Segurança Cibernética

Aplicativos de clima estão vazando seus dados na internet | Avast

Lisandro Carmona de Souza, 11 Janeiro 2019

Apatia geral: seus dados estão vazando na internet, os culpados são os seus aplicativos, mas ninguém faz nada.

Vários dos aplicativos de clima mais baixados estão vendendo seus dados pessoais de localização, incluindo o Accuweather e o WeatherBug, mas suspeita-se que todos os outros da categoria façam o mesmo. E não só quando eles estão sendo utilizados!

Em 2017, o Accuweather foi pego vendendo dados dos usuários mesmo com o GPS desligado. No ano passado, o The New York Times descobriu que o WeatherBug e o The Weather Channel enviavam dados de localização a terceiros. Foram abertos processos judiciais contra os desenvolvedores, mostrando que os dados foram usados para publicidade segmentada e análise do comportamento do consumidor.

Agora o Wall Street Journal informou que o popular Weather Forecast—World Weather Accurate Radar recolhe dados de localização, email, telefone e IMEI. Os dados estão sendo enviados para servidores na China e estão sendo utilizados para inscrever as vítimas em outros serviços pagos, inclusive de pornografia e realidade virtual. De acordo com um levantamento da BBC, o Brasil foi o país mais afetado com o uso indevido dessas informações.

Especialistas sugerem que você não use nenhum aplicativo de previsão do tempo, mas faça uma busca no navegador usando uma VPN ou confie apenas em aplicativos pagos e com uma política de privacidade transparente.

Vazaram dados pessoais da chanceler Angela Merkel

Foto: Angela Merkel @wikipediaEm uma conta anônima do Twitter apareceram emails, mensagens privadas, endereços físicos, fotocópias de documentos de identidade, contas bancárias, números de cartões de crédito, telefones fixos e celulares de jornalistas, celebridades e políticos, incluindo alguns da chanceler Angela Merkel. A maioria dos documentos está em alemão e não há certeza de que tudo seja autêntico. O volume de dados ultrapassa 11 Gb.

Algumas fontes cogitam que as senhas do Facebook e Twitter foram reutilizadas em outras online, contrariando as recomendações básicas de segurança para que nunca se utilize a mesma senha em mais de uma conta.

Segundo o Der Spiegel, o jovem preso pela polícia já confessou o crime e que ele não estava ciente da escala das suas ações. Jan Schuerlein disse ser testemunha da investigação. Até o momento não há indicações de que o governo russo esteja envolvido, como aconteceu na invasão do Bundestag (Câmera dos Deputados alemã) em 2015, negada pelas autoridades russas.

Hotel Marriott: mais de 5 milhões de passaportes roubados

michal-mrozek-1238511-unsplashVazamento silencioso de dados da rede de Hotéis Marriott começou em 2014

A investigação sobre a invasão dos servidores da maior rede de hotéis do mundo e o contínuo vazamento de dados que estava ocorrendo desde 2014 mostrou agora que apenas 383 milhões de hóspedes foram afetados, tendo seus nomes, endereços físicos e emails, telefones e cartões de crédito vazados na internet. Originalmente esperava-se 500 milhões de vítimas. Também foi revelado que 5,25 milhões de números de passaporte foram roubados. Segundo a empresa, os arquivos com as imagens escaneadas dos passaportes estava criptografado.

Algumas fontes afirmam que o governo da China está envolvido no ataque. Se você acha que pode ter sido alvo dos vazamentos, conheça o guia de sobrevivência de vazamento de dados pessoais na internet.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

unsplash-logoJon Ly unsplash-logoMichal Mrozek