Segurança Cibernética

Segurança no Android 11, na MIUI 11 da Xiaomi e no Knox da Samsung | Avast

Lisandro Carmona de Souza, 2 Março 2020

Quer decidir seu próximo smartphone com base na segurança? Veja as novas funções do Android 11, da MIUI 11 da Xiaomi e do sistema Knox da Samsung

No dia 19 de fevereiro, o Google liberou aos desenvolvedores a primeira versão do novo Android 11 de um total previsto de seis*. Algumas mudanças podem ser deixadas de lado e outras podem surgir, especialmente antes do Google I/O 2020 do dia 12 de maio.

google-android-11-robo-768x427

A Avast fez uma extensa recompilação para trazer para você as principais melhorias de segurança* que foram anunciadas (ou descobertas):

  • Permissões sensíveis poderão ser concedidas apenas temporariamente: assim você pode conceder que um aplicativo use o GPS, microfone ou a câmera somente até ser fechado. Depois, ele terá de solicitar permissão novamente
     
  • Se você negar duas vezes uma permissão, o sistema entenderá que não deve perguntar novamente, ainda que você sempre possa alterar suas opções nas configurações do aplicativo
     
  • Os aplicativos terão de pedir permissão explícita para coletar a localização (GPS) em segundo plano nas configurações do próprio smartphone e não através de uma mensagem, centralizando e aumentando a segurança. Como padrão, a partir de 3 de agosto, os novos aplicativos somente poderão acessar a localização uma vez ou enquanto o aplicativo estiver aberto. Os aplicativos já existentes terão de se adaptar até 2 de novembro. O Google também exigirá aprovação prévia da necessidade de coletar a localização antes de aprovar a entrada do aplicativo na Play Store

legacy-location-permsO Android 11 vai centralizar e tornar mais seguras as permissões de localização
Imagem: Android Developers

  • O esperado Scoped Storage que foi adiado do Android 10 fará que cada aplicativo só possa acessar uma área dedicada e fechada no armazenamento do sistema, sem que possa ver tudo o que está armazenado no cartão
     
  • Introduzido no Android 10, o sistema de distribuição de atualizações de segurança urgentes via Google Play será expandido e o usuário dependerá ainda menos das fabricantes
     
  • No Android 11 deverá haver três níveis de biometria para autenticação: forte, fraco e credencial de dispositivo, seguindo o nível de segurança da biometria utilizada
     
  • Armazenamento de documentos no próprio sistema, sem necessidade de aplicativos dedicados. Nos Estados Unidos, espera-se que a Carteira de Habilitação esteja acessível via NFC (mesmo que o celular fique sem bateria). Talvez mais para frente, no Brasil, vejamos a CNH, o título de eleitor e, quem sabe, o passaporte.

Outras mudanças na interface e usabilidade:

  • No novo Android 11, o Google deve usar inteligência artificial para sugerir os aplicativos do hotseat ou dock do lançador Pixel de acordo com a hora do dia, local e padrões de uso
     
  • Você poderá alternar o modo claro e escuro dependendo do horário do dia e será possível gravar a tela sem a necessidade de um aplicativo extra, coisas que já são oferecidas por algumas ROMs customizadas
     
  • Se você estiver ouvindo música pelo Bluetooth e acionar o modo avião, o smartphone não mais vai interromper você. Também deverá haver um widget de música nas configurações rápidas, sem que você dependa da notificação do próprio player
     
  • Codecs de Bluetooth que não forem suportados no aparelho aparecerão desativados e ficará mais fácil escolher a melhor opção de som para você
     
  • Deverá haver uma lista com o histórico de notificações por aplicativo e horário: adeus arrependimento de ter fechado uma notificação sem ler
     
  • Desativar som e vibração das notificações durante a gravação de vídeos: será a função “Não perturbe” da câmera, que também deverá estar presente ao tirar fotos
     
  • Será possível capturar telas roláveis – uma função já presente na MIUI 11 da Xiaomi e na Captura Inteligente da Samsung – facilitando a captura, por exemplo, de extensas páginas de configurações
     
  • O menu de compartilhamento permitirá que o usuário fixe os aplicativos que usa com mais frequência
     
  • Será mais fácil mostrar notificações em forma de bolha flutuando sobre os outros aplicativos
     
