Dicas

Home office: e se você trabalhasse de casa para sempre?

Alex Franco, 24 Agosto 2020

Garantir a segurança da sua rede é fundamental para evitar transtornos pessoais e corporativos

O home office é uma realidade que chegou para ficar. De acordo com dados revelados na Pesquisa de Gestão de Pessoas na Crise de Covid-19, conduzida pela Fundação Instituto de Administração (FIA), 94% das empresas brasileiras atingiram ou superaram expectativas com a modalidade de trabalho; um estudo paralelo realizado por André Fischer, professor da instituição, mostra que 70% dos colaboradores gostariam de manter o regime.

Ainda que, segundo o levantamento, apenas 30% das 139 empresas não tenham dado indicativos de que encerrarão ou reduzirão suas atuações a distância, qualquer profissional deve se perguntar em algum momento: "E se eu trabalhasse de casa para sempre?". Afinal, mais do que apenas separar um ambiente adequado, selecionar equipamentos e contratar uma boa conexão de internet, garantir a segurança dos dispositivos profissionais é fundamental.

"Ataques às redes domésticas são normalmente relacionados à obtenção de informações pessoais, geralmente ocorrem por falha de segurança dos próprios usuários, que, por falta de experiência ou de conhecimento técnico, são convencidos por alguma suposta vantagem oferecida ao instalar programas de origem duvidosa em seus computadores ou smartphones, criando um ambiente propício para diversos tipos de ações", afirma Diego Cerqueira, pesquisador do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS).

Já que estamos sujeitos a cair nesse tipo de golpe e, trabalhando em casa, a integridade dos dados profissionais depende muito do próprio colaborador, que tal algumas dicas a respeito do assunto?

038.1A integridade dos dados depende de seu comportamento. Fonte: Shutterstock

Vulnerabilidade constante

Cerqueira salienta que os golpes mais comuns são ataques de negação de serviço (DDoS), para sobrecarregar a rede ao ponto em que ela entre em colapso, e os ataques chamados man-in-the-middle, visando interceptar informações como credenciais (usuário e senha) e dados de cartão de crédito. Em ambos os casos, a empresa para a qual se atua fica em maus lençóis.

De acordo com o profissional, a falta de conhecimento digital dos usuários, de modo geral, é um problema central com golpes de internet, o dificulta distinguir boas ferramentas de sites fraudulentos: "Crimes mais comuns são sempre associados ao consumo de produtos online (varejo). Ao se deparar com promoções tentadoras, o usuário mais leigo não se dá conta que está prestes a cair em um golpe ao realizar uma compra em um site enganoso".

Ficar atento à confiabilidade dos links acessados já é um bom passo para que problemas pessoais e profissionais não tomem conta do home office, e existem ferramentas com funcionalidades gratuitas que podem auxiliar, disponibilizadas até mesmo por líderes do segmento, como a Avast, que conta atualmente com mais de 400 milhões de usuários, evitando mais de 66 milhões de ataques todos os dias. 

A solução mais avançada (Premium) é uma defesa leve e robusta contra vírus, ransomwares, malwares, ameaças de dia zero e vulnerabilidades na rede Wi-Fi doméstica. Acreditamos que todos têm o direito a segurança online. É por isso que oferecemos nosso premiado antivírus gratuito para milhões de pessoas ao redor do mundo.

Cuidados essenciais

É claro que esse é só o começo, mas normalmente não é necessário investir em recursos muito além dos adicionais. "Isso depende da realidade e do contexto de cada pessoa que está em home office e do tipo de negócio e de informações que são mantidas dentro da rede, o que influencia nas camadas de segurança a serem utilizadas. Para a maioria das pessoas, dicas de segurança básica são suficientes", complementa Cerqueira.

Para aplicar na prática

E quais seriam essas dicas? Manter sistemas operacionais e firmwares (de smartphones, computadores e roteadores) atualizados, substituir as senhas padrão dos equipamentos, pois podem ser facilmente descobertas, tomar cuidado com sites e produtos piratas e considerar o uso de aplicativos VPN. "Toda informação que você pesquisa é processada por um intermediário (autorizado, afinal você instalou o VPN). Prefira soluções que ofereçam garantias sobre suas informações trafegadas".

Tudo isso, entretanto, depende da ação mais básica de todas: instalar um bom antivírus, e o Avast oferece toda a segurança esperada em redes residenciais e corporativas. No mais, é importante continuar se informando sobre boas práticas em blogs especializados e navegar com segurança e tranquilidade.

Agora, sim, você pode dizer que está preparado para trabalhar de casa para sempre.


 

A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.