Segurança Cibernética

Malwares simplesmente não vão desistir da loja Google Play

Lisandro Carmona de Souza, 29 Julho 2015

Malwares simplesmente não vão desistir da loja Google Play

Um grupo de criadores de malwares está brincando de gato e rato com o Google. O jogo é assim: eles enviam malwares, a loja Google Play rapidamente remove, eles enviam uma nova mutação e o Google a remove também. O estado atual do jogo é: o malware está de volta à Google Play. Até agora, os aplicativos maliciosos infectaram centenas de milhares de vítimas inocentes.


Em abril, descobrimos um malware de cliques pornográficos na Google Play como se fosse o popular aplicativo Dubsmash.

Malware mutante




Alguns dias atrás, informamos que uma mutação do malware de cliques pornográficos, criado por um grupo de desenvolvedores de malware da Turquia, voltou à Google Play, mas já foi removido da loja.


Assim que os aplicativos são baixados, não fazem nada importante quando são abertos pelo usuário, simplesmente mostram uma imagem estática. Contudo, quando a vítima abre o seu navegador ou outros aplicativos, o aplicativo começa a ser executado em segundo plano e redireciona o usuário a sites pornográficos. Os usuários podem não entender com certeza de onde provém estes redirecionamentos a sites pornográficos, pois isto só é possível se o aplicativo for eliminado. Pesquisadores da empresa de segurança Eset informaram que mais aplicativos com esta mutação estavam presentes na Google Play no início da semana passada. A Eset também informou que a forma original do malware foi enviada muitas vezes à Google Play em maio. Nossas descobertas – combinadas com as da Eset ¬– provam que os autores deste malware são extremamente persistentes e determinados a transformar a Google Play em sua residência permanente.

Eu voltarei




... é o que os autores deste malware parecem ter dito quando o Google removeu os seus aplicativos da sua loja no início da semana passada. E, com certeza, o seu malware voltou à Google Play. O malware, que o Avast detecta como Clicker-AR, está presente nos seguintes aplicativos: Doganin Güzellikleri, Doganin Güzellikleri 2, Doganin Güzellikleri 3. O nome pode ser traduzido por “Belezas da natureza”. O Avast informou o Google sobre estes aplicativos.


Mobile Malware Clicker-AR

O que você pode fazer?




O Google já tem bastante coisa para fazer. Tem de manter o sistema móvel operacional mais popular do mundo junto com a sua loja com cerca de um milhão e meio de aplicativos.


É aí que os fornecedores de segurança, como a Avast, entram em cena. Você não espera que o Windows te proteja completamente dos malwares e, por isso, você instala um antivírus no seu computador como uma camada extra de proteção. Também é vital que você instale um antivírus nos seus aparelhos móveis. Mais e mais pessoas estão utilizando aparelhos móveis e guardando neles uma tonelada de informações vitais. O grande número de usuários, combinados com os dados valiosos, tornou os aparelhos móveis um natural e atrativo alvo para os cibercriminosos. E eles estão determinados em atingir você.

Tome cuidado




Além de ter um antivírus instalado no seu celular, procure fazer o seguinte:

    Preste atenção às permissões dos aplicativos. Se um aplicativo solicitar permissões que parecem exageradas para o seu funcionamento normal, provavelmente algo não está certo com este aplicativo.
    Verifique as opiniões e revisões do aplicativo. Se outros usuários escreveram mal sobre o aplicativo, é um sinal que talvez você não deva baixar o aplicativo.




Você pode baixar o Avast Mobile Security gratuitamente da Loja Google Play.


Hashes:
d8adb784d08a951ebacf2491442cf90d21c20192085e44d1cd22e2b6bdd4ef5f
2a14b4d190303610879a01fb6be85d577a2404dfb22ab42ca80027f3b11f1a6f
d05dcddecc2f93a17b13aa6cca587a15c4d82fe34fdb5e3acf97ddaaefb61941


*Parece que a “Zaren” percebeu que todos nós estamos de olho nela e, por isso, alterou o nome da conta do desenvolvedor...


Clicker-Ar mobile malware


Siga o Avast no Facebook, Twitter, YouTube e Google+, onde a gente mantém você atualizado todos os dias com notícias sobre segurança digital.