Dicas

O bom e velho conselho: faça backup!

Lisandro Carmona de Souza, 6 Fevereiro 2017

Fazer backup é uma rotina que muitos brasileiros ainda não têm. O aumento dos ransomwares ainda não foi suficiente para que as pessoas se conscientizassem.

O desafio de lutar contra os ransomwares – malwares que criptografam os seus arquivos e exigem o pagamento de um resgate para liberá-los – nos leva de volta às regras básicas de segurança. Você se lembra daqueles conselhos de sempre: mantenha o seu antivírus sempre ativo e atualizado, não abra anexos de email suspeitos, não utilize a mesma senha em todos os sites, faça backup online e offline dos seus arquivos? Pois é, eles continuam válidos.

As previsões da Avast para 2017 são de que este tipo de ataque – que é muito lucrativo para os criadores de malwares – deverá ser intensificado. Como empresa de segurança, é missão da Avast ajudar na conscientização dos usuários: mesmo com um número muito elevado de ataques, poucas pessoas se protegem eficazmente contra os ransomwares.

Além de lucrativos, os ransomwares estão disponíveis a baixo custo na internet e já não exigem conhecimentos técnicos sofisticados. Não só celebridades ou grandes instituições financeiras – como aconteceu com a XP Investimentos há poucos dias – serão vítimas, mas devido à eficácia das técnicas de engenharia social, muitos usuários podem se tornar vítimas de golpes phishing (técnica de utilizar emails para “pescar” dados pessoais e financeiros).

Por isso, nunca deixaremos de lembrar a importância do backup. Não só na nuvem, pois os ransomwares podem criptografar os seus arquivos que, ao serem sincronizados na nuvem, podem sobrescrever também os seus backups. Ganhe o hábito de fazer backup regularmente. Há muitas soluções, gratuitas e pagas, disponíveis para o seu computador ou smartphone. Qual a solução de backup que você recomendaria aos seus amigos?