Protecting over 230 million PCs, Macs, & Mobiles – more than any other antivirus

Arquivo

Arquivo da Categoria ‘Não categorizado’
19, fevereiro, 2015

Como manter a segurança online em um mundo cada vez mais digitalizado?

Há algumas semanas falei aqui sobre um memê que a minha irmã publicou no Facebook satirizando o nosso dia a dia atual em que oferecemos às visitas a senha da conexão Wi-Fi de casa em vez de um copo d’água ou café. Parece que muita gente não consegue mais viver sem ela: a internet. Estamos conectados 24 horas por dia, 7 dias por semana. Minha mulher recentemente até colocou uma nova regra em casa: o último a ir pra cama tem de desligar a Wi-Fi ou então fica sem chocolate no dia seguinte. Como tenho de perder alguns pesinhos a mais que ganhe no Natal, confesso que passei em branco algumas noites, o que me fez pensar: será que nosso dia a dia realmente se tornou totalmente digital?

Emails

Manter-se seguro em um mundo digitalizado está ficando cada vez mais difícil

A fabricante de hardware HP lançou no mês passado uma nova linha de tablets que me deixou com a pulga atrás da orelha. Onde vamos chegar neste mundo cibernético?

O lançamento se trata de um tablet capaz de captar um desenho feito em papel e imediatamente digitaliza-lo na tela do dispositivo. Além disso, a empresa ainda lançou um aparelho especialmente voltado para uso em hospitais, o qual possui uma capa protetora que impede a proliferação de bactérias. Assim, médicos poderiam utilizar um mesmo equipamento para visitar diferentes pacientes.

Em outras palavras, os dados de um único hospital (ou de uma ala de um hospital) poderá ser gerenciado de um único aparelho. Por um lado isso é muito positivo, pois dá a médicos e enfermeiros uma maior mobilidade e independência. Por outro, facilita o desenvolvimento de técnicas de roubos de dados de pacientes e informações sigilosas armazenadas online.

Quando o governo alemão anunciou há cerca de 6 meses que iria catalogar todos os seus dados em folhas de papel e guarda-los em gavetões trancados a sete chaves, muita gente chegou a dizer que isso é um exagero. Mas polêmicas à parte, isto mostra como o nosso mundo cibernético está cada vez mais complexo e preocupante.

Se no passado bastava apenas instalar um antivírus em seu computador para se sentir seguro online, hoje em dia é necessário mais do que isso. É preciso também manter certos cuidados online, principalmente em mídias sociais. Além do mais, temos de entender como nossos dados estão sendo guardados em bases de dados de terceiros e como os mesmos estão sendo manipulados. Uma tarefa extremamente difícil em um mundo em que há aplicativos até para pedir pizza…

Uma dica é manter o controle dos formulários que preenchemos online e off-line. Se há alguma desconfiança, então não preencha. Se não for usar aquele serviço mais, peça o cancelamento do seu cadastro e, por fim, mantenha seu computador, tablet e smartphone com um antivírus instalado e atualizado.

Uma outra dica é usar o VPN (Virtual Private Network), um recurso muito útil para pessoas que viajam com frequência e geralmente acessam internet aberta, como em shopping center, estádio de futebol, hotel e aeroportos. O VPN faz com que a sua navegação fique oculta em uma zona privada, portanto, se houver um ataque àquela rede, seu aparelho não será afetado.

Por fim, muito cuidado com suas senhas de acesso a e-mails e contas do banco, procure muda-las com frequência, principalmente se as mesmas são usadas para acessar perfis em redes sociais como o Facebook.

O nosso dia a dia digital nos obriga a dar uma atenção redobrada aos nossos dados online, mas não significa que você deva entrar em pânico e deletar todos seus perfis na internet! Simplesmente, mantenha-se precavido e estará seguro!

Mais de 200 milhões de pessoas e negócios confiam nos aplicativos de segurança da Avast Software para Windows, Mac e Android. Por favor, siga-nos no FacebookTwitter e Google+.

Categories: Não categorizado Tags:
16, fevereiro, 2015

Por que o roubo de celulares aumenta no Brasil e reduz no resto do mundo?

Dados recentes mostram que o furto ou roubo de celulares em 2014 aumentou 44% na cidade do Rio e assustadores 149,59% na cidade de São Paulo. A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo fez um acordo (Resolução 3/2015) com operadoras para garantir que bloqueios efetivos de aparelhos roubados sejam feitos em no máximo 12 horas após o registro do boletim de ocorrência (tanto na delegacia quanto pela internet).

thief-steals-phonePT

Além de bloquear o chip, cancelando a linha telefônica, também será feito o bloqueio do IMEI (número de identificação internacional exclusivo), impedindo que o celular se conecte às redes móveis, o que dificulta a venda ilegal pelo assaltante. Também está previsto um projeto de lei que proíba a comercialização de “desbloqueadores” do IMEI. Tudo isto para desencorajar novos roubos.

