Segurança Cibernética

Golpistas usam temática do coronavírus e apps Zoom, Teams e Meet | Avast

Lisandro Carmona de Souza, 12 Maio 2020

Velhas táticas. Novos golpes. Coronavírus também é usado por cibercriminosos. E mais: falha de segurança nos celulares Samsung; e nova versão do Google Authenticator

Segundo os pesquisadores da CheckPoint*, nas últimas três semanas, 192 mil golpes por e-mail, mensagens ou postagens nas redes sociais atingiram os usuários dos aplicativos de videoconferência Zoom, Microsoft Teams e Google Meet: um aumento de 30% em relação às semanas anteriores. O Google já havia informado* que está bloqueando, cada dia, 240 milhões de e-mails spam e 18 milhões de e-mails com malwares sobre a COVID-19.

covid-phishing-7Golpes relacionados ao coronavírus continuam crescendo. Imagem: CheckPoint

O uso intenso desses aplicativos durante a crise do Coronavírus leva as vítimas a abrir convites para reuniões, a clicar em links de sites infectados ou a baixar malwares no seu dispositivo. Também é comum encontrar citações à OMS (Organização Mundial da Saúde) e outros órgãos governamentais que informam sobre testes de vacinas em seres humanos, métodos de tratamento e até pedido de doações.

As dicas para não cair em golpes de phishing continuam válidas. Nesse caso específico, recomendamos não clicar em links de pessoas que não estão nos seus contatos, não acreditar em ofertas boas demais para serem verdade e usar um antivírus com proteção antiphishing automática e em tempo real.

Grave falha de segurança nos celulares da Samsung

Os Samsung Galaxy produzidos depois de 2014 contêm vulnerabilidades graves que permitem que cibercriminosos se aproveitem dos arquivos do Samsung Theme Designer (.qmg) que existem em todos os temas de personalização da interface dos smartphones da fabricante sul-coreana.

A falha foi informada à Samsung no mês de fevereiro pelos pesquisadores do Projeto Zero do Google*. Apenas os aparelhos mais modernos receberam a atualização, os mais antigos continuam vulneráveis.

Finalmente o Google Authenticator vai permitir migração

HPc5gptPzRw3wFhJE1ZCnTqlvEvuVFBAsV9etfouOhdRbkp-zNtYTzKUmUVPERSZ_lALO aplicativo do Google que gera códigos de autenticação de 2 fatores (2FA) vai permitir a migração das contas entre dispositivos através de um QR code. A atualização na Play Store ainda não chegou a todos os usuários. A 2FA continua sendo uma das melhores maneiras de proteger suas contas online contra invasões que usam as senhas que já vazaram na internet.

Outra novidade visual na nova versão (5.10) é o modo escuro. Lembrando que o Authy continua sendo um dos melhores aplicativos gratuitos para manter sincronizados os tokens de autenticação entre diversos dispositivos (computadores e smartphones).


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.

Photo by Allie on Unsplash