Dicas

[Infográfico] Pesquisa da Avast mostra que 22% de todas as fotos armazenadas são ruins (Parte 2)

Sandro Villinger, 11 Novembro 2019

A pesquisa com quase 3 bilhões de fotos mostra quantas são de baixa qualidade ou duplicadas, e quais países armazenam o maior número dessas fotos “ruins”.

Com a grande capacidade de armazenamento de nossos smartphones modernos, a maioria de nós adquiriu o hábito de tirar uma foto atrás da outra de maneira inconsciente, sem pensar duas vezes no que esse comportamento pode nos “custar”. E foi exatamente isso que inspirou um grupo aqui na Avast a obter respostas para essa curiosa questão. Começamos a ir mais fundo, fazendo perguntas mais pontuais e, como resultado, iniciamos um projeto inédito de pesquisa de fotos. Agora que analisamos os números, temos um retrato muito interessante (perdão pelo trocadilho) de como nós humanos usamos os dispositivos digitais para capturar nossos momentos mais memoráveis (ou não tão memoráveis!) em megapixels.

Analisamos quantas fotos ruins, supérfluas e duplicadas nossos usuários detectaram usando o Avast Cleanup para Android. Descobrimos quantas fotos de baixa qualidade tiramos e as populações de países que mais as salvam. Mas mais importante, agora temos uma resposta para a pergunta de um milhão de gigabytes: afinal, quanto espaço estamos desperdiçando?

Se não tiver lido a primeira parte, faça isso agora. Se já tiver lido, continue.  E clique no infográfico abaixo para ver todos os detalhes.

Fotos ruins e duplicadas

O que qualifica uma foto como ruim? Nosso aplicativo Avast Cleanup para Android vem com detecção integrada de fotos desfocadas, pouco iluminadas, com saturação excessiva e totalmente escuras (aquelas que você tira sem querer dentro do bolso). Ou aquelas 20 fotos duplicadas, ou quase idênticas que você tira quando ativa acidentalmente o “modo de disparo contínuo”.

Metodologia

Utilizando dados anônimos agregados, a Avast realizou um estudo global de quase 3 bilhões de fotos de mais de 6 milhões de usuários do aplicativo de limpeza de fotos Avast Cleanup para Android entre dezembro de 2018 e junho de 2019. Nossos usuários salvaram quase 3 bilhões de fotos em seus telefones Android (dados do Avast Cleanup para Android).

Low_quality_vs_Duplicate-photos_2

Descobrimos que, em telefones Android, em média, 6% das fotos tinham qualidade ruim, estavam desfocadas ou completamente escuras. Além disso, 16% das fotos poderiam ser consideradas duplicadas.

how-many-of-your-photos-are-bad_2019-09-26T21_13_08.868Z

Somadas, 22% das fotos salvas têm baixa qualidade ou são duplicadas. Em média, os usuários do nosso aplicativo Avast Cleanup tinham 952 fotos em seus telefones (mas você pode ter muito mais). Destas, 58 eram fotos de baixa qualidade e 154 eram fotos duplicadas, em média. Como uma foto geralmente tem 3 MB, nossos usuários estavam desperdiçando cerca de 636 MB de memória do telefone.

Esse número pode ser ainda maior em se tratando dos smartphones mais recentes. A câmera de 12 megapixels do meu telefone gera arquivos pesados de 10 a 12 MB. Neste caso específico, chegamos facilmente a mais de 2GB de espaço de armazenamento desperdiçado no telefone.  Para você ter uma ideia, isso equivale a baixar 2 episódios de Game of Thrones em HDTV.

Como o espaço pode ser escasso em um telefone (falamos mais sobre isso abaixo), recomendamos excluir fotos redundantes regularmente.

Infographic_for_Photos_Saved_Data_on_Android_PT_Detail

Os vilões ocultos do armazenamento: o WhatsApp e as capturas de tela

O que a maioria dos usuários não sabe é que um aplicativo de mensagens comum também é um grande vilão do armazenamento. De acordo com o protocolo do WhatsApp, sempre que você recebe uma imagem, GIF ou captura de tela, ela é armazenada automaticamente no seu telefone. Nosso estudo revelou que, em média, nossos usuários tinham 292 imagens do WhatsApp armazenadas em seus telefones.

