Protecting over 230 million PCs, Macs, & Mobiles – more than any other antivirus

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘Microsoft’
19, junho, 2015

Microsoft planeja criar novos jogos para PC: vida longa aos laptops e desktops

Lembro que em 2011 quando os tablets se tornaram uma febre no mundo todo, muitos dos meus amigos chegaram a afirmar categoricamente que aquilo representava o fim dos laptops e desktops. E o lançamento do Windows 8 em 2012 praticamente ratificou esse pensamento, já que o novo software tinha uma linguagem muito mais voltada aos tablets do que aos PCs convencionais. Entretanto, conforme entramos na segunda metade desta década, percebemos que a coisa não é bem assim…

laptop using Wi-Fi

Laptops ainda não saíram de moda e continuam com força total

Essa semana durante uma entrevista na PC Gaming Show, Phil Spencer, chefe da divisão Microsoft Xbox, revelou que a empresa agora irá criar novos jogos para PC, inclusive ele deu a entender que os usuários poderão até mesmo escolher entre jogar um jogo no Xbox ou no PC, ou seja, estaria vindo aí jogos que poderiam rodar em múltiplas plataformas.

Independentemente de qualquer coisa, a verdade é que “o surto tablet” parece perder força no mercado e o PC convencional continua a ter uma função importantíssima nos dias de hoje. Talvez porque os smartphones tamanho GG+ também têm ganho um grande espaço no mercado. Ou, como diria um amigo meu, cada caso é um caso e cada tipo de computador tem uma função diferente, que depende da necessidade do usuário.

Estive pensando sobre isso e acredito que ele tem razão. Enquanto os tablets são uma “mão na roda” para acessar a internet rapidamente em casa ou em viagens, o computador com o teclado continua a ser a principal maneira como estudantes redigem seus trabalhos ou pessoas de negócios analisam dados. Talvez isso um dia mudará, pois a história nos mostra que uma vez que o ser humano se acostuma com algo diferente, dificilmente ele retorna a usar coisas do passado.

Enfim, prós e contras sempre existirão e o tempo nos mostrará se o laptop está prestes a morrer ou não. Entretanto, o tão aguardado lançamento do Windows 10 também prova que ainda há muita vida para os laptops. A Microsoft retornou com seu famoso botão “Iniciar”, dando mostras de que a empresa realmente continua focada em atender a demanda por PCs convencionais.

O Brasil se tornando mais mobile

Embora a situação parece estar um pouco “cinza” para tablets (que apesar do aumento em vendas não atingiu as projeções do ano passado) e PCs no Brasil, o mercado de telefone celular não para de crescer. Segundo a IDC Brasil em 2014 os brasileiros compraram o relativo a 104 smartphones por minuto no país.

Isso reforça a ideia de que em posse de celulares maiores e mais potentes, consumidores estão cada vez menos usando seus PCs e tablets para o acesso diário à internet. Em outras palavras, o Brasil está se tornando mais móvel (ou mobile como se costuma dizer por aí), o que vem alimentar um mercado já bem fortalecido e, agora mais do que nunca, estável.

E você, caro leitor? Que tipo de aparelho você usa aí na sua casa? PC, tablet ou celular? Ou uma variedade de todas essas opções dependendo do momento?

 

12, junho, 2015

Avast e Windows 10

Image via TechRadar

O próximo Windows já está chegando. (Imagem do TechRadar)

Na semana passada, a Microsoft confirmou que o lançamento oficial do Windows 10 será no dia 29 de julho e estará disponível como uma atualização gratuita para os usuários do Windows 7 e Windows 8.1 (durante 12 meses). Você pode reservar a mais nova versão do sistema operacional que será lançada em 190 mercados diferentes em todo o mundo. Antecipando-se ao novo sistema operacional da Microsoft, este artigo da Techradar faz uma retrospectiva do sistema operacional:

Com o Windows 8 e o Windows 8.1, a Microsoft tentou – sem um sucesso completo – entregar um sistema operacional que pudesse gerenciar as necessidades não somente de estações de trabalho e aparelhos de jogos de última geração, mas também sistemas de controle por toque de PC familiares tudo-em-um, ultranotebooks e tablets.

