Protecting over 230 million PCs, Macs, & Mobiles – more than any other antivirus

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘Windows’
16, agosto, 2015

Funções de segurança do Windows 10 que os usuários podem aproveitar

O recém lançado Windows 10 está sendo oferecido como uma atualização gratuita por um ano para os usuários do Windows 7 e 8. Não só o amado botão Iniciar está de volta ao Windows 10, mas ele também inclui um assistente pessoal, o Cortana. O novo sistema operacional traz também novas funções de segurança e um novo navegador.

Imagem: TechRadar

Imagem: TechRadar

Windows Hello e Passport!

O Windows Hello é uma autenticação biométrica que escaneia seu rosto, íris ou digital para liberar o acesso ao seu aparelho Windows 10, como nos filmes de agentes secretos. Fazendo isto, o Windows Hello quer eliminar as chances de hackers roubarem a sua senha e obter acesso ao seu aparelho porque você não mais terá de utilizar uma senha ao iniciar!

O Windows Passport também elimina o uso de senhas para acessar as suas contas online. No momento, a Microsoft irá trabalhar com o Azure Active Directory e ingressou na aliança FIDO para dar suporte à nova tecnologia sem senhas em serviços financeiros e de segurança para os usuários. O Windows irá verificar se é realmente você quem utiliza o seu aparelho através de um PIN ou do Windows Hello e depois irá autenticar o Windows Passport para que você possa entrar nos sites e serviços sem utilizar senhas. Juntos, o Windows Hello e o Windows Passport vão exigir que um hacker não só roube fisicamente o seu aparelho, mas também sequestre você para acessar as suas contas.

Naturalmente, você vai precisar de um hardware capaz de escaneamento infravermelho da sua face ou íris ou que exista um leitor de digitais no aparelho para utilizar o Windows Hello. A Microsoft já confirmou que todos os sistemas OEM com Intel® RealSense™ 3D Camera (F200) terão suporte às funções de desbloqueio facial do Windows Hello.

Adeus Patch Tuesday

A Microsoft geralmente lançava atualizações de segurança na segunda terça-feira de cada mês, o que podia deixar os usuários vulneráveis até o próximo mês. No Windows 10, a Microsoft irá lançar atualizações de segurança regulares e os usuários serão forçados a aceitar todas as atualizações, o que significa que elas irão proteger imediatamente dos bugs dia-0.

Atualizações forçadas são bem vindas. O mesmo acontece com um antivírus: todo mundo deseja ter o banco de dados mais atualizado para proteger o seu sistema o máximo possível. Jiri Sejtko, Diretor de Operações do Laboratório de Vírus da Avast.

Mais suporte de segurança ao desenvolvedor de aplicativos

A AMSI – Antimalware Scan Interface (Interface de Escaneamento AntiMalware) irá ajudar a proteger os usuários de scripts maliciosos, oferecendo uma interface padrão que permite que aplicativos e serviços sejam integrados com programas antivírus nos aparelhos Windows 10. Os desenvolvedores podem fazer com que os seus aplicativos abram a interface AMSI para serviços de escaneamento e análise adicionais. A interface irá pesquisar potenciais conteúdos maliciosos como, por exemplo, técnicas de obfuscação e evasão. As empresas de antivírus podem implementar o suporte para a AMSI de forma que os antivírus possam analisar mais a fundo os dados que os aplicativos consideraram como potencialmente maliciosos. A Avast irá implementar a AMSI em breve.

Edge, a nova fronteira em navegação

O Internet Explorer da Microsoft não tem uma boa reputação, e provavelmente por isso a Microsoft lançou um novo navegador com o Windows 10: Edge. Ele contém as partes principais do Internet Explorer, mas foram removidas muitas funções desatualizadas que eram mantidas por razões de compatibilidade, incluindo o suporte a extensões binárias, como a Active X e os BHO (Browser Helper Objects). Basicamente, no seu lançamento, o Edge não suporta nenhuma extensão, mas irá acrescentar um modelo semelhante ao Mozilla, Google, Apple e Opera de suporte Javascript/HTML no futuro, permitindo as extensões do navegador. O Flash e a renderização dos PDF são funções internas do navegador Edge. Além disso, o Edge será distribuído como um aplicativo Windows universal, o que significa que os usuários podem atualizar o Edge a partir da Loja de Aplicativos Windows e não pelo Windows Update. Ele será executado em uma sandbox, o que significa que terá pouco ou mesmo nenhum acesso ao sistema ou outros aplicativos executados no aparelho.

