Protecting over 230 million PCs, Macs, & Mobiles – more than any other antivirus

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘Wi-Fi’
21, maio, 2015

A maioria dos brasileiros está sob risco de ataques online

Uma recente pesquisa feita com mais de 23 mil usuários de internet no Brasil, aponta que a grande maioria deles está sob alta exposição online e corre sérios riscos de sofrer ataques de vírus a qualquer momento. Isto porque, 73% dos entrevistados confessaram que acessam constantemente redes de Wi-Fi públicas sem nenhuma proteção.

smartphone e tablet

Ao tomar seu café você acessa Wi-Fi aberta sem VPN? Então, cuidado!

 

Nos últimos 5 anos houve uma proliferação dos chamados “hotspots”, os pontos de conexão à internet que são abertos à qualquer pessoa com um aparelho que possua acesso Wi-Fi. Na maioria dos casos, esses ambientes não exigem nenhum tipo de registro ou senha para o acesso online, o que dá à qualquer pessoa a possibilidade de realizar ataques em massa atingindo todos os usuários conectados àquela rede. De acordo com a pesquisa, 55% dos usuários disseram que não desligam seus transmissores de Wi-Fi, fazendo com que seus dispositivos fiquem abertos a ataques mesmo quando não estão sendo utilizados. No geral, 8 em cada 10 pessoas pesquisadas admitiram usar mensalmente Wi-Fi pública, sendo que 48% delas afirmaram fazer isso diariamente ou semanalmente. Entretanto, somente 7% utilizam algum tipo de proteção de criptografia, como um VPN (Virtual Private Network).

O VPN é um aplicativo que faz com que a sua navegação na internet ocorra em um ambiente privado, ou seja, se um cibercriminoso utilizar uma Wi-Fi aberta para infectar ou “crackear” dispositivos, ele não conseguirá ter acesso ao equipamento conectado via VPN simplesmente porque todos os dados ali estarão criptografados.

“A maioria dos brasileiros não percebe que todas as informações pessoais em seus dispositivos móveis ficam indefesas em redes Wi-Fi públicas, se usadas sem proteção. Estas redes facilitam o acesso para ataques de hackers a milhões de consumidores brasileiros diariamente”, explica Vince Steckler, CEO da Avast Software e que esteve no Brasil recentemente analisando os resultados desta pesquisa.

Preocupação com perda de logins e dinheiro 

Ainda de acordo com esta pesquisa, 28% dos respondentes disseram que ao acessar uma rede de Wi-Fi aberta têm medo de ter seus dados de login (como nome de usuário e senha) roubados, enquanto que outros 26% se preocupam em ter suas contas bancárias acessadas. Outros 17% demonstraram preocupação com seus conteúdos publicados em salas de bate-papo, e-mails e fotos privadas. Uma minoria de 16% diz não ter nada a esconder.

A Avast foi ainda mais longe e fez um experimento único no Brasil que prova a fragilidade das redes de Wi-Fi públicas em São Paulo. Seguindo o mesmo teste feito há alguns meses em 9 cidades ao redor do mundo, incluindo San Francisco, Nova York, Londres e Seul, onde através de um aparelho de monitoramento de tráfego online foi possível observar as atividades da maioria dos usuários de Wi-Fi aberta, a Avast visitou os principais pontos de Wi-Fi pública/aberta na capital paulista e descobriu que a maioria devastadora dos aparelhos conectados a essas redes podem ser facilmente hackeados.

Mais detalhes deste experimento em São Paulo serão publicados neste blog muito em breve. Portanto, mantenha-se conectado conosco – via Wi-Fi segura!

Enquanto isso vale a pergunta: como você acessa uma Wi-Fi aberta?

 

Categories: Sem categoria Tags: , , , , ,
3, fevereiro, 2015

Copo d’água, senha do Wi-Fi ou os dois?

No mês passado, a minha irmã publicou no Facebook o meme abaixo, causando uma enxurrada de comentários hilários, e eu não poderia deixar de escrever sobre isso.

Wi-Fi_Water

Esta imagem foi compartilhada por quase 270 mil pessoas em janeiro, seguida de comentários ainda mais engraçados que a imagem em si. Aqui compartilho alguns deles:
“Nossa, parece que eu vi isso sábado”, disse uma das pessoas envolvidas na conversa. “Abafa o caso!”, foi a resposta recebida.
E como não poderia deixar de ser, apareceu por lá os chamados “cara de pau” que não têm medo de assumir a dependência cibernética:
“Eu peço os dois”. Ou então: “nem digo bom dia”. E ainda tem os amigos do dia a dia: “Agora é bom que chego e ele já conecta automaticamente. Rsrs…”

Outros lembraram de uma tradição brasileira que tem sido ignorada pela nova geração de “visitantes”:
“É verdade kkkkkkk. E o cafézinho? Muito difícil alguém pedir, talvez depois da senha…kkkkkkkk”

Teve um internauta que foi ainda mais direto:
“Se eu desligar meu computador nesse momento cai muita gente comigo”.

