Dicas

Modo escuro e senha de backup chegando ao WhatsApp | Avast

Lisandro Carmona de Souza, 4 Março 2020

Tema escuro e novas medidas de segurança chegam ao WhatsApp. Como anda a segurança nas lojas não-oficiais de apps e atualização do Windows causa travamentos

Antes disponível apenas aos usuários do programa beta, o modo (ou tema) escuro agora está disponível para os smartphones que rodam o Android 9 e 10 e o iOS 13. As novas versões estão sendo liberadas aos poucos nas lojas oficiais do Google (versão 2.20.64) e da Apple (versão 2.20.30) e, por isso, não fique preocupado(a) caso ainda não tenha recebido a sua.

71088522_143886993489040_1722805275749904478_nModo escuro do WhatsApp para Android e iOS. Imagem: WhatsApp

Os objetivos* desta função são reduzir o cansaço visual em ambientes com pouca luminosidade, melhorar a estética e, em telas OLED, economizar bateria. As novas cores pretendem facilitar a identificação das funções em cada tela. Também estão disponíveis novas cores sólidas mais escuras para serem usadas como papel de parede das conversas. Para ativar o Modo Escuro:

  • No Android 10 (Configurações > Tela > Tema escuro) e no iOS 13 (Ajustes > Tela e Brilho > Escura), o WhatsApp irá seguir as configurações globais do Modo Escuro do seu aparelho
     
  • No Android 9, abra as Configurações do WhatsApp > Configurações > Conversas > Temas > Escuro; ou usar a opção Economia de bateria para ativar o Modo Escuro apenas quando estiver com a bateria baixa). O WhatsApp Business também receberá o Modo Escuro

Outras novidades são a possibilidade de pesquisar pelo remetente ou por tipo de mensagem e, em breve, você poderá optar por colocar uma senha para criptografar* os backups do Google Drive. No momento, as mensagens são protegidas por criptografia de ponto-a-ponto, mas os backups estavam desprotegidos dentro do Google Drive e iCloud.

Nem todas as lojas não-oficiais de aplicativos são iguais

Como regra geral, recomendamos baixar aplicativos apenas das lojas oficiais Google Play (ou App Store), pois as verificações de segurança são melhores. Mesmo que criadores de malware consigam uma brecha, a porcentagem de aplicativos infectados e de usuários atingidos é pequena. Em todo o mundo, em 2019, os usuários baixaram mais de 200 bilhões de aplicativos, gastando mais de 120 bilhões de dólares.

Um relatório* da empresa de segurança RiskIQ mostrou que a loja de jogos gratuitos 9game superou em 140% o número de adwares (aplicativos com propaganda maliciosa) da Google Play.

Android_App_Stores_vs_MalwareNúmero de apps Android maliciosos diferentes nas lojas (2019). Imagem: RisqIQ

O relatório também aponta que milhões de usuários foram infectados e nem ficaram sabendo, pois os malwares e adwares rodam em silêncio, consumindo a bateria e o plano de dados. Acompanhe as nossas dicas e saiba como desconfiar de um aplicativo antes de instalá-lo em seu smartphone.

As lojas nas quais você tem mais chance de baixar um aplicativo infectado são, pela ordem, a 9Game.com, Feral apps, VmallApps, Xiaomi e Zhushou.

Mais uma atualização do Windows causa travamentos

Lançada no dia 27 de fevereiro, a atualização opcional KB4535996* para o Windows 10 pode causar tela azul da morte em alguns computadores ou fazer com que as placas de som deixem de funcionar. Se você está entre a maioria que não encontrou nenhum problema, não precisa fazer nada.

As ferramentas de correção do próprio Windows não conseguem resolver o problema, por isso, se você está enfrentando problemas, desinstale a atualização: Configurações > Atualização e Segurança > Windows Update > Exibir histórico de atualização > Desinstalar atualizações. Escolha a atualização KB4535996, desinstale-a e reinicie o computador. Como se trata de uma atualização opcional, o Windows não vai forçar a instalação automática na próxima vez.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.

Anthony Fomin