O Carnaval é uma época do ano onde este problema se agrava. Para bloquear o IMEI, faça um boletim de ocorrência (BO) na delegacia mais próxima ou via internet, tendo em mãos a nota fiscal do aparelho e seu número IMEI. Nos aparelhos Android, vá às Configurações > Sobre o telefone > Status. Não se esqueça também de solicitar o cancelamento da linha junto à sua operadora.

Como prevenir as dores de cabeça?

Se o seu orçamento não estiver apertado, o pior problema com o roubo do celular não é ter de comprar outro, mas impedir o mau uso dos seus dados privados e a migração dos dados para o seu novo aparelho.

O Avast Anti-Theft é um aplicativo independente que permite o bloqueio remoto do seu aparelho e o apagamento seguro de todos os dados do seu aparelho. Utilizando SMS ou a sua conta MyAvast, você pode encontrar o seu aparelho perdido ou garantir que seus dados estão seguros caso ele tenha sido roubado.

O Avast Mobile Backup é outro aplicativo que irá ajudar você na migração de um aparelho para outro. Com ele você pode fazer backup e, depois, restaurar em seu novo aparelho, todos os seus vídeos, músicas, fotos, contatos, log de chamadas e SMS, além dos seus aplicativos e seus dados (em telefones roteados).

Enquanto isso, pelo mundo afora, de acordo com a Reuters, os roubos de smartphones diminuíram drasticamente devido aos kill switches de fábrica. Nos Estados Unidos, por exemplo, em São Francisco, o número de aparelhos roubados caiu 40% e em Nova Iorque, 25%. Londres experimentou uma queda de 25%.

Mais de 200 milhões de pessoas e negócios confiam nos aplicativos de segurança da Avast Software para Windows, Mac e Android. Por favor, siga-nos no Facebook, Twitter e Google+.

13, fevereiro, 2015

Como desligar o alarme do Avast Mobile Security Anti-Theft

O Avast Mobile Security inclui muitas funções anti-furto que podem ajudar você a localizar o seu telefone perdido ou roubado. Você pode apagar os dados do seu aparelho remotamente, ele irá informar você se o seu cartão SIM tiver sido trocado e até permite que você tire fotos da pessoa que pegou o seu telefone. Outra ótima função do Avast Anti-Theft é o alarme. Eu decidi testar o alarme com um amigo meu, que tinha acabado de baixar o Avast Mobile Security, para ver como seria o efeito para o ladrão do celular.

O que faz o alarme do Avast Anti-Theft?

Screen Shot 2015-01-27 at 11.49.44O alarme do Avast Anti-Theft foi projetado para ser ativado quando você perde o seu telefone (mesmo que ele esteja escondido em algum quarto e no modo silencioso) ou se for roubado. Por padrão, quando ativado, o alarme informa continuamente e a um volume muito alto: “This phone has been lost or stolen!” (“Este telefone foi perdido ou roubado”). Nas configurações avançadas do Avast Mobile Security você pode personalizar a mensagem do alarme (caso não deseje utilizar a padrão). Você pode fazer isto em “Selecione o arquivo de som” ou “Gravar um som de alarme”.

O alarme foi projetado para assustar os ladrões de telefone, ou para alertar as pessoas ao redor do ladrão que o telefone pode estar nas mãos da pessoa errada. Quando iniciou o primeiro ciclo do alarme, tentamos abaixar o volume. Contudo, o alarme iniciou novamente no maior volume possível. Quando decidimos ver o que aconteceria se tirássemos a bateria, naturalmente o alarme foi silenciado, mas assim que a bateria é recolocada e o telefone ligado, o alarme é novamente disparado. Para dizer o mínimo, concordamos que isto será frustrante para o ladrão também.

Como desligar o alarme

Depois de um minuto testando o aplicativo, decidimos desligar o alarme utilizando um destes dois métodos possíveis:

MyAvast: Você pode controlar remotamente o seu telefone através da sua conta MyAvast. Na sua conta MyAvast você pode rastrear todos os seus aparelhos que têm os produtos Avast instalados. Dentro da conta MyAvast você pode enviar vários comandos ao Anti-Theft do seu telefone, incluindo a ativação e a desativação do alarme. Depois de entrar na sua conta MyAvast, clique no nome do aparelho móvel que você deseja controlar e depois clique no ícone do alarme. De lá você pode enviar o comando para ligar e desligar o alarme.

Comandos via SMS: Utilizando o PIN do Avast que você configurou quando instalou o Avast Mobile Security, você pode enviar comandos via SMS para controlar remotamente o seu telefone. Para desligar o alarme, envie um SMS com o PIN do Avast seguido de “SIREN OFF” (sem aspas) para o seu telefone.

Screen Shot 2015-01-27 at 11.46.02

Você pode ler mais sobre como configurar o seu smartphone para ser controlado remotamente aqui no nosso blog e pode encontrar a lista completa dos controles do Anti-Theft no nosso site.

Divirta-se com as funções do Anti-Theft, mas, por favor, teste o alarme com cuidado :)

Categories: Não categorizado Tags:
13, janeiro, 2015

Seu roteador pode ter sido usado para atacar o PlayStation e o Xbox

Você talvez não saiba, mas seu roteador pode ter sido usado como parte de uma rede para levar os jogos do PlayStation e do Xbox off-line.

