Dicas

6 dicas para aumentar sua privacidade no Windows

Alex Franco, 2 de Agosto de 2021 15h43min11s CEST
Alex Franco, 2 de Agosto de 2021 15h43min11s CEST

Evite o compartilhamento desnecessário de dados pessoais com a ajuda destes passos simples

A partir do momento em que qualquer pessoa liga um computador e faz login em seu perfil de usuário passa a estar sujeita à coleta de dados – e esta é uma condição que aceitamos quando concordamos com os termos de uso de sistemas operacionais.

Em sua Política de Privacidade, a Microsoft, empresa responsável pelo Windows 10, por exemplo, prevê "proporcionar experiências sofisticadas e interativas" e operar negócios, algo que afeta mais de 900 milhões de equipamentos.

61.1 A experiência de uso está diretamente ligada à coleta de dados. (Fonte: Shutterstock)

Aliás, é preciso entender que as informações, processadas por métodos automáticos e humanos, de acordo com a companhia, podem ser compartilhadas com "afiliados e subsidiárias" controlados pela gigante, assim como para a oferta de anúncios personalizados.

Em muitos casos, recusar a concessão de dados inviabiliza o uso de diversas soluções. Entretanto, há situações em que isso é opcional. Sendo assim, confira seis dicas para aumentar sua privacidade no Windows 10 e aprimore a proteção da sua identidade virtual.

1. Desative anúncios personalizados

Você não evitará a exibição de anúncios, mas eles não contarão mais com seus dados para aparecer. Acesse Configurações > Privacidade e desative as chaves que achar pertinente. A primeira delas é a mais importante.

(Fonte: Microsoft/Reprodução)

2. Desative diagnósticos e comentários

Segundo a Microsoft, o dispositivo se manterá seguro independentemente da escolha, só que uma delas (ativada por padrão) recolhe informações sobre a navegação e o uso de aplicativos e recursos (além das tradicionais). Em Configurações > Privacidade > Diagnósticos e comentários, selecione somente os dados obrigatórios.

(Fonte: Microsoft/Reprodução)

Deseja descobrir o que a big tech já sabe sobre você? Basta clicar em "Abrir Visualizador de Dados de Diagnóstico" e seguir o passo a passo. Há, ainda, a chance de solicitar a exclusão de dados sobre o dispositivo. Clique em "Excluir".

Processo não impede toda a coleta, mas a limita. (Fonte: Microsoft/Reprodução)

3. Desative o histórico de atividades

Apesar de a companhia utilizar seus registros para encurtar caminhos relacionados ao uso de recursos variados, ela também acumula um verdadeiro dossiê a respeito de seu comportamento na plataforma. Então, se quiser parar de enviar detalhes, deixe habilitado apenas o armazenamento local em Configurações > Privacidade > Histórico de atividades.

Desative o compartilhamento. (Fonte: Microsoft/Reprodução)

4. Desative a sua localização

Nesta seção, você pode tanto personalizar a identificação da localização do seu dispositivo quanto desabilitar qualquer rastreamento. Abaixo, optamos pela segunda ação. O caminho é Configurações > Privacidade > Localização. Aí é com você.

Desativamos tudo por meio dessa opção. (Fonte: Microsoft/Reprodução)

Se desejar, limpe o histórico. Caso prefira limitar somente o acesso de algumas aplicações, deve se ater exclusivamente a elas deixando a "chave-geral" ativada.

Mais ações estão a seu alcance. (Fonte: Microsoft/Reprodução)

5. Desative a sua câmera e o seu microfone

Manter câmeras e microfones desligados amplia sua privacidade não apenas frente às grandes empresas, mas a intervenções não autorizadas de apps e malwares. Portanto, habilite essas funções somente quando necessário. Para bloqueá-las, acesse Configurações > Privacidade > Câmera ou Microfone e, como no tópico anterior, personalize as opções de acordo com o desejado.

Utilize somente quando precisar. (Fonte: Microsoft/Reprodução)

6. Desative o controle por voz

Por fim, sabe-se que as companhias de tecnologia coletam trechos de "conversas" realizadas em aplicativos de reconhecimento de fala, e isso não é diferente com a Microsoft. Para manter seus áudios longe de terceiros, desative a função em Configurações > Privacidade > Controle por Voz, o que mantém a funcionalidade geral da ferramenta.

Após desativar, o texto ficará assim. (Fonte: Microsoft/Reprodução)

Agora, o compartilhamento de dados pessoais no Windows 10 está configurado de maneira que sua privacidade se mantém mais segura e o rastreamento da Microsoft, limitado.

Para assegurar ainda mais o seu anonimato, conheça as soluções da Avast, como o Avast AntiTrack Premium, que disfarça sua identidade e suas atividades online para impedir que rastreadores coletem e compartilhem seus dados. E o navegador de segurança gratuito Avast Secure Browser bloqueia sites que rastreiam você, tanto no computador quanto em seu smartphone Android e iOS.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.