Segurança Cibernética

Home office em risco? Saiba como evitar ataques virtuais

Alex Franco, 20 Agosto 2020

Empresas e colaboradores podem adotar ações simples que fazem toda a diferença na proteção de dados

Com o home office, empresas e colaboradores se depararam com novas configurações de acesso a sistemas internos e têm de lidar remotamente com informações delicadas que, antes, eram protegidas por equipes locais de TI. Por isso, algumas incertezas acabaram surgindo, e a questão da segurança virtual foi uma das principais. Afinal, o ambiente de trabalho virtual é seguro? Bem, a resposta é: depende.

Para garantir que documentos sensíveis não caiam em mãos erradas, é preciso adotar um comportamento de navegação cuidadoso, além de contar com softwares de segurança que forneçam proteção a vírus, malwares e outros ataques tão comuns na rede. Opções gratuitas com diversas funcionalidades, que podem ser ampliadas em versões premium, não faltam por aí, a exemplo do Avast, um dos líderes do mercado.

41.2A segurança dos arquivos também depende de você. Fonte: Shutterstock

Ainda assim, é importante aplicar ações simples que podem fazer uma diferença brutal na integridade do home office e que podem ser implementadas por todas as pessoas envolvidas no negócio. Depois, é só focar a atenção na produtividade – sabendo que, desse jeito, você não coloca sua segurança em risco.

O que devo fazer?

Tudo começa na configuração de privacidade de seu navegador. O Avast Secure Browser, por exemplo, permite a criação de perfis diferentes para usos diferentes. De qualquer maneira, se a máquina utilizada profissionalmente for a mesma dedicada a fins pessoais, recomenda-se protegê-la por completo. Considerando que, na maioria das vezes, ferramentas totalmente online capturam dados diversos e os expõe a cookies, malwares e plugins, é bom apostar naquelas que podem ser baixadas no dispositivo.

Tem a questão das senhas, claro, uma tecla na qual sempre batem, mas que é sempre bom refrescar. Além do fato de que elas devem ser complexas e únicas, o empregador pode se valer de métodos de recuperação diferenciados que limitem a ação.

Isso nos leva a outro ponto: treinar funcionários em práticas melhores é essencial, assim como delimitar acessos administrativos apenas a pessoas-chave. Soluções criptografadas também devem ser consideradas, incluindo a personalização de URLs delas. Por fim, uma última ação pode ser sua aliada: eliminar listas de emails, o que torna menos provável a ocorrência de vazamentos.

Feito tudo isso, é possível perceber que, no home office, o que conta mesmo é a dedicação de cada envolvido para que os processos funcionem adequadamente, assim como o comprometimento com o dia a dia profissional.


 

A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.