Não oferecer suporte a extensões e executar o Edge dentro de uma sandbox são coisas muito boas do ponto de vista da segurança. As extensões do navegador podem não só enganar os usuários, mas também podem tornar lenta a navegação e trazer um grande risco de segurança se forem utilizadas para fins maliciosos, já que podem “ver” tudo o que você faz dentro do navegador, inclusive nos sites criptografados. Lukas Rypacek, Diretor da Plataforma Desktop da Avast.

O Avast é compatível com o Windows 10
O Avast é compatível com o Windows 10 desde março.

Nenhuma grande mudança foi necessária para tornar o Avast compatível com o Windows 10: tivemos que alterar levemente alguns componentes para que tudo funcionasse perfeitamente, mas não foram necessárias mudanças de comportamento ou comunicação. O que estamos fazendo no momento é a migração dos usuários para a última versão do Avast para garantir uma atualização tranquila para o Windows 10. Martin Zima, Gerente Senior de Produto.

Você irá atualizar para o Windows 10? Diga isto ao mundo na seção de comentários :)

Siga o Avast no Facebook, Twitter, YouTube e Google+, onde a gente mantém você atualizado todos os dias com notícias sobre segurança digital.

12, agosto, 2015

Atualizações de emergência do Windows depois de descoberta de falha de segurança crítica

Tendo lançado o seu novo sistema operacional alguns dias atrás, não é o melhor momento para que a Microsoft se depare com bugs de segurança. Contudo, dois terços de todos os um bilhão e meio de computadores Windows em todo o mundo estavam vulneráveis devido a uma falha de segurança em quase todas as versões do Windows, incluindo o Windows 10 Insider Preview.

Se você usa o Windows, o momento de atualizar é agora!

Windows: a hora de atualizar é agora!

A falha (MS15-078) reside dentro da biblioteca Windows Adobe Type Manager e pode ser explorada por cibercriminosos para sequestrar o computador e/ou infectá-lo com malware. Os usuários podem ser atacados quando visitam sites não confiáveis que contenham fontes OpenType. A Microsoft explicou mais em seu boletim de segurança:

Um atacante que se valesse com sucesso desta falha pode obter o controle completo do sistema. Um atacante pode então instalar programas; ver, alterar ou excluir dados; criar novas contas com direitos administrativos.

Há várias maneiras pelas quais um criminoso possa tirar partido dessa falha, como, por exemplo, convencendo o usuário a abrir um documento infectado ou a visitar um página não confiável que contenha fontes OpenType. A atualização resolve esta problema corrigindo como a biblioteca Windows Adobe Type Manager gerencia as fontes OpenType.

A falha foi classificada como crítica, que é o nível mais alto da escala de ameaças da Microsoft. Todos os que estiverem utilizando o Windows Vista, Windows 7, Windows 8 e 8.1, Server 2008, Server 2012 e Windows RT são afetados pela falha. O Security TechCenter da Microsoft contem a lista completa dos programas afetados e informações adicionais sobre a falha.

Como garantir a sua segurança

Levando em consideração que esta ameaça crítica de segurança pode potencialmente colocar em risco todo o sistema, a única coisa sensata é atualizar o Windows assim que possível. A maioria dos usuários tem a configuração de atualizações automáticas habilitada e não precisa fazer mais nada, porque a atualização será baixada e instalada automaticamente. Os usuários que não têm as atualizações automáticas habilitadas ou que instalam atualizações manualmente podem utilizar os links na seção Software afetado para baixar e instalar a atualização. Este artigo conduz os usuários através dos diferentes métodos de obter e instalar a atualização de segurança. Ambos os métodos exigem reiniciar a máquina para que a atualização seja aplicada.

