Dicas

5 dicas para melhorar a segurança do Windows 10

Ron Ward, 18 Março 2020

Vamos assumir o controle dos dados que a Microsoft coleta sobre nós

A boa notícia é que não faltam configurações de privacidade no Windows 10. Na verdade, existem tantas opções que algumas são desconhecidas da maioria dos usuários!

A má notícia é... essa mesma. É fácil ficar sobrecarregado(a) pelo grande volume e variedade encontrada nas configurações. Existem preferências para a câmera, aquilo que você fala, histórico, contas, e-mails, o feedback do sistema e muitas outras. Não me interpretem mal: todas são importantes e é bom e conveniente que o Windows 10 nos permita controlar isso tudo. Mas se manter atualizado(a) sobre o que está sendo rastreado pode parecer, às vezes, uma espiral sem fim.

Numa época em que as configurações de segurança nos dispositivos como telefones e tablets ficaram mais sofisticadas e, simultaneamente, mais transparentes, o Windows 10 – com mais opções de segurança do que qualquer versão anterior – cresceu enormemente em sofisticação, mas poderia facilitar que essas configurações fossem mais transparentes. Segurança não deve ser algo tão complicado. Os usuários não só têm todo o direito de controlar quem vê os seus dados, mas também saber quem está solicitando esses dados.

Se você estiver utilizando o Windows 10, com as 5 dicas abaixo você pode começar a gerenciar a privacidade do seu sistema e interromper alguns fluxos de dados desnecessários:

  1. Controlar o que a Microsoft coleta. Nas configurações padrão, o Windows 10 coleta dados de diagnóstico específicos sobre o seu computador e os envia à Microsoft. Opte pela opção de diagnósticos “Básicos” se esse for um nível confortável para você. (Tenha em mente, porém, que a Microsoft usa esses dados para manter o seu dispositivo atualizado e ajudar você na solução de problemas.)
     
  2. Desative as “experiências personalizadas”. No menu Diagnóstico e comentários das configurações de privacidade, desative a opção que deixa a Microsoft oferecer experiências personalizadas para você com base na configuração de dados de diagnóstico escolhida.
     
  3. Permaneça anônimo(a). No menu Informações da conta, desative a opção que permite que os aplicativos acessem meu nome, foto e outras informações.
     
  4. Desative o monitoramento de anúncios. Na seção Geral das permissões de privacidade do Windows, desative a opção que permite que os apps usem a ID de anúncio e, com base em sua atividade nos apps e mostrem anúncios mais interessantes para você.
     
  5. Use um software Anti Rastreamento. Deixe que os especialistas ocultem automaticamente a sua atividade online e bloqueiem a perseguição dos anúncios. O novo Avast Anti-Track conta com a função Gerenciamento da Privacidade do Sistema que lhe dá controle total sobre a maioria das configurações de privacidade da Microsoft.

Ainda que todas essas opções podem parecer complicadas para você, podemos assegurar que vale a pena dedicar um tempo e atenção para configurá-las para o seu nível de conforto. Porque afinal de contas, a opção mais importante da sua vida digital é a capacidade de se proteger online.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.