Segurança Cibernética

Aqui está tudo o que você precisa saber sobre a revolução 5G

Filip Chytrý, 17 Setembro 2020

Tudo o que você precisa saber sobre a revolução 5G, do desempenho à segurança

Embora 2020 tenha sido um ano repleto de eventos inesperados, uma evolução altamente antecipada na próxima geração de conectividade de rede cumpriu as previsões: a conectividade 5G. Além disso, o 5G está chegando em tempo hábil*, pois vemos as mudanças no trabalho remoto e no distanciamento social se tornando o novo padrão em todo o mundo.

Na última década, o 5G foi profetizado pelas operadoras de celular como o futuro do nosso mundo digital. As operadoras de telefonia móvel dos Estados Unidos anunciaram publicamente seus planos de cobertura nacional 5G para assinantes até o final de 2020. No Brasil, várias operadoras já começaram seus testes.

O que podemos esperar de uma implementação da cobertura 5G?

Nos próximos meses e anos, podemos esperar mudanças para todos os que participam do ímpeto da revolução 5G: as operadoras de celular continuarão a expandir sua infraestrutura de rede 5G, adicionando torres de celular adicionais que suportam faixas de frequência de banda ultralarga. Os fabricantes de telefones celulares e dispositivos IoT apresentarão um número crescente de dispositivos habilitados para 5G. Os inovadores testarão suas capacidades criativas e apresentarão novos serviços e experiências possibilitados pela conectividade 5G. Além disso, os usuários aumentarão sua consciência e adoção de dispositivos, serviços e experiências de última geração.

Então, o que isso significa para todos nós? À medida que a próxima geração de infraestrutura de rede, dispositivos e serviços e a adoção do usuário aumentam, a conectividade 5G trará três benefícios principais de desempenho:

  1. Taxa de transferência de dados significativamente maior: até 20 gigabits por segundo, permitindo que os usuários baixem mais rapidamente volumes maiores de conteúdo.
  2. Latência* ultra-baixa: com as esperas reduzidas a menos de 1 milissegundo, será possível a transferência de dados entre dispositivos e redes sem travamentos (milissegundos são imperceptíveis para os seres humanos).
  3. Maior capacidade de rede: criando a confiabilidade de rede necessária para experiências e serviços de próxima geração que requerem maior capacidade de tráfego de dados.

No entanto, também é fato que, com os novos avanços tecnológicos também surgem novos avanços em tecnologias maliciosas, como os malwares. Cada um dos itens a seguir são maneiras pelas quais o 5G também pode aumentar nossos riscos de segurança:

  • Aumentar o número de dispositivos conectados expande a superfície de ataque para crimes cibernéticos.
  • À medida que a tradução de endereços de rede (NAT) se torna obsoleta com a adoção do IPv6 (endereços de 128 bits) para atender à crescente demanda de endereços IP em pequenos dispositivos inteligentes, os invasores têm maior probabilidade de descobrir dispositivos individuais para invadir.
  • Adicionar novos serviços e experiências para os usuários traz novos vetores de ataque para os malwares.
  • Responsabilidades e obrigações de segurança indefinidas criam brechas para falhas de segurança em todas as novas tecnologias que estão sendo criadas e projetadas.

Não podemos simplesmente projetar novas soluções de segurança e privacidade para combater novos riscos de segurança?

É certo que a segurança e a privacidade não evoluíram tão eficientemente quanto a conectividade sem fio. Aqui estão algumas falhas que historicamente acompanhamos durante a evolução da tecnologia de segurança:

A segurança é limitada pelas ameaças que conhecemos ou podemos imaginar para um futuro próximo (ataques dia-zero são inevitáveis).

Quando uma vulnerabilidade é descoberta, a prioridade e a urgência da segurança e da privacidade são colocadas no topo, mas uma vez que o problema é corrigido, a segurança e a privacidade são deixadas de lado mais uma vez.

Projetos de segurança são posteriores a outras considerações, como facilidade de uso e migração ou um lançamento mais rápido de produtos para o mercado.

Apenas pelos exemplos de falhas de segurança explicados acima, vemos a confirmação de que a estrutura problemática para acompanhar a inovação 5G (com as vulnerabilidades de segurança evoluindo em paralelo) está crescendo exponencialmente. Precisamos primeiro resolver essas falhas e repensar nossa abordagem de segurança e privacidade em um mundo 5G. As operadoras de celular que fornecem serviço 5G aos usuários também são responsáveis ​​e obrigadas a protegê-los. O uso de inteligência artificial de segurança e privacidade deve ser rigoroso na proteção contra as atuais ameaças e no gerenciamento das que surgirão amanhã. Por fim, todos os envolvidos precisam ter uma abordagem de segurança desde a fase de projeto, em todas as novas tecnologias 5G.

Se existe uma percepção que emerge da nossa rápida leitura do novo cenário 5G, é que, mais do que nunca, a segurança e a privacidade não podem ser negligenciadas. A tecnologia Avast Smart Life* pode detectar um comportamento incomum em nossa rede e encerrar ataques maliciosos antes que eles possam causar danos à nossa família, trazendo segurança cibernética para todos os dispositivos conectados. Além de manter os usuários e seus dispositivos seguros, a Smart Life também possui recursos de controle parental, permitindo que os pais monitorem o uso da internet de seus filhos e evitem outros tipos de ameaças online.

Se você é um desenvolvedor ou fabricante, descubra mais sobre como pode ter uma abordagem de segurança by design em seus produtos e soluções através de uma parceria com a Avast*.


 

A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.