O Avast Software Updater pode dar uma mão para garantir que os seus programas permaneçam sempre atualizados. Para encontra-lo, abra a interface do Avast, clique em Escaneamentos no lado esquerdo e depois escolha Escanear programas desatualizados. Você pode decidir como prefere que o Avast prossiga.

Siga o Avast no Facebook, Twitter, YouTube e Google+, onde a gente mantém você atualizado todos os dias com notícias sobre segurança digital.

19, junho, 2015

Microsoft planeja criar novos jogos para PC: vida longa aos laptops e desktops

Lembro que em 2011 quando os tablets se tornaram uma febre no mundo todo, muitos dos meus amigos chegaram a afirmar categoricamente que aquilo representava o fim dos laptops e desktops. E o lançamento do Windows 8 em 2012 praticamente ratificou esse pensamento, já que o novo software tinha uma linguagem muito mais voltada aos tablets do que aos PCs convencionais. Entretanto, conforme entramos na segunda metade desta década, percebemos que a coisa não é bem assim…

laptop using Wi-Fi

Laptops ainda não saíram de moda e continuam com força total

Essa semana durante uma entrevista na PC Gaming Show, Phil Spencer, chefe da divisão Microsoft Xbox, revelou que a empresa agora irá criar novos jogos para PC, inclusive ele deu a entender que os usuários poderão até mesmo escolher entre jogar um jogo no Xbox ou no PC, ou seja, estaria vindo aí jogos que poderiam rodar em múltiplas plataformas.

Independentemente de qualquer coisa, a verdade é que “o surto tablet” parece perder força no mercado e o PC convencional continua a ter uma função importantíssima nos dias de hoje. Talvez porque os smartphones tamanho GG+ também têm ganho um grande espaço no mercado. Ou, como diria um amigo meu, cada caso é um caso e cada tipo de computador tem uma função diferente, que depende da necessidade do usuário.

Estive pensando sobre isso e acredito que ele tem razão. Enquanto os tablets são uma “mão na roda” para acessar a internet rapidamente em casa ou em viagens, o computador com o teclado continua a ser a principal maneira como estudantes redigem seus trabalhos ou pessoas de negócios analisam dados. Talvez isso um dia mudará, pois a história nos mostra que uma vez que o ser humano se acostuma com algo diferente, dificilmente ele retorna a usar coisas do passado.

Enfim, prós e contras sempre existirão e o tempo nos mostrará se o laptop está prestes a morrer ou não. Entretanto, o tão aguardado lançamento do Windows 10 também prova que ainda há muita vida para os laptops. A Microsoft retornou com seu famoso botão “Iniciar”, dando mostras de que a empresa realmente continua focada em atender a demanda por PCs convencionais.

O Brasil se tornando mais mobile

Embora a situação parece estar um pouco “cinza” para tablets (que apesar do aumento em vendas não atingiu as projeções do ano passado) e PCs no Brasil, o mercado de telefone celular não para de crescer. Segundo a IDC Brasil em 2014 os brasileiros compraram o relativo a 104 smartphones por minuto no país.

Isso reforça a ideia de que em posse de celulares maiores e mais potentes, consumidores estão cada vez menos usando seus PCs e tablets para o acesso diário à internet. Em outras palavras, o Brasil está se tornando mais móvel (ou mobile como se costuma dizer por aí), o que vem alimentar um mercado já bem fortalecido e, agora mais do que nunca, estável.

E você, caro leitor? Que tipo de aparelho você usa aí na sua casa? PC, tablet ou celular? Ou uma variedade de todas essas opções dependendo do momento?

