Segurança Cibernética

Novo teste do Avast sobre segurança de redes WiFi gratuitas

Lisandro Carmona de Souza, 21 Março 2016

Avast free Wi-Fi experiment fools Mobile World Congress attendees into connecting to rogue Wi-Fi hotspots.

 

As pessoas que viajam se conectam com frequência a redes WiFi gratuitas para poupar gastos com dados móveis. As pessoas que viajam se conectam com frequência a redes WiFi gratuitas para poupar gastos com dados móveis. Imagem: www.shbarcelona.com

Os pesquisadores da Avast Mobile Security fizeram uma experiência no aeroporto de Barcelona e ofereceram alguns falsos pontos de WiFi gratuitos e esperaram para ver o que acontecia.

Só isso já seria uma experiência, mas que tenha sido feita no fim de semana do Mobile World Congress, “o maior e mais influente evento de tecnologia móvel mundial”, tornou tudo não só interessante, mas também divertido! Você poderia imaginar que com esta amostra de pessoas inteligentes e tecnologicamente educadas os resultados seriam pequenos. Agora, pense novamente...

Centenas de usuários de smartphones jogaram a precaução pela janela e se conectaram a um dos pontos WiFi falsos da Avast, correndo o risco de serem espionados e sofrerem ataques de hackers e cibercriminosos.

Como foi a experiência do aeroporto de Barcelona?

Os pesquisadores da Avast prepararam redes WiFi próximas ao guichê de registro do Mobile World Congress no aeroporto de Barcelona. Os nomes das redes WiFi eram “Starbucks”, “Airport_Free_Wifi_AENA“ e “MWC Free WiFi”, que são nomes de redes WiFi (SSIDs) comuns ou que parecem ter sido configurados para os visitantes do congresso.

Em apenas 4 horas, a Avast coletou mais de 8 milhões de pacotes de dados e descobriu o seguinte sobre os visitantes do Mobile World Congress:

  • 50,1% tinham um aparelho Apple, 43,4% tinham um Android, 6,5% um Windows Phone
  • 61,7% fizeram buscas no Google ou viram os seus emails no Gmail
  • 14,9% visitaram o Yahoo
  • 2% visitaram o Spotify
  • 52,3% tinham o aplicativo do Facebook instalado, 2,4% tinham o aplicativo do  Twitter
  • A Avast conseguiu identificar 63,5% dos aparelhos e usuários

“Muitas pessoas reconhecem que navegar em redes WiFi abertas não é seguro. Contudo, algumas dessas mesmas pessoas não se dão conta que o seu aparelho pode se conectar automaticamente a redes WiFi a menos que configurem corretamente o seu aparelho”, disse Gagan Singh, presidente da divisão móvel da Avast.

“Como a maioria dos visitantes do Mobile World Congress estava viajando internacionalmente, não era de surpreender que muitos preferissem se conectar a redes WiFi gratuitas para poupar dinheiro, em vez de utilizar os serviços de dados de roaming. Ao seguir este caminho, as pessoas deveriam utilizar um serviço VPN que tornasse anônimos os seus dados ao se conectar com redes públicas, garantindo que a sua conexão seja segura”.

Proteja-se em casa ou quando estiver viajando

O aplicativo Avast SecureLine VPN para Android, disponível na Google Play e na Apple App Store para aparelhos iOS devices, criptografa as conexões em redes WiFi públicas e inseguras e permite que os usuários naveguem anonimamente. O aplicativo também permite que os usuários escolham o local do servidor a que desejam se conectar, permitindo que tenham acesso ao conteúdo restrito ao seu país.