Segurança Cibernética

Surpresa! Saiba quanta radiação emite o seu smartphone | Avast

Lisandro Carmona de Souza, 15 Fevereiro 2019

3.384 modelos de smartphones e tablets são testados e os resultados surpreendem além de outras notícias de segurança e privacidade desta semana.

Tabela completa para escolher o seu próximo smartphone

Ainda que não exista um nível universalmente aceito acerca da radiação liberada por um smartphone, o Escritório Federal Alemão de Proteção contra Radiação (Bundesamt für Strahlenschutz) publicou uma lista com 3.384 dispositivos onde você pode ver qual o risco que você corre ao mantê-lo próximo ao seu corpo.

Os aparelhos que têm uma taxa de absorção específica (SAR) menor do que a 0,6 Watts/kg recebem o selo “Anjo Azul” de compatibilidade ambiental. O pior smartphone no quesito radiação é o Xiaomi Mi A1 (1,75 W/kg), seguido pelo OnePlus 5T (1,68 W/kg), com mais do dobro do que seria recomendado!

Os iPhones 7 (1,38 W/kg) e 8 (1,32 W/kg) também complicaram as coisas para a Apple. Sem falar nos Google Pixel 3 XL (1,39 W/kg) e Pixel 3 (1,33 W/kg).

No lado bom da tabela, os smartphones que emitem menos radiação são o Samsung Galaxy Note8 (0,17 W/kg), o ZTE Axon Elite (0,17 W/kg) e o LG G7 (0,24 W/kg). A coreana Samsung se destaca com metade dos dez melhores smartphones.

Encontre o seu smartphone nesta tabela (pdf) que preparamos para você (ou também no formato Excel), ou veja a tabela original (em alemão) ou também procure pelo seu modelo (em inglês).

Tabela PDF completa

Tenha em conta que não existe consenso se a radiação de um smartphone é prejudicial ou não à saúde. Até que os cientistas entrem em acordo, você pode escolher o que é mais seguro para você, abaixo de 0,6 Watts/kg. Ah! Adicione a lista aos seus favoritos e pense antes de escolher o seu próximo smartphone.

Smartphones "do mal": os que mais emitem radiação

chartoftheday_12797_the_phones_emitting_the_most_radiation_nSmartphones “do mal” (mais radiação emitida)

Smartphones "do bem": os que menos emitem radiação

chartoftheday_12841_the_phones_emitting_the_least_radiation_nSmartphones “do bem” (menos radiação emitida)

Uma imagem e pronto! Seu Android foi invadido!

tom-sodoge-59546-unsplash-1Atualizar o Android do seu smartphone é a única solução!

Cibercriminosos podem invadir até 2 bilhões de smartphones que rodam as últimas versões do Android (Nougat 7, Oreo 8 e Pie 9) através de uma imagem (arquivo .png).

A imagem infectada pode chegar nas suas redes sociais, por email ou mensagem do WhatsApp e não precisa nem ser clicada! Basta ser vista para que o código malicioso seja executado e que seus dados pessoais e financeiros (por exemplo, cartão de crédito) sejam roubados pelos cibercriminosos.

Recentemente, essa e outras 41 falhas no sistema operacional foram corrigidas pelo Google, 11 delas são consideradas críticas. Agora é com as fabricantes (Samsung, Sony, LG, Motorola, Asus, etc.) que precisam fazer a sua parte e atualizar os seus sistemas com o pacote de segurança de fevereiro de 2019.

Infelizmente, o próprio Android não permite que essa falha seja corrigida através de um aplicativo antivírus. Infelizmente, não podemos ajudar você, pois a solução está nas mãos da fabricante do seu aparelho. Por isso, por segurança, não envie, não aceite e não abra imagens no formato .png.

Novo Android 10 Q pode vir com autenticação facial 3D

Cada nova versão do robozinho traz novas funções. Com as informações que já vazaram, parece que, desta vez, o Google irá incluir o tão sonhado modo escuro para todos os apps que vai permitir desligar os pixels e economizar bateria em telas OLED. Com um simples toque, toda a interface do seu smartphone irá mudar de clara para escura, ou você poderá deixar no automático e facilitar o uso do aparelho à noite.

Do ponto de vista da privacidade, o Android Q deve limitar o acesso às permissões confidenciais (câmera, microfone e localização) “apenas enquanto o aplicativo estiver em uso”, em primeiro plano e sempre aparecerá um ícone na barra de status e uma notificação que permitirá alterar as permissões do aplicativo. Recentemente, ficou patente que muitos aplicativos estavam coletando e vendendo os dados de Localização muito além do que seria razoável.

Android-Q_PreviewVazamento! Novas funções do Android Q (Fonte: https://www.xda-developers.com)

Também ficará mais fácil de saber quais permissões foram concedidas e bloqueadas para cada aplicativo. Mesmo com a preocupação de que o reconhecimento facial para desbloqueio e autorizações de pagamento não seja um método completamente seguro – porque cibercriminosos estão imprimindo cabeças em 3D para burlar o reconhecimento facial – parece que o Android Q deve mesmo trazer essas funções incorporadas aos recursos do Smart Lock para facilitar o desbloqueio. O novo SmartLock irá somente “manter o dispositivo desbloqueado por mais tempo, mas não mais desbloqueará sozinho um dispositivo bloqueado”.

Você deve ser como a maioria: passa mais da metade do dia com o celular na mão

Segundo uma pesquisa da Motorola, 60% dos adolescentes brasileiros entre 10 e 19 anos passam mais de 12 horas acompanhados pelo celular. Na grande maioria, é a única tela que os acompanha no relacionamento social, entretenimento e tarefas escolares. Nas férias, isso se intensifica.

A pesquisa faz parte de um esforço global pelo equilíbrio: “você controla ou é controlado pelo seu smartphone?” Especialistas sugerem conversar com os filhos para se envolver: “O que você fez hoje na internet, quais páginas você conheceu, com quem se comunicou, houve algo de que você gostou ou não?”.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

unsplash-logoBecca Tapert unsplash-logoTom Sodoge unsplash-logoROBIN WORRALL