 

Comments off
12, junho, 2015

Avast e Windows 10

Image via TechRadar

O próximo Windows já está chegando. (Imagem do TechRadar)

Na semana passada, a Microsoft confirmou que o lançamento oficial do Windows 10 será no dia 29 de julho e estará disponível como uma atualização gratuita para os usuários do Windows 7 e Windows 8.1 (durante 12 meses). Você pode reservar a mais nova versão do sistema operacional que será lançada em 190 mercados diferentes em todo o mundo. Antecipando-se ao novo sistema operacional da Microsoft, este artigo da Techradar faz uma retrospectiva do sistema operacional:

Com o Windows 8 e o Windows 8.1, a Microsoft tentou – sem um sucesso completo – entregar um sistema operacional que pudesse gerenciar as necessidades não somente de estações de trabalho e aparelhos de jogos de última geração, mas também sistemas de controle por toque de PC familiares tudo-em-um, ultranotebooks e tablets.

Agora, o Windows 10 surge como um sistema operacional otimizado para PCs, tablets e telefones de uma forma única: um movimento realmente inovador da Microsoft. O seu lançamento se aproxima rapidamente e os entusiastas da tecnologia em todo o mundo estão curiosos para ver como será o desempenho deste sistema operacional.

O Avast será compatível com o Windows 10?

Claro e para mostrar que o Avast é compatível com o Windows 10, a versão V2015 R2 e as seguintes já são compatíveis com o Windows 10. Os usuários que atualmente têm estas versões atualizadas e planejam atualizar o Windows 7 ou 8 para o Windows 10 terão o seu Avast transferido para o Windows 10 ao mesmo tempo.

Para os usuários que atualmente utilizam antigas versões do Avast, sugerimos enfaticamente que atualizem o seu Avast antes de mudar para o Windows 10 para garantir uma transição tranquila.

6, junho, 2015

Computadores precisam de antivírus. Smartphones não. Certo?

Mulher utilizando smartphone

O seu smartphone significa muito para você: proteja-o contra hackers e ladrões com o Avast Mobile Security

É muito comum encontrar pessoas que estão preocupadas com os vírus e os malwares para Windows que dizem: “Bem, o meu computador está protegido com o Avast Antivírus, mas isto não é preciso nos nossos smartphones e tablets”.

Há mais de 230 milhões de usuários do Avast Antivírus e “apenas” 60 milhões de usuários Android do Avast Mobile Security. A cada segundo, muitos mais aparelhos móveis são vendidos do que desktops e notebooks juntos. Por que as pessoas não estão preocupadas com a segurança dos seus smartphones assim como estão dos seus desktops?

Escrevemos recentemente sobre uma pesquisa do AV-Comparatives que mostra que o Avast Mobile Security é a escolha número 1 dos usuários de Android. Nela mostramos que os usuários Android nos Estados Unidos protegem os seus telefones mais do que ninguém: 31% dos que responderam à pesquisa têm proteção nos seus smartphones. Na América do Sul, Ásia e Europa, o número de pessoas é muito menor: 17%.

E os outros usuários do Android?

- Você está consciente de que o malware para aparelhos móveis está crescendo?

- Você se dá conta que (muito provavelmente) têm muito mais informações pessoais no seu smartphone do que no seu PC? Como fotos, selfies, contatos, vídeos e também informações bancárias e financeiras?

- O que aconteceria se um dos seus aplicativos estiver utilizando as suas informações pessoais contra você, como o aplicativo pornográfico que furou a barreira do Google Play imitando o popular Dubsmash que descobrimos recentemente?

O seu aparelho Android precisa de proteção

O Avast Mobile Security e um aplicativo completo para a proteção Android. Está completamente focado em funções de segurança e privacidade.

Talvez você tenha um amigo ou a sua namorada que deveriam estar lendo isto… Aproveite a oportunidade para apresentá-los ao Avast Mobile Security e ensine algumas dicas sobre segurança móvel. Talvez vejamos um mundo melhor protegido se reduzissemos o número de aparelhos desprotegidos e os cibercriminosos tivessem mais trabalho para roubar dos inocentes. Baixe o Avast Mobile Security gratuitamente na Google Play.

Ganhe o Avast Mobile Premium de graça

Na última atualização do Avast Mobile Security, acrescentamos um programa de recomendação para que você possa indicar o Avast Mobile Security aos seus amigos e familiares. Você não só estará recomendando o melhor aplicativo de segurança disponível na Google Play, mas também será recompensado por isto: você pode ganhar o Avast Mobile Premium por até três meses de graça!