Agora, o Windows 10 surge como um sistema operacional otimizado para PCs, tablets e telefones de uma forma única: um movimento realmente inovador da Microsoft. O seu lançamento se aproxima rapidamente e os entusiastas da tecnologia em todo o mundo estão curiosos para ver como será o desempenho deste sistema operacional.

O Avast será compatível com o Windows 10?

Claro e para mostrar que o Avast é compatível com o Windows 10, a versão V2015 R2 e as seguintes já são compatíveis com o Windows 10. Os usuários que atualmente têm estas versões atualizadas e planejam atualizar o Windows 7 ou 8 para o Windows 10 terão o seu Avast transferido para o Windows 10 ao mesmo tempo.

Para os usuários que atualmente utilizam antigas versões do Avast, sugerimos enfaticamente que atualizem o seu Avast antes de mudar para o Windows 10 para garantir uma transição tranquila.

16, maio, 2014

Como corrigir um falso alerta da Central de Ações do Windows?

howto2_enPergunta da semana: depois de uma atualização do avast! eu recebi um aviso da Central de Ações da Microsoft dizendo que o meu antivírus não estava funcionando. Ele está funcionando. Como eu removo este aviso?

A Central de Ações da Microsoft é um gerenciador centralizado de importantes mensagens sobre segurança e manutenção e toma ações que podem ajudar a manter o seu computador Windows rodando sem problemas. Se um item estiver marcado em vermelho, isto indica que um problema significativo deve ser corrigido em breve, por exemplo, se o seu programa antivírus precisa ser atualizado.

O Windows verifica regularmente se um programa antivírus está instalado no computador, se está sendo executado e se está atualizado. O estado do seu programa antivírus é mostrado na Central de Ações do Windows ou na Central de Segurança. Contudo, o Windows não detecta todos os programas antivírus.

O Evangelista da AVAST, Bob G., criou um novo vídeo que mostra uma forma fácil de corrigir a mensagem da Central de Ações da Microsoft quando o problema for a proteção antivírus.

A Microsoft também oferece instruções para definir que já está sendo utilizando um programa antivírus que o Windows não detectou.

Veja outros vídeos tutoriais que Bob criou no YouTube.

Faça uma pergunta

Se você tiver uma pergunta sobre qualquer dos produtos da AVAST, por favor, envia-a para wannabesocial@avast.com. Se nós respondermos à sua pergunta, você irá ganhar um ursinho de pelúcia do avast!.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off
17, março, 2014

AVAST continuará a dar suporte ao Windows XP para usuários domésticos e corporativos

800px-Microsoft_Windows_XP_logo_and_wordmark.svgEm “anos de internet”, o Microsoft Windows XP nasceu há muito tempo atrás. Foi lançado em agosto de 2001 e agora, daqui a menos de um mês, no dia 8 de abril de 2014, a Microsoft irá parar de fornecer suporte e atualizações de segurança. As atualizações de segurança corrigem vulnerabilidades – que podem ser aproveitadas por malwares – e também ajudam a manter os usuários e seus dados com segurança. Ao ser descontinuado, o uso do XP em residências, empresas, escolas, hospitais e caixas automáticos em todo o mundo, pode trazer sérios riscos de segurança global.

O avast! continuará a dar suporte aos usuários do Windows XP criando módulos de proteção e detecção para cobrir as vulnerabilidades e outros problemas de segurança pelo menos nos próximos três anos. Nossa última versão, o avast! Free Antivírus 2014, funciona perfeitamente em máquinas mais antigas que rodam o Windows XP e por ser mais leve, rápido, e consumir menos recursos, torna o avast! a escolha perfeita. O avast! protege mais usuários do XP que todos os demais antivírus. E você pode utilizá-lo gratuitamente. Baixe o avast! Free Antivírus.

