Dicas

Verdades e mitos sobre as senhas na internet: como colocar a tecnologia ao seu serviço

Lisandro Carmona de Souza, 26 Janeiro 2018

Ninguém mais aguenta ter de decorar senhas e imagina que um dia, no futuro, esse problema não vai mais existir. Esse dia chegou.

O recente vazamento de 100 milhões de senhas através do Buscapé, um dos maiores sites de comparação de preços online, faz a gente se perguntar se vai chegar um dia em que teremos paz e segurança com as nossas senhas e se a tecnologia não deveria evoluir para solucionar tudo isso.

Verdade: lembrar-se de senhas diferentes é chato, difícil e, para algumas pessoas, impossível

Conversando com um amigo, ele me dizia: “eu fiquei horas no banco até que eles conseguissem fazer com que a minha senha do cartão de crédito ficasse a mesma de antes”. Ninguém quer guardar senhas diferentes: dá trabalho, temos medo de esquecer ou de nos confundir, ainda mais numa época em que ninguém mais sabe o número de telefone das pessoas e que nem todo mundo sabe o seu próprio CPF de cor...

Precisamos que a tecnologia nos ajude a lembrar de todas as nossas senhas!

Mito: estou seguro porque a minha senha é longa, muito difícil de adivinhar ou de descobrir

Cada um tem uma teoria para suas próprias senhas. Gente que garante que a sua não é possível adivinhar. Esquecem que, hoje em dia, ninguém quer roubar a sua senha. Os crackers querem roubar a senha de todo mundo, isto é, não querem perder tempo tentando adivinhar as senhas uma por uma. Eles invadem os servidores de um serviço online ou loja como aconteceu recentemente com o LinkedIn e o vazamento de 159 milhões de usuários, a Netshoes – que teve dados de 1 milhão de usuários roubados – e com o Buscapé – que teve 100 milhões de senhas de usuários roubadas –, sem falar da Yahoo que deixou na mão 3 bilhões (ou mais) de pessoas.

Precisamos que a tecnologia nos ajude a trocar as nossas senhas quando acontece um vazamento!

Mito: se a minha senha for complicada, posso usar a mesma em todos os sites

Na história das chaves, vemos a evolução passar pela chave tetra e chegar à chave de combinação utilizada em automóveis, que possuem um código numérico gravado eletronicamente no corpo de apoio. Uma senha complicada é uma chave de combinação. É muito mais segura que uma senha normal. Mas, o que acontece se você usar a mesma chave em todas as portas? A mesma senha em todos os sites? Qualquer um que tiver acesso ao seu portão, abrirá o seu cofre, o cadeado da sua bicicleta e o seu carro...

Precisamos que a tecnologia nos ajude a usar senhas complicadas em todos os sites e serviços online.

Como colocar a tecnologia ao meu serviço?

Recomendamos sempre que você utilize a autenticação por 2-fatores sempre que estiver disponível. Essa medida de segurança ainda não é popular: menos de 10% dos usuários do Gmail contam com ela. Será que não existe um sistema de autenticação que bastasse tocar na tela do meu próprio celular?

Além disso, você pode estar se perguntando: existe um gerenciador de senhas gratuito que criptografe todas as minhas senhas, não as armazene em nenhum servidor que possa ser invadido, preencha automaticamente os sites e, melhor ainda, que troque minhas senhas quando houver um vazamento de senhas na internet?

Sim, existe. Descubra a nova tecnologia One Touch Login do Avast Passwords: clicou, logou.

unsplash-logoF