Veja como funciona: Para cada 5 amigos que você enviar um SMS recomendando o Avast, você ganhará um mês de graça do Avast Mobile Premium. Legal, né?

Faça uma boa ação hoje: diga a alguém que você se preocupa que os smartphones e tablets tenham um aplicativo de segurança instalado e atualizado.

15, dezembro, 2014

Perigos na internet: nós somos os nossos piores inimigos

Hoje, a maior ameaça ao consumidor comum é o próprio consumidor.

Esta afirmação rotunda foi feita pelo CEO da Avast, Vincent Steckler, em uma entrevista na semana passada em Munique, ao site de tecnologia alemão Valuetech. Esta é uma afirmação ousada depois de um ano de revelações sobre a espionagem da NSA, o roubo de 10 milhões de senhas de usuários das lojas Target e Home Depot, o recente episódio de hackers na Sony Pictures, além do desfile normal dos malwares, trojans e vírus, mas é uma afirmação que tem Steckler por detrás.

Veja a entrevista aqui (04:00):

Steckler tem uma boa razão para a sua conclusão. Aqui estão alguns dos principais pontos que ele tocou durante a entrevista.

A engenharia social ataque a fragilidade humana

“Muitos ataques ainda utilizam técnicas de engenharia social, por exemplo os emails phishing, como formas de convencer o usuário a fornecer informações relevantes”, disse Steckler.

Um exemplo destes emails phishing ocorreu logo após a Black Friday, quando cibercriminosos enviaram milhões de emails de confirmação de compras falsos aos clientes de grandes lojas. Você pode ler a respeito e aprender o que fazer se foi uma das vítimas em nosso blog, Fake confirmation emails from Walmart, Home Depot, others in circulation.

O equívoco chamado Mac

Os usuários do Mac são conhecidos por falar que não utilizam proteção antivírus porque eles nunca tiveram nenhum problema com vírus. Mas, na verdade, é apenas um jogo de números.

“Não há uma diferença fundamental”, disse Steckler sobre a segurança dos PCs e Macs. “O Mac não é por si só mais seguro, como tecnologia, do que o Windows. O que faz a diferença é que o que é mais conveniente para um ataque cibernético”.

Ele explica que o malware escrito para Windows pode atacar até 93% dos computadores do mundo. O malware para Mac atinge apenas 7-8% dos computadores em todo o mundo. A segurança se apoia no menor número de aparelhos Mac do que uma vantagem técnica de segurança.

Redes domésticas são tão complicadas quanto as das pequenas empresas

Com a interconectividade dos aparelhos domésticos – desde computadores, celulares, TVs e até refrigeradores, Steckler compara a rede doméstica típica com a das pequenas empresas.

“O ponto fraco central da ‘Internet das coisas’ vai ser o roteador doméstico – aquele aparelho que conecta todos os outros -”, disse Steckler, “e basicamente não contém nenhuma segurança em si mesmo”.

O Avast 2015 procura solucionar esta falta de segurança incluindo o novo escâner de Segurança da Rede Doméstica.

Comments off
23, junho, 2014

Administrando a segurança da rede de PCs de sua microempresa

Hoje em dia, um microempresário não depende apenas de um escritório, um estagiário e uma boa visão de negócios para ter sucesso. É preciso também ter uma boa infraestrutura de rede de computadores para manter seus arquivos e dados protegidos de ataques de hackers e espiões online. Entretanto, alguns investidores só percebem isso quando a empresa já está funcionando, ou pior, após ter seus dados perdidos após um ataque.

Você não precisa ser um especialista em TI para monitorar os dados de sua micro empresa por si só

Você não precisa ser um especialista em TI para monitorar os dados de sua microempresa por si só

Decidimos usar este momento que marca os 2 anos de aniversário das denúncias contra a NSA (Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos) para uma série de textos sobre como microempresários com pouco conhecimento de informática podem administrar suas redes de computadores. Este aqui é o nosso primeiro artigo.