Sua internet: a nova porta de entrada de sua casa

Está ficando cada vez mais difícil de diferenciar o real do cibernético, mais ou menos como o que acontece no filme “A Origem” (Inception) em que Leonardo DiCaprio vive o papel de um “ladrão de sonhos” fazendo inserções nos sonhos das pessoas, as quais ficam confusas e tentam entender se estão vivendo uma realidade ou algo fruto de suas imaginações.

A internet das coisas está fazendo isso conosco. Cada vez mais precisamos de computadores para o nosso dia a dia, e a sua internet doméstica é a sua nova casa cibernética onde você trabalha, se diverte, descansa, pede uma pizza, realiza compras, verifica a conta bancária, etc. E quando alguém vem visitar a sua casa, digo a casa real em concreto e aço, o seu lar cibernético também é compartilhado.

Portanto, ao entregar a senha de acesso à sua Wi-Fi você está também abrindo as portas de sua casa virtual no melhor estilo: “entre e fique à vontade”.

Isto dito, seria um tanto quanto ingênuo acreditar que criminosos não estariam de olho neste seu novo “lar nas nuvens”. Tente visualizar a seguinte situação: você faz uma festa em casa, convida por volta de 10 pessoas e dá o acesso de Wi-Fi a todas elas. Por trás disso, um hacker invade a sua rede de acesso à internet e consegue captar as informações enviadas entre o seu roteador e os servidores ao redor do mundo. Além de roubar as suas informações confidenciais em si, os hackers seriam capazes de atacar também os aparelhos de todos os seus amigos sem ninguém perceber. Duvida?

Publicamos recentemente um artigo falando do famoso grupo de hackers Lizard Squad que confessou utilizar redes domésticas de acesso à internet para realizar ataques à Sony e à Microsoft. Eles já teriam infectado em torno de meio milhão de roteadores no mundo. Ou seja, não são pequenas as chances de que a sua Wi-Fi esteja nesta lista.

O que fazer? Dar o copo d’água às visitas e desligar a Wi-Fi?

Vamos e convenhamos, tem muita gente que deixa a Wi-Fi desligada para não ter que compartilhar sua internet com ninguém, mas você não precisa fazer isso. Até porque privar seus amigos de um item tão importante nos dias de hoje pode representar a perda de um amigo(a) e ainda não ajudará a manter o seu “lar cibernético” seguro. Aqui vão as dicas de como garantir que sua internet esteja sempre protegida:

1) Crie um nome de usuário e (principalmente) uma senha forte para a sua Wi-Fi, de preferência usando letras maiúsculas e minúsculas, números e os chamados caracteres especiais (exemplo: AvastS@15).

2) Configure o seu DNS: através de um DNS vulnerável, cibercriminosos podem levar o seu tráfego online para páginas falsas que parecem reais. Ou seja, você pode acessar uma página do seu banco que é falsa mas que parece muito com a verdadeira. Ao digitar os dados de sua conta ali você não acessa sua conta, mas informa hackers como acessá-la. Aprenda aqui e aqui como configurar o seu DNS

3) Faça o escaneamento da sua rede: assim como você escaneia o seu computador em busca por vulnerabilidades, o mesmo precisa ser feito em sua rede de acesso à internet. A Avast foi a primeira empresa de antivírus a implementar este tipo de ferramenta no mercado. O Home Network Security está disponível gratuitamente para todos os usuários do Avast (tanto na versão grátis quanto paga).

De resto, aproveite a visita de seus amigos e familiares jogando conversa fora, dando boas risadas e compartilhando vídeos e fotos online. Ah, e não esqueça de oferecer o copo d’água e o cafezinho para manter a tradição em dia!

Mais de 200 milhões de pessoas e negócios confiam nos aplicativos de segurança da Avast Software para Windows, Mac e Android. Por favor, siga-nos no FacebookTwitter e Google+.

Comments off
30, julho, 2014

Crackers encontram uma maneira de invadir aparelhos iOS via Instagram

Esta semana está sendo bem movimentada para a equipe de desenvolvedores do Instagram. No último sábado, um rapaz chamado Mazin Ahmed, e que no Twitter se auto-intitula como “estudante, interessado em aplicativos de segurança” publicou em seu blog um texto afirmando que havia encontrado uma vulnerabilidade grave no Instagram e que qualquer pessoa navegando no site via wi-fi pública estaria sob risco de ser hackeado, inclusive usuários de iOS, sistema operacional da Apple.

Quem disse que iPhones não podem ser hackeados?

Quem disse que iPhones não podem ser hackeados?

Mazin diz que enviou a informação ao Facebook, que há pouco mais de 1 ano comprou o Instagram por uma quantia em torno de 1 bilhão de dolar, mas a empresa teria respondido que já está ciente do problema e que trabalhará para resolver isso no futuro, entretanto, no momento, aceita os riscos desta falha. O texto de Mazin na íntegra e com a suposta resposta do Facebook, em inglês, pode ser lido aqui.

