Dicas

A Copa do Mundo está próxima. E daí?

Lisandro Carmona de Souza, 16 Maio 2018

Quais as ameaças de segurança mais comuns durante esse período e como, desde já, não cair em golpes.

Quando os olhares de bilhões de pessoas se voltarem para a Copa do Mundo, qualquer outro assunto fica em segundo ou terceiro lugar. Por isso agora, calmamente, é o melhor momento de começar a se proteger contra as ameaças que surgem quando o mundo se torna uma bola.

Falsas promoções de viagens, ingressos e hotéis

Costumam aparecer falsas promoções de última hora, para aqueles “sortudos” que participaram de um sorteio, preenchendo um questionário com seus dados pessoais para depois receberem gratuitamente a passagem, ingressos ou estadia. Nas Copas anteriores, era comum virem por email, com links ou anexos que levavam a sites falsos e malwares que roubavam seus dados pessoais e financeiros.

Desta vez, podemos apostar que virão via WhatsApp, protegidos pela criptografia ponto-a-ponto do mensageiro presente em quase todos os celulares brasileiros. Como você já sabe, não bastam os alertas, pois sempre haverá pessoas distraídas, que pensam estar participando de um bolão entre amigos, seguro, e acabam caindo nesses golpes. No WhatsApp, você também precisa de segurança em tempo real, automática. E você consegue isso no seu Android com o Módulo Internet do Avast Mobile Security. Ele verifica os links e impede que você caia nesses golpes sem querer.

Falsos aplicativos e álbuns de figurinhas

Por incrível que pareça, todos nós voltamos a ser crianças e queremos colecionar as figurinhas com os jogadores das seleções. Passar da diversão, da alegria de brincar com os filhos em torno de um álbum, para a dor de cabeça de baixar um aplicativo falso que promete aquela figurinha que falta... é questão de um clique.

De acordo com a Panini, companhia responsável pela publicação do álbum oficial de figurinhas, o Brasil é o país com o maior número de colecionadores. Cresce também a procura pelos apps oficiais.

Como sempre, mas especialmente nesses momentos, procure apenas as lojas oficiais de aplicativos. Ainda que não haja segurança completa – de tempos em tempos os cibercriminosos invadem também essas lojas e enganam milhares de pessoas –, baixe apenas aplicativos confiáveis: leia alguns comentários (especialmente os negativos), confira o nome do desenvolvedor (cuidado com nomes parecidos aos oficiais!) e mantenha sempre o seu antivírus ligado. Lembre-se, a proteção padrão das lojas é o patamar mínimo: você merece mais tranquilidade do que isso.

Falsas ofertas de TVs

Também os fabricantes de televisores aproveitam o período de pico de vendas. Muitos varejistas preveem que venderão 50% mais do que na Copa realizada no Brasil. Vários fatores podem impulsionar as vendas: desde o desligamento da TV analógica em todo o Brasil até o fortalecimento das tecnologias de maior resolução (4K). Já existem promoções por aí.

Que tal uma TV “papel de parede”, com até 65 polegadas? A tecnologia deve chegar ao Brasil para os ricos, custando entre 8 e 40 mil reais. Por isso, nada de confiar em ofertas milagrosas”: se são boas demais para ser verdade, provavelmente não são “boas” ofertas.

Se você vai assistir a Copa na telinha do seu smartphone, não deixe de protege-lo contra ameaças. O Avast Mobile Security irá proteger você em tempo real. Não foi desta vez, mas a partir de 2019, o Facebook vai transmitir jogos da Copa Libertadores da América gratuitamente e ao vivo.

Não deixe de acompanhar o blog da Avast com as últimas notícias sobre segurança e privacidade durante a Copa do Mundo. Boa sorte para a nossa seleção!

unsplash-logoFauzan Saari