Segurança Cibernética

Brasileiro recebe, em média, 46 ligações indesejadas por mês | Avast

Lisandro Carmona de Souza, 18 Dezembro 2019

Além de usar aplicativos específicos, você pode cortar o mal pela raiz fazendo cadastro na Anatel e no Procon do seu Estado

De acordo com o aplicativo Truecaller, o Brasil é o país onde há mais ligações indesejadas: somos incomodados, em média, 45,6 vezes por mês. Também por SMS, onde recebemos 87 mensagens spam todos os meses. Peru, Indonésia, México e Índia vêm logo depois do Brasil, onde os consumidores recebem entre 25 e 30 ligações por mês. Nos Estados Unidos, a média é de apenas 18 ligações mensais por pessoa.

A maioria das ligações vem das próprias operadoras de telefonia ou banda larga (48%). Desde julho, a Anatel disponibilizou o serviço Não Me Perturbe de bloqueio de chamadas indesejadas das operadoras para vender pacotes de telefone, internet ou TV por assinatura.

Em vários Estados brasileiros, o Procon disponibiliza um serviço mais amplo e você pode pedir para não receber mais ligações de telemarketing. Em alguns Estados, o serviço não está disponível, pois as autoridades locais consideram que irá gerar muitas demissões no setor de telemarketing:

* Não use redes Wi-Fi públicas ou gratuitas para se cadastrar. Se as páginas forem inseguras e não-criptografadas (protocolo HTTPS): use um aplicativo VPN.

Na versão mais recente do Android, você não vai precisar mais instalar um bloqueador de telefonemas, pois as chamadas que vierem de números que não estão nos seus contatos poderão ser automaticamente rejeitadas. O aplicativo Telefone vai tentar também identificar a origem da chamada pelo nome comercial ou perfil nas redes sociais.

Falha altamente crítica pode inutilizar Androids

O Google corrigiu uma falha* (CVE-2019-2232) que permite ataques de negação de serviço (DDoS) que podem inutilizar as versões mais recentes do Android (8.0, 8.1, 9 e 10) de todos os fabricantes, e basta um simples SMS, sem que o usuário precise fazer qualquer coisa. Agora depende do fabricante do seu aparelho liberar uma atualização do sistema. Você precisa instalar a atualização de dezembro de 2019 (vá para as Configurações e no menu Sobre o telefone veja qual a data da sua).

Não há o que fazer para evitar o problema. O Google exige dos fabricantes pelo menos 2 anos de atualizações de segurança, mas, na prática, somente os Pixels e os do programa Android One recebem mais rapidamente. No Android 10, as atualizações de segurança devem começar a ser distribuídas através da Play Store, como se fossem as atualizações de um aplicativo.

Aplicativos estão mais seguros no Android que no iOS

markus-spiske-uPXs5Vx5bIg-unsplash

O Google* informou que 80% dos aplicativos para Android já estão criptografando todo o tráfego de dados através do protocolo TLS (Transport Layer Security), o que impede a interceptação por terceiros. Desde novembro, todos os aplicativos na loja oficial Google Play precisam contar com esse grau de segurança caso queiram rodar nas versões 9 e 10 do Android.

Em junho, a Apple* havia informado que apenas um terço dos aplicativos para iOS estavam usando criptografia nas suas comunicações com a internet.

Google quer melhorar as atualizações automáticas do Android

rami-al-zayat-w33-zg-dNL4-unsplash

Ao atualizar automaticamente o sistema operacional do seu smartphone (método conhecido como Over-The-Air ou OTA) você precisa desbloquear manualmente o aparelho após o reinício para que seus aplicativos, agendamentos e lembretes voltem a funcionar.

Pesquisadores descobriram que o Android poderá armazenar as informações de desbloqueio e desbloquear os aplicativos após uma atualização. Provavelmente, somente os modelos topo de linha (com sistema de partição duplo ou a/b) devem receber a novidade chamada de “Resume on Reboot”.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

Icons8 Team Markus Spiske Rami Al-zayat