Segurança Cibernética

Na Avast, tudo é em tempo real

Threat Intelligence Team, 8 Janeiro 2018

Saiba mais sobre a nossa proteção de ameaças em tempo real da nossa equipe de pesquisadores de Inteligência de Ameaças.

Você nunca quis conhecer o nosso Laboratório de Ameaças? Lá existe um enorme mapa-múndi que recebe constantemente novas informações sobre as ameaças de malware que sofrem os nossos mais de 400 milhões de sensores em todo o mundo.

O mapa exibe pontos de luz, representando as cidades nas quais residem os usuários protegidos pelos nossos produtos. (A localização do usuário é aproximada através dos seus endereços IP.) A informação que este mapa recebe chega essencialmente em tempo real, ou dentro de, no máximo, quatro segundos. Quando uma ameaça é detectada, imediatamente tomamos as medidas para identificar e bloquear o ataque cibernético. Esta defesa agressivamente proativa é absolutamente necessária, e podemos usar as nossas tecnologias de inteligência artificial e de aprendizado de máquina sobre todos esses dados: isto é o que chamamos de cibersegurança de próxima geração.

Rastreamos as ameaças e as suas trajetórias. Elas aparecem como linhas que atravessam o mapa, começando de um local e apontando para outro. São como cibermísseis. Sabemos que o local de origem de uma ameaça pode ser enganador: os cibercriminosos manipulam o sistema de outros usuários ou empresas para disparar ataques DDoS ou, o que é mais comum, reduzem seus custos usando servidores na Rússia. De qualquer forma, todos os dados coletados são úteis para se manter um passo à frente, garantindo que os nossos usuários permaneçam sempre protegidos. Nós transmitimos atualizações a cada 5 minutos, todos os dias, para os nossos usuários.

O mapa nos permite tomar medidas rápidas. É necessário ser muito rápidos para interromper uma ameaça de malware que se espalha globalmente. Bloqueá-lo com antecedência é fundamental, assim como é mais fácil apagar uma fagulha que um incêndio florestal.

Proteção das redes Wi-Fi

O nosso Verificador de Wi-Fi analisa as redes domésticas em busca de falhas e vulnerabilidades. Caso identifique algo malicioso, vemos um círculo pequeno e pulsante no mapa. Se um conjunto de círculos pulsantes aparecer em uma área, sabemos que esse território poderia estar sofrendo uma ameaça de malware. Isso, por sua vez, desencadeia uma séria de rápidas e inteligentes ações para bloquear essa ameaça.

globeprotected.jpg

Muitos dados e dados significativos fazem toda a diferença

Então, como sabemos se o programa que você está prestes a ser executado é do bem ou do mal? Graças ao aprendizado de máquina baseado na inteligência artificial da nossa rede, usando o Big Data dos mais de 400 milhões de usuários todos os dias, podemos compartilhar informações com toda a nossa Comunidade de usuários quase que instantaneamente. Por exemplo, se um ataque de malware surgir na Austrália, nossos sensores nesse país identificam e definem a natureza do malware e, em minutos, todos os nossos usuários, em todo o mundo, estão imediatamente protegidos contra ele.

A equipe de operações do Laboratório de Ameaças trabalha 24/7 para garantir que todas as ameaças sejam endereçadas, gerenciadas e bloqueadas. Vivemos para isso.