

Grace Macej, 9 Abril 2021

Novos dispositivos para casas inteligentes surgem continuamente. Especialistas em segurança da Avast encorajam os amantes da tecnologia a aumentarem o nível de segurança de seus lares

A tecnologia para casas inteligentes está transformando nossos lares. O número de dispositivos inteligentes disponíveis hoje em dia facilita a vida das pessoas de diversas maneiras. Ao mesmo tempo, esses aparelhos representam novas oportunidades para os cibercriminosos.  

Meses depois que novos dispositivos para casas inteligentes foram anunciados na Consumer Eletronics Show (CSE), realizada no começo do ano nos EUA, especialistas da Avast encorajam os amantes da tecnologia do mundo todo a melhorarem a segurança de suas casas ao comprarem esses novos lançamentos tecnológicos. 

 

Dispositivos para casas inteligentes podem entreter e economizar tempo para que as pessoas possam aproveitar as coisas que mais interessam, mas eles também podem chamar a atenção dos cibercriminosos, que encontram neles um alvo fácil. Agressores cibernéticos podem explorar os pontos fracos desses dispositivos para invadir uma rede doméstica e roubar dados sigilosos, ou ainda pior, tomar o controle de dispositivos e monitorar todos os passos dos moradores”, alerta Luis Corrons, especialista em Segurança Global da Avast. 

A Covid-19 gerou uma explosão na venda de dispositivos conectados, já que as pessoas procuram tornar a vida em suas casas mais agradável. Uma pesquisa feita pela Avast mostra que a proporção de residências com cinco ou mais dispositivos inteligentes foi de 52% em dezembro de 2019 para 55% em setembro de 2020. 

Para quem deseja atualizar ou começar a investir em tecnologia para casas inteligentes este ano, considere a compra de dispositivos de fabricantes bem estabelecidos no mercado. É provável que seus produtos tenham mais funcionalidades de segurança e ofereçam atualizações de firmware mais frequentes para corrigir erros e vulnerabilidades.

Ao configurar um dispositivo, a primeira coisa a fazer é mudar a senha original para algo mais complicado, além de considerar a instalação de um produto de segurança digital, como o Avast Free Antivirus, que permite o escaneamento de uma rede local em busca de dispositivos IoT sem proteção. 

Aqui vão algumas dicas simples para ajudar a reforçar a segurança dos dispositivos inteligentes da sua casa. 

  1. Pense bem ao escolher os dispositivos da sua casa inteligente. Ao escolher um novo dispositivo, dê preferência a produtos de marcas com boa reputação no mercado. Provavelmente esses produtos oferecem mais segurança. Também verifique se eles disponibilizam atualizações de segurança para que firmwares sejam corrigidos quando necessário. Antes de conectar um novo dispositivo à sua rede, procure entender todos os seus aspectos: como ele coleta e usa seus dados; quais as suas funcionalidades; o que é preciso desativar para aumentar sua segurança. 
     
  2. Altere a senha padrão. Estabeleça essa regra para todos os dispositivos vendidos com senha padrão, e não apenas para roteadores Wi-Fi. Sempre troque a senha padrão para um código mais complexo, com uma combinação de letras maiúsculas e minúsculas, números e, se possível, caracteres especiais. Não atualizar as credenciais de acesso padrão facilita muito a ação dos cibercriminosos. A maioria deles pode descobrir senhas padrão, possibilitando a invasão de uma rede e até mesmo a conexão de um dispositivo doméstico a uma rede zumbi, que é o agrupamento de dispositivos conectados à internet comandados por cibercriminosos.  
     
  3. Defina uma autenticação em duas etapas. Sempre que possível, fortaleça a segurança dos dispositivos com o uso de uma verificação em duas etapas. Esse é um processo em que duas formas de autenticação são necessárias para acessar uma conta ou dispositivo. Isso serve como prevenção a ataques caso sua senha seja descoberta. 
     
  4. Mantenha tudo sempre atualizado. Nunca é demais reforçar a importância de atualizar o firmware dos seus dispositivos IoT com as últimas versões e correções disponíveis. Um dos principais motivos dessas atualizações são falhas de segurança encontradas e exploradas em versões anteriores. É preciso parar de usar a versão comprometida o mais rápido possível. Além disso, ao comprar um novo dispositivo IoT, confira seu processo de atualização. Veja se ele é fácil e direto, ou se a empresa envia notificações sempre que uma nova atualização estiver disponível. 
     
  5. Se possível, divida a rede da sua casa. Uma rede doméstica dividida em duas partes pode ser algo benéfico. Como partes das recomendações para uma segurança digital robusta, o FBI, a Polícia Federal dos EUA, sugere manter dispositivos com dados sigilosos, como notebooks e smartphones, em uma rede separada daquela que conecta dispositivos domésticos. Com essa configuração, um cibercriminoso não poderá acessar diretamente um notebook, mesmo depois de invadir o dispositivo de uma casa inteligente. Essa rede também poderia operar como uma rede secundária para visitantes, protegendo dispositivos sigilosos caso uma prática inadequada de navegação cause problemas de segurança.   
     
  6. Tenha um sistema de segurança cibernética. Hoje em dia, sua segurança depende mais do que você faz por ela. Então é uma boa ideia chamar reforços para não ter dor de cabeça. Instale um produto de segurança digital que acessa seus dispositivos IoT conectados à sua rede, reportando qualquer coisa fora do normal. O Verificador de Wi-Fi, que é parte do Avast Free Antivirus e do Premium Security, funciona localmente nos computadores pessoais dos usuários. Ele escaneia sub-redes locais em busca de dispositivos que aceitam credenciais fracas ou contam com vulnerabilidades que podem ser exploradas remotamente. Além disso, também envia alertas aos usuários sobre os problemas de segurança encontrados. 
     
  7. Antes de descartar dispositivos de segurança antigos para casa inteligente, apague seus dados pessoais. Se você estiver se livrando desse tipo de produto, não se esqueça de apagar todos os seus dados pessoais do dispositivo. Se não for mais precisar, exclua sua conta e reconfigure o aparelho para suas definições originais. Certifique-se também de remover o dispositivo das suas contas, redes ou aplicativos conectados a ele.

A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.