Notícias corporativas

CEO da Avast faz apelo por Inteligência Artificial ética durante a DTX de Londres

Avast Blog, 22 Novembro 2019

Ondrej Vlcek e Garry Kasparov abordaram a evolução da inteligência artificial (IA) durante a Digital Transformation Expo

Essa história de dispositivos autônomos devorando big data e aprendendo com inteligência artificial parece mais um daqueles pesadelos distópicos ameaçando a humanidade.

Na verdade, ao mesmo tempo em que há desafios inevitáveis, a IA apresenta muitas oportunidades para a cibersegurança, como afirmaram Ondrej Vlcek e Garry Kasparov, respectivamente o CEO e o Embaixador de Segurança da Avast, em uma das principais apresentações* da conferência Digital Transformation Expo (Expo Transformação Digital, em tradução livre), realizada recentemente em Londres.

ondrej“Hoje a IA é super importante para a cibersegurança”, ressaltou Vlcek (foto) durante a conferência. “Vemos a IA como uma grande ferramenta para ajudar a cibersegurança a oferecer defesas e proteções cada vez melhores contra os ataques cibernéticos”.

No caso das tecnologias emergentes ligadas à internet das coisas (IoT, da sigla em inglês) e da IA que faz com que elas funcionem, tudo isso precisa ser alimentado com big data, o que pode colocar a segurança e a privacidade das pessoas em risco. No Reino Unido, a Avast verificou recentemente mais de 400 mil redes domésticas e descobriu que 28% dos dispositivos IoT do país estão vulneráveis a ataques.

No entanto, tecnologias emergentes também trazem novas oportunidades de segurança. A Avast tem uma rede de centenas de milhões de sensores que alimentam a IA da empresa com dados para detectar rapidamente ameaças e proteger mais eficientemente seus usuários.

As indústrias da IoT e da IA estão evoluindo, afirma Vlcek, e a cibersegurança pode começar a organizar melhor os dispositivos e suas vulnerabilidades. “Há uma grande mudança na indústria e uma base nova gigantesca para ciberataques. Muitos desses dispositivos que vemos hoje já entram no mercado com um tipo de defeito no que diz respeito à segurança”, conta o CEO.

Para Vlcek, a conscientização dos consumidores e a oferta de proteção são vitais. “O baixo conhecimento sobre as ameaças também é um problema. Na Avast, acreditamos que as pessoas deveriam ter mais controle sobre seus dados e a forma como são manipulados”, completa.


Kasparov disse na conferência que é preciso parar de discutir a inteligência artificial em termos bíblicos. “A IA não é uma salvação nem uma condenação”, acredita ele. “Ela é uma ferramenta que as pessoas podem usar para tornar o mundo melhor”, completa.

Depois de sua apresentação, Kasparov recebeu Galina Alperovich, pesquisadora sênior na área de Aprendizagem de Máquina da Avast, para um painel sobre Ética em IA nos negócios.

Mais tarde, o mestre enxadrista, que em 1990 disputou a famosa partida contra o computador Deep Blue da IBM, jogou contra 15 oponentes simultaneamente em uma exibição de xadrez.

A conferência Digital Transformation Expo Europa*, realizada pela 15ª vez, contou com 300 palestrantes, 260 exibidores e participantes ligados às indústrias de TI, cibersegurança e big data.