Se isso já não é o bastante, um programador conhecido como Steve Graham, ratificou o problema na segunda-feira, publicando o passo a passo de como conseguiu invadir e raquear um aparelho iOS. Ele garante que poderia facilmente tomar o controle do telefone se quisesse através dessa vulnerabilidade no Instagram.

O que realmente surpreende é o fato de que mesmo aparelhos iOS, cujos usuários têm orgulho de dizer que não estão sob riscos de ataques, foram hackeados e invadidos através desta falha. Isso leva a uma outra discussão: telefones celulares e tablets são realmente mais seguros do que PCs? E o iOS, é realmente um sistema operacional que não abre brechas para ataques? E será que outros aparelhos, como o Windows Phone, não estão suscetíveis a possíveis invasões de hackers?

As respostas para essas perguntas ficam a critério de nossos leitores. Entretanto, no meio tempo, para evitar furto de identidade em wi-fi pública, o ideal é instalar no celular algum tipo de aplicativo que criptografa dados, tornando-os ilegíveis.

É bom lembrar que somente equipamentos conectados via internet pública estão sob risco, portanto, o uso do Instagram de maneira geral em casa ou em outras conexões privadas estão (até o momento) seguras.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook,TwitterGoogle+ Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off
18, julho, 2013

Seis razões para utilizar o avast! SecureLine em suas viagens

Quer esteja em viagem a trabalho ou de férias, você não quer se preocupar com a segurança dos seus aparelhos ao se conectar à internet. Utilizar uma rede WiFi na cafeteria, no aeroporto ou no hotel é um sério risco de segurança que requer proteção adicional para os seus dados e o seu computador.

O avast! SecureLine VPN agora está completamente integrado a todos os produtos avast! gratuitos e premium. Aqui estão as seis principais razões pelas quais você deve utilizar o avast! SecureLine VPN:

1. Ocultar os seus dados dos ladrões: o avast! SecureLine VPN criptografa as suas comunicações nas redes WiFi públicas. Isto significa que alguém que esteja bisbilhotando a sua conexão verá apenas dados ininteligíveis em vez dos seus emails, arquivos, senhas, etc.

2. Evitar que bisbilhoteiros ouçam as suas chamadas VOIP: o avast! SecureLine VPN torna seguras e protegidas as suas conversas por voz ou vídeo através da internet quando você utiliza o Skype ou o Viber, por exemplo. Isto permite que você fale com as pessoas sem medo de que a conversa esteja sendo gravada por cibercriminosos, ou pelo seu provedor de internet ou até mesmo pelo governo!

3. Impedir que os buscadores registrem as suas pesquisas: os buscadores como o Google ou o Bing rastreiam o seu histórico de buscas e anexam esta informação ao seu endereço IP, enviando depois a outros sites. Isto pode ser utilizado para personalizar as propagandas e as futuras buscas. O avast! SecureLine VPN impede este rastreamento mascarando o seu verdadeiro endereço IP.

4. Permitir que você baixe (ou suba) arquivos com privacidade: se você estiver compartilhando planos de negócios sigilosos, documentos de um processo judicial ou matrimonial, ou quiser se proteger de um processo por quebra de direitos autorais por causa do uso excessivo de torrents e P2P, o avast! SecureLine VPN vale o dinheiro investido para garantir a sua privacidade e proteção.

5. Proteger os seus dados de login/contas pessoais: você corre um risco quando utiliza redes WiFi abertas ou gratuitas que não requerem uma senha, ou mesmo as que utilizam apenas a criptografia WEP ou uma combinação de nome/senha simples como as dos hotéis. Quando você utiliza uma destas redes WiFi e depois se conecta ao avast! SecureLine VPN, todo o seu tráfego da internet é criptografado e oculto dos hackers.

6. Tornar a sua navegação anônima: não se preocupe de que a sua obsessão pelo Pokémon seja descoberta. O avast! SecureLine VPN oculta o seu endereço IP para manter as suas atividades privadas. Conectar-se a um servidor VPN também permite que você burle as restrições de censura e possa acessar a internet sem restrições ou a censura do governo.

BÔNUS: Acessar sites bloqueados em alguns países (geo-blocked): quando estiver viajando, você perceberá que alguns sites com o Netflix, o Pandora e o Hulu estão bloqueados devido ao local onde você se encontra. O avast! SecureLine VPN permite que você se conecte a um servidor de outro país, permitindo o acesso a seus sites sem problemas.

Se você viaja muito, pode comprar uma licença de uso anual do avast! SecureLine VPN ou, se você apenas está viajando algumas semanas de férias, pode comprar uma licença mensal. De qualquer forma, proteja a sua privacidade e a segurança dos seus dados com o avast! SecureLine VPN.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram.

Comments off