Se você é uma das milhares de pessoas que só usam o computador para ler e-mails, baixar vídeos, compartilhar fotos em redes sociais e conversar via Skype, não entre em pânico! Acredite, você pode ser o próprio administrador de sua rede de computadores.

Entretanto, aconselhamos primeiro você a procurar alguém com algum conhecimento técnico para ajudar na escolha das máquinas e softwares correto para o seu trabalho. Em termos de hardware, há muitas opções, mas com relação ao sistema operacional (SO), o Windows continua sendo o melhor custo-benefício (mesmo para os fiéis do WindowsXP) e um dos mais populares, embora há outras marcas no mercado que satisfazem o gosto de cada empresário.

Caso você fique em dúvida sobre qual SO utilizar, o ideal é entrar em contato com um consultor de Tecnologia da Informação (TI), o que geralmente envolve custos, ou então usar o seu network de contatos para discutir com outros empresários as soluções utilizadas por eles. Em último caso, você pode também falar com seu sobrinho ou filho de 18 anos apaixonado por computadores. Eles com certeza vão te ajudar nesta decisão!

Entretanto, até aqui não há muito segredo. O problema começa quando investidores passam a perguntar para si mesmos como eles vão administrar a pequena rede de computadores que está a ponto de ser criada. E é aí que se torna importante a utilização de um antivírus empresarial neste processo.

Isso porque muitos empresários optam por usar um antivírus feito para consumidores em seus negócios, o que do ponto de vista prático não há nada de errado, pois em muitos casos não é ilegal adquirir este tipo de produtos para empresas; só que, o que pouca gente sabe, é que o antivírus comercial pode dar a um empresário o controle do nível de segurança da sua rede direto de seu PC.

A avast!, por exemplo, tem o avast! Endpoint Protection que possui o Small Office Administration, onde você pode se tornar o próprio administrador de sua rede. Com o console de administração remota, você vê na tela do seu computador o que está acontecendo com o antivírus em sua empresa sem precisar vistoriar cada PC pessoalmente. Portanto, se seu estagiário ignorar as chamadas de vírus, você estará informado da situação e poderá resolver o problema sem sair da sua mesa.

O avast! Endpoint Protection possui uma interface amigável, onde o operador utiliza o cursor de tela para clicar nas opções de administração desejáveis (tudo em língua portuguesa). Ou seja, é um ambiente bem familiar para muitos dos usuários de computadores que têm um conhecimento básico de TI. Sem exageros, com o avast! Endpoint Protection até mesmo seu sobrinho ou filho de 18 anos pode se tornar o administrador de sua pequena rede de computadores.

Portanto, a nossa primeira dica para quem está no processo de implementação do sistema de TI em uma microempresa é: procure por um antivírus empresarial em vez de um feito para consumidores finais. Isso pode fazer uma grande diferença na segurança dos seus arquivos e dados comerciais.

Na segunda-feira que vem vamos discutir algumas das dificuldades que a maioria dos microempresários enfrentam durante a implementação de uma rede de computadores. Até lá!

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook,TwitterGoogle+ Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off
16, maio, 2014

Como corrigir um falso alerta da Central de Ações do Windows?

howto2_enPergunta da semana: depois de uma atualização do avast! eu recebi um aviso da Central de Ações da Microsoft dizendo que o meu antivírus não estava funcionando. Ele está funcionando. Como eu removo este aviso?

A Central de Ações da Microsoft é um gerenciador centralizado de importantes mensagens sobre segurança e manutenção e toma ações que podem ajudar a manter o seu computador Windows rodando sem problemas. Se um item estiver marcado em vermelho, isto indica que um problema significativo deve ser corrigido em breve, por exemplo, se o seu programa antivírus precisa ser atualizado.

O Windows verifica regularmente se um programa antivírus está instalado no computador, se está sendo executado e se está atualizado. O estado do seu programa antivírus é mostrado na Central de Ações do Windows ou na Central de Segurança. Contudo, o Windows não detecta todos os programas antivírus.

O Evangelista da AVAST, Bob G., criou um novo vídeo que mostra uma forma fácil de corrigir a mensagem da Central de Ações da Microsoft quando o problema for a proteção antivírus.

