Dicas

Aprenda a não cair em golpes envolvendo o seu cartão Nubank | Avast

Lisandro Carmona de Souza, 20 Janeiro 2020

O Nubank é um dos bancos virtuais com mais clientes no Brasil e, por isso, preferido pelos cibercriminosos. E mais: Facebook proíbe vídeos deepfake e falha em roteadores permite acesso sem senha

Usuários do fórum NuCommunity costumam alertar os clientes do Nubank para que não caiam em golpes:

"Informamos que seu Cartão de Crédito encontra-se parcialmente bloqueado por medidas de segurança. Para evitar maiores transtornos, você poderá apenas realizar consultas de saldo e extrato."

750xNxgolpe-do-cartao-do-nubank-por-email-corpo-texto.png.pagespeed.ic.dbdd57e57dFalso e-mail com a mensagem de bloqueio do cartão. Fonte: Forum NuCommunity

Golpe_NubankEm geral, e-mails enviam links para sites falsos (golpes de phishing) que roubam o seu CPF, telefone, e-mail e até a senha do seu cartão. Outro golpe que se popularizou foi o da aprovação imediata de crédito em mensagens por SMS, WhatsApp, e-mail e em postagens nas redes sociais:

Aprenda as dicas de segurança para o seu roxinho:

  1. Use apenas os canais de comunicação oficiais: @nubank.com.br e @marketingnubank.com.br. Ou na forma encurtada, sou.nu/
  2. Baixe o aplicativo apenas das lojas oficiais da Apple ou Google: o cartão é sempre gratuito!
  3. O Nubank nunca se comunica nem distribui convites nas redes sociais ou pelo WhatsApp

GolpeCartao0

  1. O Nubank nunca libera cartões sem análise do seu perfil e do seu crédito
  2. O aumento do limite somente pode ser feito pelo aplicativo e é sempre gratuito
  3. O Nubank só faz empréstimo para quem já é cliente e o dinheiro é sempre depositado na NuConta. Nunca pague um boleto para liberar empréstimos.

Facebook proíbe vídeos deepfake

Há alguns dias, o Facebook anunciou* que irá proibir a postagem de vídeos deepfakes – vídeos alterados para fazer alguém dizer o que não disse ou aparecer em um lugar onde nunca esteve – que enganem o usuário não-especializado, fazendo-o pensar que alguém disse algo (quando, na verdade, a pessoa não falou) ou vídeos mesclados/sobrepostos que possam ser considerados fake news (com informações incorretas ou fora de contexto).

Eles também serão removidos automaticamente ou, em caso de denúncia, a distribuição aos usuários será reduzida. Os responsáveis correm o risco de serem banidos da plataforma. Além das intenções políticas, os deepfakes são usados em vinganças pornográficas (revenge porn), especialmente com mulheres, como foi o caso do app DeepNude.

Não se deve confundir os deepfakes com a aplicação de filtros que alterem a estética (como os do Instagram e Snapchat). Também continuam permitidos os vídeos editados que omitem palavras, reduzam a velocidade da voz, as paródias e sátiras que, teoricamente, sejam evidentes. Com as eleições americanas se aproximando, a rede quer reduzir a desinformação que ocorreu em 2016. Também se esperam melhorias nas agências terceirizadas que verificam a veracidade de fatos.

Falha em roteadores TP-Link permite acesso sem senha

A IBM X-Force Red descobriu uma vulnerabilidade crítica em alguns dos seus roteadores (modelos Archer) que permitia o acesso remoto como se ele não estivesse protegido por uma senha. Um cibercriminoso poderia assumir o controle completo do roteador e, inclusive, bloquear o acesso ao proprietário do roteador, impedindo a troca de senha e deixando-o infectado para sempre.

O problema também acontece nas chamadas redes de “convidados”, tanto empresariais como domésticas. A TP-Link já lançou correções para a falha*, atualize o seu roteador.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.

Peter Forster