Outra área problemática importante: em média, armazenamos cerca de 86 capturas de tela em nossos dispositivos para usar posteriormente ou para compartilhar com nossos amigos. Elas podem ocupar muito espaço, principalmente quando o telefone opera em alta resolução. Para citar um exemplo: a captura de tela do WhatsApp que tirei consumiu 12 MB na minha tela de 2.436 x 1.125 pixels!

Cerca de 70% do espaço de nossos telefones são utilizados

O espaço de armazenamento nos telefones ainda é um extra: nossos dados mostram que a quantidade média de espaço total do telefone é de apenas 10 GB, indicando que a maioria dos usuários em todo o mundo ainda possui 8 GB de memória integrada. Destes, há cerca de 3,1 GB de espaço livre.

Infographic_for_Photos_Saved_Data_on_Android_PT_Detail2

Analisando por país, os telefones nos Estados Unidos têm mais espaço; com uma média de 22 GB (indicando que os telefones de 16 e 32 GB são os mais comuns), apenas 7 GB são livres.

Em outras palavras: como uma foto geralmente tem 3 MB, mil fotos (principalmente aquelas duplicadas e desfocadas) podem esgotar a memória do telefone com rapidez.

Quanto espaço realmente está sendo desperdiçado com fotos de baixa qualidade e duplicadas? A média global é 22%. Esta é a divisão por país:

how-much-space-is-wasted-on-bad-photos_2019-09-26T21_18_28.617Z

 

Para as pessoas do Japão, mais de 30% do armazenamento de seus telefones pode ser desperdiçado com fotos duplicadas e de baixa qualidade. Em quase todos os países que estudamos, inclusive o Brasil, a simples exclusão das fotos duplicadas e de baixa qualidade permitira aos usuários liberar 20% ou mais de espaço em seus telefones, algo que nosso aplicativo faz com facilidade. Mesmo na Argentina, o país com a menor taxa de fotos que provavelmente deveriam ser excluídas, uma simples limpeza das imagens desnecessárias em seus telefones poderia liberar até 19% de espaço na memória.

Ataques de clones

Outro vilão do armazenamento são as fotos duplicadas. Sabe quando você tira 20 fotos diferentes até obter o enquadramento perfeito para uma publicação especial? Provavelmente, você esquecerá de excluir as fotos não usadas e elas ocuparão um espaço valioso. O próximo gráfico mostra os países com maior volume de fotos “duplicadas”:

countries-residents-with-the-most-duplicate-photos_2019-09-26T21_12_52.534Z

Para os usuários do Japão, quase um quarto das fotos armazenadas foram consideradas duplicadas, 50% a mais que a média global. Respectivamente, Coreia do Sul e Filipinas estão empatadas em 2º e 3º lugar quando se trata de manter fotos quase idênticas.

Em apenas uma semana de uso, o Avast Cleanup para Android detectou 50 fotos duplicatas e 16 fotos possivelmente de baixa qualidade e capturas de tela inúteis no meu telefone, e olha que sou uma pessoa organizada (observação: eu executo o aplicativo Avast Cleanup no mínimo uma vez por mês...).


Muitos ficamos sem espaço de armazenamento em nossos telefones e computadores. Tiramos muitas fotos (veja a primeira parte do estudo para saber quem tira mais fotos) e baixamos muitos aplicativos. Mas comprar telefones com mais espaço de armazenamento acaba sendo caro.

Avast-cleanup-screenshotO Avast Cleanup oferece Limpeza rápida
para liberar espaço em seu telefone

Em qualquer lugar do mundo, compartilhamos o seguinte: tiramos muitas fotos e não as apagamos o suficiente.  Se você não quiser passar horas verificando sua biblioteca e excluindo todas aquelas capturas de tela, fotos do WhatsApp, fotos de baixa qualidade ou fotos duplicadas, obtenha o nosso Avast Cleanup para Android gratuito. Agora, você tem mais espaço para as memórias mais importantes!

Baixe o Avast Cleanup para Android

Infographic_for_Photos_Saved_Data_on_Android_PT