A Microsoft também oferece instruções para definir que já está sendo utilizando um programa antivírus que o Windows não detectou.

Veja outros vídeos tutoriais que Bob criou no YouTube.

Faça uma pergunta

Se você tiver uma pergunta sobre qualquer dos produtos da AVAST, por favor, envia-a para wannabesocial@avast.com. Se nós respondermos à sua pergunta, você irá ganhar um ursinho de pelúcia do avast!.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off
17, dezembro, 2013

Vai comprar um smartphone? Está difícil decidir?

smartphones_rect

Está pensando nas últimas compras de Natal? Pensa em comprar um smartphone? Todo cuidado é pouco com as falsas propagandas e com os vendedores que desejam “empurrar” um produto para você. Aqui vão algumas dicas das características técnicas dos aparelhos que você deve buscar.

  • Marca: a decisão entre um iPhone, um Windows Phone ou um Android é básica. Fãs sempre entram em discussões intermináveis. A Apple é um mercado fechado em si, estável, mas amarrado, de preço elevado. O Windows tem o atrativo de ser “o mesmo sistema que você utiliza no computador”, mas, em geral, traz consigo a carga negativa nas avaliações dos usuários. O Android é um software livre que domina 80% do mercado e é atrativo para os usuários querem “dominar” a tecnologia dos aparelhos que usam.
  • Versão do sistema operacional e atualizações. As empresas param de distribuir atualizações após certo tempo (geralmente, um ano e meio ou dois). Por isso, cuidado ao escolher aparelhos que estão no final do seu ciclo de vida. Nossa sugestão é não comprar nada com Android anterior à versão 4. Não compre algo “pensando em uma atualização futura”. O telefone tem de ser bom agora! As versões antigas dos sistemas operacionais limitam o acesso a aplicativos e funções mais recentes. Quando o assunto é iPhone, esqueça o 4, que foi lançado há 3 anos.
  • Design e tamanho da tela. Na prática você utilizará o telefone todos os dias do ano. A beleza e, principalmente, a comodidade do tamanho da tela são importantes. O preço vai junto. Não se deixe iludir: em 2013, telefones “enormes” foram lançados. Pense se você vai querer levar um trambolho o tempo todo no bolso ou na bolsa…
  • A quantidade de memória RAM e o processador também são importantes. Ninguém quer um celular bonito, mas lento. Não deixe de ler os comentários dos usuários e as revisões técnicas dos aparelhos: sempre há dicas e conclusões que nos permitem saber mais do seu desempenho. Compre algo com pelo menos 1Gb de memória interna (RAM), especialmente para que o aparelho não engasgue com vários aplicativos abertos ao mesmo tempo.
  • Espaço livre. Há aparelhos que não tem compartimento (slot) para um cartão externo. Se você é dos que gosta de vídeos e músicas, não procure algo com menos de 16Gb ou pode se arrepender no futuro. Lembre-se que uma parte do espaço é ocupado pelo próprio sistema operacional e os aplicativos. Jogos são geralmente grandes consumidores de espaço.
  • Câmera: a evolução do sistema operacional costuma melhorar a qualidade das fotos, especialmente as noturnas. Alguns aparelhos dispõem de estabilizadores, o que facilita tirar fotos em movimento. Se você é exigente, cuidado com aparelhos que não tenham pelo menos 8 megapixels, ou você pode se decepcionar com a qualidade das fotos. Uma câmera frontal pode ser necessária se você deseja fazer fotos suas ou utilizá-la em videochamadas.
  • Preço. Há aparelhos à prova de água, mais leves ou mais pesados, com maior tempo de vida útil de bateria, e vários outros itens a serem considerados. Mas a maioria de nós terá de terminar a busca pensando em custo e benefício. Decida quais as características são imprescindíveis para você. Ah!, cuidado para não comprar um telefone falsificado, baratinho, baratinho…

Já decidiu? Já comprou? Lembre-se da primeira coisa que você deve fazer ao comprar um Android: instalar o avast! Mobile Security e desfrutar de suas funções antifurto!

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off