Dicas

Nova tecnologia carrega celular em 8 minutos

Lisandro Carmona de Souza, 8 Junho 2021

Além dessa boa notícia, veja outras: Zoom promete resumo automático de reuniões; Facebook e Instagram escondem curtidas e visualizações; WhatsApp recua e não vai reduzir funções

O sonho de um carregador ultrarrápido está se tornando realidade! A Xiaomi conseguiu carregar 4.000 mAh em 8 minutos usando um carregador de 200W, ou com um carregamento sem fio de 120W, demorou 15 minutos. Na tecnologia atual, um carregador de 65W leva cerca de 30 minutos para carregar uma bateria de 4.500 mAh.

Fonte: @Xiaomi

Em fase de testes, não há data para o lançamento do sistema HyperCharge. O celular (Xiaomi Mi 11 Pro), os cabos e os adaptadores foram adaptados para absorver o maior calor produzido pelo rápido carregamento rápido que, em princípio, deveria levar a uma maior degradação bateria e um menor tempo de vida útil, ainda que há pesquisadores que afirmam não haver evidência científica* deste fato.

Reunião longa? Zoom promete resumo automático

Segundo a The Next Web, os usuários do Zoom poderão ter um vídeo resumido por Inteligência Artificial utilizando palavras-chave durante a reunião e o anfitrião poderá fazer ajustes manuais. O preço parece ser a indiscrição: a plataforma terá acesso a todo o conteúdo da reunião. No momento, a ferramenta está disponível apenas em inglês.

Facebook vai permitir esconder as curtidas

Depois do Instagram*, chegou a vez de o Facebook* permitir ocultar (ou não) o número de curtidas das postagens ou de visualizações nos vídeos. A medida dá mais controle de bem-estar a um grupo de usuários, enquanto permite a outros acompanhar tendências de mercado e de conteúdo.

No Instagram, acesse a página Publicações do menu Privacidade das Configurações.

WhatsApp recua e não vai reduzir funções (por enquanto)

O WhatsApp sentiu a pressão dos governos de vários países – entre eles o Brasil e a Índia, que possuem as maiores bases de usuários – e dos usuários para que seus dados (conversas com contas de empresas, WhatsApp Business) não fossem compartilhados com o Facebook, segundo a nova política de privacidade.

Mas o que fazer com a grande maioria* que já aceitos os novos termos? Não há como voltar atrás, ainda que não se espera – no momento – uma redução nas funções do aplicativo, como enviar e receber mensagens e chamadas para quem não aceitou os novos termos. De qualquer forma, até 13 de agosto – data limite após o adiamento pedido pela ANPD, o Ministério da Justiça, o CADE e o MPF –, os usuários podem receber alertas para aceitar a nova política de dados.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.

Photo by Dimitris Chapsoulas on Unsplash