Segurança para Mobiles

A objetividade e a subjetividade: "meu antivírus é bom e forte"?

Lisandro Carmona de Souza, 5 Dezembro 2017

Muitas vezes ouvimos comparações entre os antivírus. Outras que o nosso antivírus é “bom” ou “fraco”. Existe algum dado objetivo?

Diz o ditado: “gosto não se discute”. Mas você escolhe a sua proteção e segurança por “gosto”? Usuários menos avançados em conhecimentos técnicos preferem ficar com a sugestão de um amigo. Já os geeks preferem dados objetivos. Mas existem “dados objetivos”?

Sim! Testes independentes levados por profissionais conseguem testar a capacidade dos produtos de segurança em tempo real, paralelamente, para que todos estejam nas mesmas condições. Durante setembro e outubro deste ano, o AV-TEST testou continuamente 21 produtos de segurança, entre eles, o Avast Free Antivírus. Ainda que a grande maioria dos fabricantes submete aos testes os seus produtos pagos, nós confiamos totalmente na qualidade do nosso produto gratuito.

Durante dois meses, o laboratório internacional de testes independentes testou os produtos em suas configurações padrão e conectados à internet para se atualizar e utilizar as suas funções na nuvem. Foram utilizados 202 malwares dia-0, incluindo ameaças vindas pela internet e email, e 9.797 malwares descobertos nas últimas 4 semanas (malwares que se espalham rapidamente em todo o mundo). Em outras palavras, eles procuram reproduzir o ambiente normal que os usuários encontram no seu dia a dia.

E então? Como se saiu o Avast? É um “bom” antivírus?

O Avast Free Antivírus detectou 100% dos ataques durante setembro e outubro. Nenhuma ameaça online conseguiu passar pelos Módulos de proteção: sites e emails com anexos infectados foram bloqueados, todas as tentativas de infectar os sistemas e causar danos aos arquivos dos nossos usuários não deram sucesso.

O número de malwares testados e as técnicas utilizadas garantem a independência do teste. Por isso, você não precisa confiar apenas nas sugestões dos seus amigos. E tudo isso sem impactar o desempenho do seu computador. Os pesquisadores também levam em conta se a utilização normal do computador é prejudicada pelo produto e se ele erra ao bloquear arquivos limpos (os chamados “falsos positivos”).

Quer ver os resultados completos? Procure no site do AV-TEST.

Jackson Hendry