Segurança Cibernética

O Avast realmente protege contra qualquer vírus?

Andre Munhoz Pinto, 16 Abril 2015

O Avast realmente protege contra qualquer vírus?

A pergunta que forma o título deste artigo é uma das mais comuns que recebemos via redes sociais, suporte técnico ou que eu ouço durante os churrascos de fim de semana na casa de amigos. Quando um amigo do amigo descobre que eu trabalho na Avast dá para ver os olhos da pessoa brilhando de alegria e dizendo: “ah, agora vou descobrir a verdade”. E entre uma garfada na picanha, um gole na cerveja e uma arrumadinha nos óculos escuros, me questiona sobre o quão seguro o Avast realmente é. Ainda têm aqueles que, no meio da balada de sábado para o domingo, querem saber como tirar um vírus do celular. Mas estes, sinceramente, se receberam alguma resposta não quero nem saber qual foi...

Avast_Interface A interface do Avast mostrando a situação do meu PC: será que o Avast realmente protege?

Portanto, vamos ao que interessa.

O sistema de proteção do Avast se dá através da atualização da base de dados de vírus, ou vírus data base. Para entender isso melhor, é importante ter em mente que um vírus ou malware é nada mais do que um código de computador. Um código que pode ser extremamente complexo ou incrivelmente simples, geralmente composto por números, letras e caracteres especiais.

A expressão vírus de computador vem do princípio de que, assim como um vírus que atinge humanos, ele causa danos à alguma parte que torna os movimentos básicos que o PC (ou o ser humano) tem de fazer diariamente através do comando de uma célula. Mas, diferentemente de um caso real de vírus, no mundo digital é mais “fácil” de se criar “vacinas” contra vírus. Basta descobrir qual é o código de letras, números e caracteres especiais criado por um hacker e adicioná-lo à sua data base de vírus. Fácil, não?

Nem tanto! Embora isso possa soar simples, por outro lado é preciso ter em mente que é muito mais fácil de criar e espalhar um vírus de computador do que um que atinja humanos. Portanto, o número de vírus para PCs pode chegar à uma quantidade estratosférica considerando que há milhões de hackers ao redor do mundo trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana para criar novas pragas que atingirão o seu computador.

Como o Avast antivírus combate esta realidade

Para ter certeza de que sua base de dados de vírus está sempre atualizada com os códigos mais recentes, o Avast antivírus conta com o auxílio de 230 milhões de pessoas ao redor do mundo que usam seus produtos. Quando uma ameaça é coletada por um usuário e enviada para o laboratório de vírus da Avast, esta ameaça é analisada e, caso fique comprovado que ela é uma praga, o Avast cria imediatamente uma vacina e envia a mesma a todos os computadores que possuem Avast no mundo simultaneamente.

Embora isso não seja nenhuma novidade, pois vários softwares de antivírus utilizam técnicas similares, o que torna o Avast mais eficiente do que outros produtos de segurança é justamente o fato de que a empresa possui mais de 230 milhões de usuários no mundo (34 milhões só no Brasil), superando qualquer outra companhia do ramo. Ou seja, quando um vírus novo é lançado no mercado ele é rapidamente identificado pelo Avast. Atualmente, o laboratório de vírus da Avast recebe todos os dias cerca de 50 mil amostras de vírus.

Então tá... mas agora me diga, por que meu PC foi infectado mesmo tendo Avast instalado?

Esta pergunta depende muito da maneira como você usa o seu PC. Muitas vezes o Avast informa sobre algum arquivo potencialmente maligno, mas por confiar na origem do mesmo ou acreditar que nada pode acontecer, você acaba aceitando o download, apesar da mensagem de aviso sobre a ameaça.

Outro motivo é que muitos usuários de computador não atualizam seus softwares com frequência, como Java, Skype, programas de acesso bancário, etc. E aí é que está o perigo. Hackers utilizam versões antigas de softwares famosos para realizar o ataque, assim um código novo pode ficar instalado dentro daquele programa e atuar quando menos se espera. E mesmo que o antivírus esteja atualizado, o vírus no programa desatualizado pode abrir espaço para ataques de novas pragas dentro do seu computador e que não foram ainda identificadas pelo antivírus.

Hoje em dia, alguns antivírus possuem um sistema de atualização automática de software, que é o caso do Avast Premier, para ajudar neste processo de segurança.

A verdade é que o antivírus atua como um guardião, mas a proteção de um computador depende majoritariamente do usuário em si. E você? Já atualizou o seu antivírus hoje? Já atualizou seus programas?