Dicas

Utilidade Pública: O SUS lança aplicativo oficial sobre o coronavírus | Avast

Lisandro Carmona de Souza, 2 Março 2020

Lançado aplicativo oficial para dar informações e dicas sobre o coronavírus e evitar as notícias falsas que geram pânico e atrapalham no combate à epidemia

Após a segunda vítima confirmada no Brasil, o Ministério da Saúde lançou um aplicativo oficial gratuito para conscientizar a população sobre o coronavírus (COVID-19) e evitar a desinformação (fake news).

Aplicativo Coronavírus - Transmissão - Ministério da Saúde do Brasil

Quais os sintomas?

Os principais sintomas são respiratórios, semelhantes a um resfriado, como coriza, tosse e febre leve. A doença pode se complicar com a elevação ou reaparecimento da febre, intensificação dos sinais respiratórios, taquicardia (aumento dos batimentos cardíacos), dor pleurítica (dor no peito), fadiga (cansaço) e dispneia (falta de ar), infecção do trato respiratório inferior (pneumonias).

Aplicativo Coronavírus - Prevenção - Ministério da Saúde do Brasil

Como se prevenir e evitar o contágio

  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabonete por pelo menos 20 segundos. Não havendo água e sabonete, usar álcool gel como desinfetante
     
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca, mesmo com as mãos limpas
     
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes ou que mostrem os sintomas da doença
     
  • Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar (melhor usando um lenço de papel descartável)
     
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies que são tocados com frequência, por exemplo, mesas e corrimãos
     
  • Profissionais de saúde devem se prevenir do contato e das gotículas respiratórias (máscara cirúrgica, luvas, avental não-estéril e óculos de proteção)

O que fazer em caso de suspeita e infecção?

Os pacientes devem conferir se os sintomas são compatíveis com o coronavírus e, em caso afirmativo, deverão se dirigir à unidade de saúde mais próxima que aparece no mapa dentro do aplicativo. Você também pode receber notícias dos canais oficiais sobre a epidemia e como se proteger. 

Aplicativo Coronavírus - Fake News - Ministério da Saúde do Brasil

Alguns dados sobre o coronavírus

  • A disseminação do Coronavírus é feita de pessoa para pessoa por gotículas de saliva, espirros, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a própria boca, nariz ou olhos
     
  • O diagnóstico do coronavírus é feito em uma unidade de saúde com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro) e não por coleta de sangue. Para confirmar a doença são realizados exames laboratoriais para identificar se RNA viral corresponde mesmo ao coronavírus
     
  • O período médio de incubação por coronavírus é de 5,2 dias, mas os primeiros sintomas podem aparecer após 12,2 dias da infecção. Para mais informações, baixe o Boletim Epidemiológico 03 de 2020-02-21 (pdf) do Ministério da Saúde

Outras dicas de segurança pessoal e digital

  • No final de janeiro, começaram a circular golpes de phishing (roubo de dados pessoais e senhas) utilizando o tema do coronavírus. Cibercriminosos aproveitam o grande interesse da população em receber notícias para aplicar golpes: veja como se proteger
     
  • Confira no site do Ministério da Saúde as principais notícias falsas (fake news) que já circulam sobre o coronavírus
     
  • Se você for viajar, procure informações seguras e atualizadas da OMS*

Aplicativo Coronavírus - Viajantes - Ministério da Saúde do Brasil

Você pode baixar gratuitamente o aplicativo do Ministério da Saúde nas lojas oficiais para Android (Google Play) e iOS (App Store).


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.

Free To Use Sounds