  • Melhoria dos gestos e da sensibilidade da tela em smartphones com película protetora
     
  • Haverá nas Opções do Desenvolvedor, a possibilidade de ampliar a compatibilidade das funções de um aplicativo desenvolvido para versões anteriores do Android
     
  • Resposta rápida em aplicativos de mensagens na própria notificação, sem que o usuário precise abrir o aplicativo. Em princípio, será possível até anexar uma imagem na própria notificação. Também é esperado que as notificações de vários aplicativos semelhantes sejam unificadas, por exemplo, WhatsApp e Telegram
     
  • Melhorias na compatibilidade das telas usando notches, como a pinhole (abertura circular para câmera) e waterfall (faixa superior central para a câmera). Também são esperadas melhorias no suporte a smartphones dobráveis e redes 5G
     
  • Escondido dentro do código do Android 11, pesquisadores da XDA* descobriram o “carregamento sem-fio reverso”, que permite que o seu smartphone carregue outros dispositivos, mas como depende do hardware, poucos dispositivos devem ver essa função além dos Pixels. Atualmente, isso é possível em alguns modelos da Huawei e da Samsung
     
  • Também segundo a XDA*, há indícios de que o menu de energia vai se transformar em uma grade de opções de controle do próprio aparelho e de dispositivos inteligentes. Também será possível criar atalhos para aplicativos que efetuam pagamentos
     
  • Os aplicativos que alteram ou criam a navegação por gestos em versões anteriores do Android deverão ser banidos e somente a navegação nativa poderá ser ativada*
     
  • Nova função de reinício rápido* também deve estar presente: atualizações de sistema um pouco mais rápidas e você também poderá se livrar de aplicativos em segundo plano

Ainda não foram anunciadas algumas mudanças esperadas pelos desenvolvedores e usuários, como, por exemplo, a remoção do limite de 4 GB para gravações de vídeo.

A nova MIUI da Xiaomi vai revelar ações “ocultas” dos aplicativos

A Xiaomi também não está parada e desenvolve um complemento ao sistema de permissões do Android* que irá avisar quando algum aplicativo estiver abusando das suas permissões.

share-miui11-1080x560-c5d70c00cb

Na versão MIUI 11, o usuário será avisado, por exemplo, quando um aplicativo:

  • Baixar ou iniciar outro aplicativo (ou arquivos) em segundo plano 
  • Iniciar a gravação de áudio (microfone) ou estiver tirando fotos em segundo plano 
  • Fizer uma ligação em segundo plano 
  • Tentar acessar a agenda, o histórico de chamadas e SMS, a área de transferência, contatos e, principalmente, a localização 
  • Estiver acessando dados dos sensores, informações do dispositivo (número do telefone) ou as atividades do usuário em outros aplicativos

E tudo isso poderá ser configurado, isto é, você receberá apenas as mensagens que marcar como relevantes. A interface da “queridinha dos brasileiros” tem um visual mais próximo dos iPhones, além de oferecer funções e personalizações do mesmo nível (ou mais) do que as ROMs customizadas do Android (baseadas no AOSP ou LineageOS). A Xiaomi também lançou um editor de vídeo nativo dentro do aplicativo Galeria, que mostra suas fotos e vídeos.

Samsung One UI 2: foco e simplicidade

A Samsung apostou mais em uma nova interface que permita uma rápida navegação e manter o foco do usuário, com funções realmente atraentes: cantos arredondados, modo escuro em mais aplicativos, as notificações ocupam menos espaço na tela, amplificação de som e novas cores em alto-contraste que facilitam a acessibilidade.

hp-manage

A Samsung aposta em segurança embarcada no próprio chip do hardware para isolar, criptografar e proteger os dados pessoais, financeiros, senhas e de saúde. Em geral, empresas podem incorporar os smartphones pessoais ao seu ambiente de trabalho, pois ele previne o vazamento de dados de um perfil para outro. Ela promete lançar atualizações* mensais (ou trimestrais) de segurança e corrigir falhas que venham a ser descobertas no seu sistema integrado Knox.

Se você é um apaixonado(a) pela One UI 2, confira as mais recentes mudanças* na interface feitas pela Samsung.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.

Andrew Mantarro