Segurança Cibernética

11 vírus famosos que marcaram a história dos computadores | Avast

André Luiz Dias Gonçalves, 23 Junho 2020

Creeper - o primeiro vírus a atacar um PC - e outros programas maliciosos que ganharam grande destaque

Na sua opinião, qual é o vírus mais famoso ou mais devastador da história? Fizemos um levantamento dos que, em nosso entendimento, seriam os mais conhecidos ou historicamente os mais importantes para o mundo digital.

Confira a lista que preparamos para você:

1. Vienna

Em 1987, uma comoção tomou conta do mundo da tecnologia, deixando engenheiros em estado de euforia para desvendar quem estava por trás do vírus “Vienna”. Neste processo, dois pesquisadores de computação em Praga, na República Tcheca, Pavel Baudis e Eduard Kucera, criaram em 1988 uma vacina para impedir a disseminação desse vírus. Como consequência disso, nasceu o antivírus Avast, hoje usado por mais de 400 milhões de pessoas ao redor do mundo.

2. Melissa

Um ano antes, o vírus Melissa surgiu causando medo, principalmente por sua capacidade de se espalhar automaticamente para os 50 primeiros contatos registrados no endereço de e-mail da vítima. Ele modificava documentos do Microsoft Word, mostrando referências à animação Os Simpsons, e podia levar a sites pornográficos. Causou danos de até US$ 600 milhões.

3. I Love You

Espalhado via e-mail na primeira metade do ano 2000, o vírus I Love You chegava aos PCs disfarçado de uma carta de amor enviada por algum conhecido, e agia apagando arquivos. Estima-se que 50 milhões de computadores foram contaminados em poucos dias, fazendo até o Pentágono e a CIA desligarem seus dispositivos para evitá-lo.

4. Nimda

Com diferentes métodos de infecção, como correio eletrônico, exploração de falhas do Windows e sites vulneráveis, o Nimda chegou a mais de 2 milhões de dispositivos somente nas primeiras 24 horas de ação, em 2001. Ele não causava grandes danos ao PC atacado, mas a sua rápida disseminação e a dificuldade de eliminação o fizeram ganhar destaque entre os vírus mais famosos.

5. Morris

Desenvolvido em 1988, o verme (worm) Morris foi considerado o primeiro worm distribuído via internet, contaminando milhares de máquinas: cerca de 10% dos servidores existentes naquela época. De certa forma, ajudou a demonstrar a importância de proteger as redes com senhas. Seu criador, o então estudante Robert Morris, foi a primeira pessoa condenada por fraude em computadores.

6. MyDoom

O MyDoom se espalhou com grande velocidade por e-mail em 2004, podendo apagar o sistema infectado. Nos computadores em que entrava, apresentava a seguinte mensagem: "Estou apenas fazendo o meu trabalho, nada pessoal, desculpe-me". Isso gerou rumores de que alguém estava sendo pago para produzi-lo, mas o criador nunca foi descoberto.

018.1Usuários se assustam ao saber que o computador está infectado, mas qual vírus realmente causou pânico? (Fonte: Shutterstock)

7. Code Red

Surgido em julho de 2001, o Code Red infectou mais de 300 mil computadores em 24 horas, atacando servidores IIS da Microsoft e rodando na memória da máquina sem deixar rastros no HD.

Em seguida, lançava um ataque DDoS (ataque distribuído de negação de serviço), pois os invasores usavam o computador da vítima (junto com milhares de outros) para iniciar ataques simultâneos a vários serviços ou sites, bombardeando-os com mais tráfego do que podiam suportar, interrompendo suas atividades. Entre os alvos atingidos pelo Code Red estava a Casa Branca. O vírus também ficou famoso por exibir a frase "Hacked by Chinese" nos PCs invadidos.

8. Elk Cloner

Lembrado como o primeiro vírus de distribuição ampla, o Elk Cloner foi criado em 1982 por Rich Skrenta, um garoto de 15 anos. Os alvos eram os computadores Apple II, mas não resultava em maiores estragos; a única complicação causada era exibir um poema escrito pelo hacker a cada 50 vezes que o aparelho infectado era iniciado.

9. Stuxnet

Descoberto em 2010, o Stuxnet se diferenciava por atacar exclusivamente o sistema SCADA, utilizado para controlar centrífugas de enriquecimento de urânio do Irã, acelerando-as e ocasionando falhas. A sua origem é desconhecida, mas rumores indicam que tenha sido desenvolvido a pedido de algum governo.

10. Blaster

Mesmo não levando perigo para os internautas, o Blaster ganhou destaque ao explorar vulnerabilidades no Windows e infectar o maior número possível de computadores para realizar ataques DDoS a sites de atualização do sistema operacional da Microsoft. Além de PCs residenciais, ele contaminou dispositivos de órgãos governamentais e grandes empresas.

11. Creeper

Apontado como o primeiro vírus de computador, o Creeper foi desenvolvido em 1971 e infectou computadores conectados à ARPANET, uma espécie de mãe da internet. Ele exibia esta mensagem na tela: "Eu sou assustador, pegue-me se for capaz" (em tradução livre). Sem trazer perigo, replicava-se e repetia o texto em outra máquina.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.