Segurança Cibernética

Continuam em alta os golpes de entrega de encomendas

Lisandro Carmona de Souza, 22 de Junho de 2021 1h0min0s CEST
Lisandro Carmona de Souza, 22 de Junho de 2021 1h0min0s CEST

Dicas para se proteger dos últimos golpes em apps de encomendas, PIX agendado e invasão de conta do WhatsApp. E atualizo ou não para o Windows 11?

Nas últimas semanas, detectamos através da nossa plataforma de ameaças móveis, a apklab.io*, um aumento nos ataques de malwares através de SMS ou mensagens com malwares da família FluBot. Disfarçados de aplicativos de rastreamento de encomendas, eles roubam senhas, dados bancários e financeiros, abusando de uma função de Acessibilidade do sistema operacional Android.

Eles já infectaram 60.000 dispositivos de vítimas que não utilizam um aplicativo antivírus que monitora os links clicados em tempo real, como é o caso do Avast Mobile Security. Um escaneamento completo detecta se o celular foi infectado e orienta os usuários sobre como limpá-lo no Modo de Segurança. Além disso, recomendamos:

  1. Não clique em links de mensagens e SMS
  2. Não instale aplicativos de lojas não-oficiais
  3. Desconfie de ofertas “boas demais para ser verdade”

WhatsApp vai autenticar conta também por chamada

Além da confirmação do número do telefone que hoje é feita por SMS, o WhatsApp quer incluir a possibilidade de uma chamada telefônica* que não precisa nem ser atendida. O próprio aplicativo vai acessar o histórico de ligações e liberar o acesso à conta. A função só estará disponível no Android, pois o iOS não permite o acesso ao log das ligações.

WA_FLASH_CALL_1_ANDROID-768x899Fonte: WABetaInfo

Isso pode ajudar a reduzir os golpes que usam engenharia social para enganar as pessoas e fazê-las revelar o código de 6 dígitos utilizado para validar a conta. Também o Instagram quer validar os números de telefone através de mensagens no WhatsApp em vez de SMS* e evitar os golpes de troca de cartão (SIM swapping).

Windows 11: atualizo ou não?

Depois de ter sido vazado na internet e removido por requisição de direitos autorais da Microsoft, o Windows 11 deve ser finalmente anunciado nos próximos dias – dia 24 de junho é o evento oficial da Microsoft –, mas que novidades ele traz?

taskbarleft_1Fonte: The Verge

Além de consolidar alterações na interface – menus flutuantes e Menu Iniciar centralizado; janelas com cantos arredondados; animações mais rápidas; novos ícones e uma nova fonte padrão –, a próxima versão do sistema operacional de 1,3 bilhão de pessoas deve aterrissar com poucas melhorias significativas. De qualquer forma, alguns testes revelaram* que a velocidade do novo Windows é superior ao da versão 10, cujo suporte pela Microsoft* deverá ser encerrado em 14 de outubro de 2025.

Todos esperam que ele seja oferecido como uma atualização gratuita para o Windows 7, 8.1 e 10, como parecem revelar alguns arquivos técnicos do licenciamento do Windows (PKeyConfig*). De qualquer forma, não é recomendado por razões de segurança e privacidade baixar versões que circulam pela internet, sem contar que isso é ilegal.

Novo golpe de PIX agendado

Com a liberação das funções de agendamento de PIX pelo Banco Central, golpistas entram em contato com as vítimas alegando que “fizeram um PIX errado” e pedem a devolução da quantia. Outro golpe surgido recentemente são os grupos de WhatsApp no esquema pirâmide (crime previsto na Lei 1521/1951): entrar no grupo significa enviar um PIX de R$ 1 a 2 para quem o convidou. O esquema está limitado ao número máximo de participantes nos grupos, que atualmente é 236.

Em boa hora chegou a nova Lei 14.155/2021 que pune golpes digitais por aplicativos de mensagens, clonagem de chip e invasão de aparelhos. Caso o crime tenha sido praticado contra um idoso ou vulnerável, a pena será aumentada de um terço ao dobro. Segundo a Febraban, 70% das fraudes digitais estão vinculadas aos mensageiros como o WhatsApp e, nos dois primeiros meses de 2021, houve um aumento de 340% nos golpes onde criminosos se passam por agentes bancários.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.

Photo by Kira auf der Heide on Unsplash