O que isto significa para as empresas em todo o mundo?

O término do suporte da Microsoft significa que você não mais receberá atualizações de segurança nem suporte gratuito para o Windows. Grandes consumidores terão a opção de subscrever-se a um programa chamado “Suporte personalizado”, um contrato de suporte suplementar, mas não estará disponível para pequenas e médias empresas nem para os usuários domésticos.

Em uma pesquisa informal dos parceiros da AVAST, descobrimos que muitas empresas ainda utilizam o Windows XP e adiaram a atualização do sistema operacional por questões de limitação de orçamento e também por razões de compatibilidade com o hardware e os softwares utilizados.

Frank Mayer, um parceiro da AVAST na Grécia disse que a maioria dos seus clientes ainda estão utilizando o Windows XP, mas por conta da atual crise financeira no país, “não prevê uma mudança a curto prazo. Nesta crise, ninguém investe facilmente em novos PCs e/ou sistemas operacionais”.

“Na Romênia, a maioria dos computadores em instituições públicas ainda utilizam o Windows XP e cerca de 75% deles não suportam uma atualização para o Windows 7 ou 8 devido a limitações de hardware”, disse Claudiu Chirita do Easy Media SRL. “A mesma situação está presente no segmento SOHO (small office, home office) onde as atualizações de software também envolvem melhorias ou substituições de hardware.

Quantas pessoas ainda utilizam o Windows XP? Qual é o risco?

winXPpt1Estudos mostram que cerca de 30% dos usuários em todo o mundo ainda utilizavam o Windows XP em janeiro deste ano. O banco de dados do avast! mostra que 23,6% dos seus 211 milhões de usuários ainda rodam o Windows XP.

“Penso que os usuários não entenderam completamente o término do suporte ao XP”, disse Mladen Dumitraskovic da StudioNexT na Sérvia. “Eles precisam considerar as possíveis consequências e procurar soluções apropriadas. A decisão da AVAST de dar suporte ao XP nos próximos três anos é bem vinda, e penso que vai surpreender bem os nossos clientes habituais”.

Nos Estados Unidos, clientes corporativos estão “mais preocupados” com a sua segurança e seus planos são mais animadores. “Poucos não irão migrar depois de certo tempo, exceto os que utilizam sistemas offline”, disse J.R. Guthrie, presidente da Advantage Micro Corporation.

É uma boa notícia, por que os dados da telemetria do avast! mostram que os usuários do XP estão 6 vezes mais vulneráveis a um ataque do que os do Windows 7.

Usuários do Internet Explorer: mudem para um novo e mais seguro navegador

winXPpt3Muitos usuários do XP, como os da Rússia, ainda rodam Windows XP, mas são “indiferentes” e não se preocupam com questões de segurança, disse George Salnik, Engenheiro Chefe de uma empresa na Rússia. “Zero por cento das pessoas planejam atualizar o Windows XP. Somente quando comprarem um novo PC irão mudar automaticamente para o novo sistema operacional. Nossos clientes têm um orçamento justo: por que trocar algo que ainda funciona?”

Na Ucrânia, onde as tensões políticas estão em alta, nenhum cliente da Idealsoft está considerando atualizar o XP ainda. Depois de 2015, quando o suporte ao Microsoft Security Essentials terminar, “então eles irão pensar nisto. A situação no país não está estável no momento”, disse Evgen Shakula.

Algo que pode ajudar aqueles usuários que desejam estar mais seguros é mudar o seu navegador. Os usuários do XP frequentemente utilizam o Internet Explorer, que pode trazer graves riscos de segurança. No momento, o IE 8 é a última versão que roda no Windows XP, o que significa que já está 3 gerações atrasado e não mais recebe atualizações críticas.

