Segurança Cibernética

Presentes de Páscoa para a segurança e privacidade do seu smartphone | Avast

Lisandro Carmona de Souza, 18 Abril 2019

Boas notícias marcaram a semana: Google desenvolve novas funções de segurança e privacidade que devem chegar (no futuro) aos nossos smartphones.

 Seu smartphone vai servir como chave de segurança

Ficou mais fácil usar a autenticação de 2 fatores nas contas do Google: basta tocar na tela do seu smartphone. Especialistas sempre recomendam ativar essa camada de segurança para evitar a invasão das suas contas online, pois além do seu nome de usuário (ou e-mail) e senha, você precisa provar quem é através de um segundo fator que, agora, pode ser o seu próprio celular (com Android 7.0 ou superior).

O sistema só funciona - por enquanto - para as contas ou serviços do Google, mas se mais serviços online aderirem, vai dificultar (e muito) a vida dos cibercriminosos dos golpes de phishing e ataques man-in-the-middle (MITM) e reduzir a dor de cabeça dos vazamentos de dados pessoais. Se eles não tiverem o seu smartphone, não poderão invadir sua conta.

Se você tem medo de perder o seu smartphone (ou que ele seja roubado) e que, então, ficará trancado(a) fora da sua conta, você ainda pode usar um outro aparelho ou mesmo um aplicativo que sincronize os tokens entre eles como, por exemplo, o Authy).

Se você quer saber quais serviços permitem o uso da autenticação de 2 fatores, visite twofactorauth.org, e saiba que, de todas as opções, o SMS é o menos seguro contra ataques digitais.

Using_the_built-in_security_key_in_a_Pixel_3_to_log_into_your_Google_AccouAnimação: Google

Para ativar a autenticação de dois fatores baseada nos seu celular, siga as instruções nas configurações de segurança da sua conta do Google.

Foto: Android PoliceA nova versão do Android vai restringir o acesso dos aplicativos aos seus arquivos

O Google vem trabalhando duro no lançamento da próxima versão do Android e vai limitar o acesso dos aplicativos apenas à sua própria pasta, evitando que eles espionem outras áreas do seu smartphone.

Os aplicativos vão ter de funcionar de forma mais privada e restrita, precisando pedir permissão explícita ao usuário(a) para acessar outros arquivos.

Lembrando que o Android Q também deve incluir outras funções de privacidade como, por exemplo, o bloqueio (opcional) do acesso à localização (GPS), câmera e microfone por aplicativos em segundo plano.

Google quer atualizar o seu Android pela própria Play Store

O Google começou a testar o envio de atualizações de segurança através da própria Play Store. Atualmente, nos smartphones Pixel, você precisava baixá-las a partir das Configurações. Mas não se alegre tanto, os fabricantes ainda precisam trazer essa função para dentro dos seus próprios aparelhos e isso, infelizmente, só é exigido que seja feito a cada três meses.

7yjRe8YGoogle pretende distribuir atualizações de segurança dentro da Play Store. Foto: rohanbathla007


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

unsplash-logoKyaw Tun