Notícias corporativas

O projeto 'No More Ransom' faz aniversário e quem ganha um presente é você!

Jakub Křoustek, 25 Julho 2017

A Avast é uma parceira do Projeto 'No More Ransom' e fornece ferramentas gratuitas para você recuperar seus arquivos criptografados sem ter de pagar o resgate.

Em abril, a Avast se associou ao Projeto No More Ransom, e hoje ele está comemorando o seu primeiro ano de vida. A iniciativa foi lançada pela polícia holandesa, a Europol, a McAfee e a Kaspersky Lab e hoje já tem mais de 100 parceiros.

Os ataques em massa como o WannaCry e o Petna mostram que os ransomwares não vão desaparecer de cena em breve. Durante o surto do WannaCry, 150 mil pessoas visitaram o site do No More Ransom. Na Avast, detectamos 1.750.000 ataques do WannaCry em 159 países, 20.000 ataques do Petna em 32 países. Além desses surtos significativos, nós também protegemos milhões de usuários de ataques tradicionais de ransomwares.

O No More Ransom possui atualmente 54 ferramentas de descriptografia, fornecidas por 9 parceiros, abrangendo 104 famílias de ransomwares. Como parceiro associado, a Avast contribuiu com 9 de suas 20 ferramentas de descriptografia para o projeto. Nossas ferramentas de descriptografia foram baixadas mais de 130.000 vezes.
No momento, a plataforma No More Ransom está disponível em 26 idiomas incluindo o português, e agora também em búlgaro, chinês, checo, grego, húngaro, indonésio, malaio, norueguês, romeno, sueco, tâmil e tailandês.Presente para você! As 20 ferramentas do Avast podem ser baixadas gratuitamente em nossa página de ferramentas de descriptografia de ransomware. Você não precisa pagar o resgate para ter seus arquivos de volta! Além disso, você pode encontrar outras ferramentas no projeto No More Ransom.

Dicas para evitar os ransomwares

  • Instale um antivírus em todos os dispositivos possíveis, inclusive no seu smartphone, para bloquear os ransomwares.
  • Atualize todo os seus programas sempre que for lançada uma nova versão, pois isso ajuda a evitar que o ransomwares explorem falhas nesses programas e infectem seu dispositivo.

  • Seja cauteloso, pois isso também ajuda muito a evitar os ransomwares. Fique longe de sites suspeitos, tenha cuidado com o que você baixar e não abra links ou anexos enviados a você tanto por conhecidos quanto por desconhecidos. Muitas pessoas não sabem que um simples documento do Word ou do Excel pode ser a porta de entrada para os ransomwares, e é por isso que os cibercriminosos gostam de usar esse caminho em seus ataques. Os anexos maliciosos, enviados sob a forma de um documento do Word ou Excel, muitas vezes solicitam que as macros sejam habilitadas, o que permite que o documento baixe ransomwares da internet.

  • Ainda que não evite os ransomwares, fazer um backup regular dos seus dados ajudará você a não perder seus dados, caso você seja vítima de um ransomware. Se você fizer regularmente backup dos seus dados para um disco rígido externo enquanto estiver desconectado, pode reduzir consideravelmente o risco de que alguém bloqueie todos os seus dados através pela internet.