Dicas

8 dicas para ter o máximo de segurança e privacidade no seu iPhone

Jas Dhaliwal, 17 Novembro 2017

Estas dicas dos especialistas tornam a proteção do iPhone mais simples e segura.

O iPhone tem uma excelente reputação de não se meter em escândalos de segurança. E com certeza, como uma regra geral se você não fizer o jailbreak do seu telefone, é seguro contra malwares. Mas isso não significa que o iPhone seja imune para sempre. Mesmo recentemente, houve inúmeros relatórios de usuários da Apple que tiveram suas contas iCloud hackeadas por cibercriminosos que, depois, exigiram dinheiro em troca da senha para desbloquear o dispositivo. Embora esta violação recente não tenha sido culpa da Apple, ela realmente afetou os usuários da Apple, por isso, você já tem motivos suficientes para continuar lendo.

Afinal, a verdade da vida digital de hoje é simples: se você está esperando ansiosamente o iPhone X ou mantendo a calma e pretende continuar com o que você recebeu no ano passado, é sempre uma ótima ideia estar atento quando se trata de proteger seus dispositivos pessoais.

Por isso, para protegê-lo dos hackers sofisticados (ou outras pessoas da sua família!), aqui estão as nossas 8 melhores dicas para obter a máxima segurança e privacidade no seu iPhone:

Mude sua senha do iCloud

Se você não alterou a senha do iCloud por muito tempo, agora chegou a hora. Os usuários que sofreram com a invasão do iCloud provavelmente foram foram descuidados com seus dados em outros sites, pois não houve violação dos servidores da Apple. Esses usuários provavelmente usaram os mesmos endereços de email, nomes de contas e senhas em várias contas, o que permitiu aos cibercriminosos as chaves virtuais para entrarem em sua conta iCloud (e muitas outras).

Mantenha o iOS atualizado

Atualize o seu iOS assim que uma nova versão estiver disponível. As atualizações do iOS corrigem erros e falhas de segurança que colocam suas informações em risco. Normalmente, existem boas razões para lançar uma atualização e, às vezes, os motivos são extremamente urgentes, como foi a vulnerabilidade Broadpwn no início deste ano, que poderia ter permitido que um hacker controlasse remotamente um iPhone na mesma rede Wi-Fi e até mesmo usasse esse telefone para infectar outros iPhones próximos.
Para verificar atualizações siga: Configurações > Geral > Atualização de software.

Ativar a autenticação de dois fatores

Pense na autenticação por dois fatores como outra camada de segurança para a sua vida digital. Embora não seja a resposta definitiva para a proteção, na maior parte dos casos proporciona uma grande sensação de conforto. Quando você ativa a autenticação de dois fatores, qualquer pessoa que tentar fazer login em um novo dispositivo com sua ID e senha da Apple deverá informar um código de verificação de 6 dígitos que será entregue a um dos seus outros dispositivos. Sem ele, ninguém pode continuar, mesmo que tiver a sua senha.
Para ativar Autenticação de dois fatores vá para Configurações > [seu nome] > Senha e segurança.

Mantenha-se atento aos aplicativos fraudulentos

Ainda que a Apple faça um trabalho quase perfeito, filtrando aplicativos inseguros ou fraudulentos na App Store, o perfeito perfeito não é perfeito suficiente. Sempre leia as avaliações dos aplicativos detalhadamente; e se não houver comentários, repare se a descrição do aplicativo está mal escrita, isso provavelmente é sinal que você precisa estar alerta. Se você quiser escavar mais fundo, procure o contato do nome do desenvolvedor e veja o que aparece. Se você decidir instalar um aplicativo, certifique-se de entender quais permissões ele solicita, e somente responda ‘não’, se houver algo que o deixa desconfortável.

Mantenha-se atento às mensagens fraudulentas

Da mesma forma, assim como você faz no seu laptop, pense duas vezes em clicar em links suspeitos de mensagens fraudulentas que você pode encontrar em seu telefone, não apenas via email, mas também através de mensagens. E se você acha que você é muito experiente para cair em golpes de phishing, você pode se surpreender com o que se desenrola neste podcast intitulado "What Kind of Idiot Gits Phished?" (Alerta Spoiler: Sim, acontece com pessoas inteligentes e experientes em tecnologia, também.)

Use uma VPN

Uma VPN (rede privada virtual) criptografa toda a sua conexão com a internet para que você possa usar de forma segura qualquer rede Wi-Fi, mesmo na sua cafeteria favorita. Uma VPN evita que alguém bisbilhote na sua vida online. Como um bônus inestimável, sites e redes publicitárias não poderão ver a sua verdadeira localização. Apenas por diversão, ou talvez com bastante intenção (como quando você viaja internacionalmente e perde o seu programa favorito), a VPN pode fazer parecer que você está quase em qualquer lugar do mundo.

Como você enviará todo o seu tráfego na web (incluindo senhas e números de cartão de crédito) através dos servidores da sua VPN, você quer ter confiança absoluta no desenvolvedor da sua VPN. Provavelmente vale a pena pagar um pouco de dinheiro por isso. Antes de instalar uma VPN, leia as avaliações de aplicativos de fontes confiáveis ou peça a um amigo em quem confia e que tenha uma boa experiência com uma VPN. Naturalmente, ficaríamos encantados se o Avast SecureLine estivesse em sua lista.

Desativar as conexões Wi-Fi automáticas para redes conhecidas

Por um lado, é muito útil o recurso de iPhone que permite conectar-se automaticamente a hotspots Wi-Fi conhecidos sem pedir a sua permissão. Mas por outro, é possível que um cibercriminoso estabeleça a sua própria rede sem fio falsa com o mesmo nome como um hotspot público popular, digamos Starbucks, por exemplo. Nesse caso, você pode não estar atento ao fato de que o seu iPhone realmente está conectado a uma falsa rede Wi-Fi, entregando seus dados a um cibercriminoso. Então, tenha certeza do ponto de acesso Wi-Fi que você está usando, ou reduza esse risco simplesmente desligando esta opção.
Vá para Configurações > Wi-Fi > Peça permissão para entrar em uma rede.

Experimente o Acesso Guiado para obter proteção adicional ao compartilhar o seu iPhone.

Aqui está um ponto que poucas pessoas conhecem: um recurso do iPhone chamado Acesso Guiado, comercializado como uma forma de ajudar os usuários a se concentrarem em uma determinada tarefa. Ele realmente pode ser usado para proteger o seu iPhone de alguém que o peça emprestado. Quando ativado, esse modo restringe o usuário a apenas um aplicativo. Assim, essa pessoa não poderá entrar em outro aplicativo, alterar as suas configurações, e assim por diante, sem ter de fornecer o seu código de acesso ou a sua digital. Sempre que você compartilhar o seu telefone com alguém, abra o aplicativo concreto que eles gostariam de usar, toque no botão Início, ajuste as suas configurações e toque em Iniciar.
Para ativar ou desativar o Acesso Guiado, siga o caminho: Configurações > Geral > Acessibilidade > Acesso guiado.