O nosso conselho é: se você tem de continuar utilizando o Windows XP, mude para o Google Chrome. Ainda que vários especialistas discutam, o Chrome é o navegador mais seguro para Windows XP, e como o avast!, deve continuar a ser suportado pelo XP.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off
8, janeiro, 2013

Descoberta séria vulnerabilidade no Internet Explorer

Uma falha no Microsoft Internet Explorer (IE) 6, 7 e 8 pode permitir que hackers tomem o controle de computadores Windows se o usuário navegar por um site infectado. O relatório de segurança 2794220 da Microsoft foi publicado no final de semana passado logo após a informação ter se tornado pública neste blog: “Nós estamos cientes de que um pequeno número de ataques pode ser efetuado no momento. Esta falha permite a execução de um código remoto se os usuários navegarem em um site infectado com um dos navegadores afetados. Isto geralmente pode ocorrer quando um hacker consegue convencer alguém a clicar em um link de um email ou mensagem”.

A Microsoft lançou uma solução temporária para esta vulnerabilidade dia-0 até que possa disponibilizar uma atualização oficial.

Seja especialmente cauteloso se você estiver usando as versões 6, 7 ou 8 do Internet Explorer. As versões 9 e 10 não são afetadas por esta vulnerabilidade. Verifique qual a versão que você utiliza abrindo o IE, clicando no ícone da Ajuda (ponto de interrogação) no canto direito e escolha “Sobre o Internet Explorer”. Para atualizar uma antiga versão do IE clique em “Iniciar”, “Painel de Controle”, “Windows Update”.

Nós recomendamos que você troque o seu navegador para um mais seguro como o Google Chrome. Além de estar mais protegido do que com o IE 8, o Google Chrome é mais rápido e suporta HTML 5, dando-lhe uma navegação mais agradável. Baixe gratuitamente o Google Chrome aqui.

Comments off
18, outubro, 2012

Windows XP é infectado duas vezes mais que o Windows 7

No primeiro semestre de 2012, a Microsoft teve de remover o dobro malwares de computadores com Windows XP do que dos que rodam Windows 7 ou Vista. Esta foi a conclusão do Microsoft Security Intelligence Report.

Um por cento dos escaneamentos em Windows XP da Ferramenta de Remoção de Software Mal-intencionado descobre uma infecção. Este valor cai para 0,5% nas últimas versões do Windows.

Ainda que a Ferramenta de Remoção de Software Mal-intencionado não detecte todos os tipos de malware, concentra-se naqueles mais espalhados pelo mundo. A infecção mais comum é com Win32/Keygen, muito utilizada em keygens (geradores de chaves ilegais de ativação de programas).

O Brazil é o segundo país com mais detecções, perdendo apenas para os Estados Unidos. As infecções mais comuns são o TrojanDownloader:Win32/Banload e a família de cavalos-de-tróia Win32/Bancos. Ambas capturam senhas bancárias e as enviam por email ou através da internet, geralmente tentando desativar os softwares de segurança (antivírus e firewall) do usuário.

A família Adware:JS/Pornpop também é bastante comum. Trata-se de scripts Java que mostram propagandas popup. As primeiras versões eram exclusivas de sites pornográficos, depois se estendeu a outros.

Comments off
18, agosto, 2012

avast!: um dos poucos produtos a proteger contra as vulnerabilidades da Microsoft

De acordo com o estudo da NSS Labs, o avast! Internet Security e três outros produtos de segurança de um total de 13 produtos testados protegem seus usuários contra uma vulnerabilidade dos serviços XML da Microsoft e contra uma vulnerabilidade do Internet Explorer 8 (atualmente em cerca de 15% dos computadores do mundo).

Ambas as vulnerabilidades foram corrigidas pela Microsoft em junho e julho, respectivamente, mas os usuários que não atualizaram os seus sistemas estão, como é óbvio, em risco. Uma boa notícia para os usuários do avast! Free Antivírus, que recebem a mesma proteção dos usuários da versão paga do avast! Internet Security.

Ter o seu computador completamente atualizado é uma das regras de ouro da segurança.

Tradução do artigo de Milos Korenko.

Comments off