This Lizard quiere tu router doméstico.

O lagarto em busca de sua rede doméstica

Durante o último dia de Natal um grupo de hackers autodenominados Lizard Squad assumiram a responsabilidade por arruinar a vida dos usuários do Sony PlayStation e Microsoft Xbox por 24 horas ao levar offline a rede de jogos dessas marcar. Esse e outros ataques, incluindo uma ameaça de bomba a um vôo da American Airlines onde o presidente da Sony Entertainment, John Smedley, estava presente, têm sido usados como uma campanha de marketing para promover um novo produto que pode ser alugado para qualquer hacker que queira realizar um ataque de DDoS (Denial-of-Service) a um alvo de sua escolha.

Eu não sou um hacker. Por que devo me preocupar com isso?

Você talvez não seja um hacker, mas o poder de fogo desses ataques pode estar vindo de sua casa! Um blogueiro norte-americano especializado em segurança online, Brian Krebs, que teve seu site atacado, descobriu que a rede de dispositivos que aciona o tal do produto (chamado de Product-That-Must-Not-Be-Named ou em uma tradução simples Produto-Que-Não-Pode-Ter-Nome), é composta principalmente por roteadores domésticos inseguros. No Twitter, Lizard Squad admitiu usar entre 250-500 mil roteadores infectados para realizar ataques. Roteadores estão presentes nas casas de qualquer pessoa com acesso Wi-Fi, tornando qualquer usuário de Wi-Fi uma possível vítima de ataques, algo que foi alertado por nós em um artigo publicado em nosso blog intitulado: A sua rede doméstica é alvo de ataques cibernéticos. Muita gente ignora a sua própria segurança ao instalar roteadores com nome de usuário e senha padrão que já vêm configurados de fábrica.

De acordo com Vincent Steckler, CEO da Avast Software, a quantidade de pessoas que estão sob risco é alarmante: “nossa pesquisa mostrou que quase 80% dos roteadores domésticos usados hoje em dia são mal protegidos com senhas comuns que são fáceis de serem hackeadas, fazendo com que roteadores se tornem para os hackers um fácil ponto de entrada às redes domésticas”, explica.

A mesma pesquisa lançada no Brasil aponta que 65% dos roteadores brasileiros usam senhas padrão e que 30% das redes de internet domésticas no Brasil são acessíveis externamente.

“A atual situação da segurança de roteadores é muito parecida com a dos PCs nos anos de 1990, com atitudes negligentes em relação à segurança e com novas vulnerabilidades sendo descobertas a cada dia, criando um ambiente fácil de ser explorado”, explica Steckler. “A maior diferença é que as pessoas têm muito mais informações pessoais armazenadas em seus dispositivos hoje em dia do que tinham no passado. Consumidores precisam de ferramentas complexas, mas fáceis de serem usadas para prevenir ataques antes que eles ocorram”, finaliza o executivo.

Como proteger seu roteador doméstico

Embora o perigo seja eminente, há poucas soluções de proteção de rede de internet doméstica no mercado. Em novembro de 2014 a Avast foi a primeira empresa a incorporar este tipo de serviço em seus produtos. Portanto, se você possui Avast antivírus em seu computador, utilize o Avast Home Network Security para escanear o seu roteador. Este seria o primeiro passo para manter sua rede segura.

O recurso, que está disponível para usuários das versões grátis e pagas dos produtos Avast, funciona de maneira simples. Basta abrir a interface do Avast em seu PC, clicar em Escaneamento e depois Escanear ameaças de rede. Após o escaneamento, o Avast informará se há ou não vulnerabilidades em seu roteador e como resolver o problema.

Para mais dicas sobre como proteger seu roteador doméstico, leia: Como habilitar a criptografia WiFi nas configurações do seu roteador, Como atualizar o seu roteador ou trocá-lo por um mais seguro e Como alterar as configurações de DNS do seu roteador e evitar hackers.

E o mais importante, crie uma senha segura para o seu roteador, ele é a chave de entrada à sua casa via internet!

Mais de 200 milhões de pessoas e negócios confiam nos aplicativos de segurança da Avast Software para Windows, Mac e Android. Por favor, siga-nos no FacebookTwitter e Google+.

Comments off
12, janeiro, 2015

Deixe o rastreamento por conta do correio e não da publicidade online!

No Natal, muitas pessoas optaram por comprar os seus presentes online, seja para evitar as aglomerações dos shoppings ou mesmo para poupar tempo. Fazer compras online é uma opção muito conveniente, quase tudo está em estoque, não há dificuldade para escolher e as suas compras são entregues em casa. Mas, será que estas compras de Natal podem se tornar um pesadelo?

Redes de propaganda, seja através de extensões dos navegadores ou de cookies, rastreiam a sua navegação online para lhe enviar propaganda sob medida, de acordo com os seus interesses. Algumas pessoas veem isto como uma coisa boa, pois só são mostradas propagandas de produtos e serviços que podem ser úteis para si, enquanto outros pensam que é algo arrepiante que toda a internet saiba dos seus prazeres secretos. O Natal é um momento de dar, de ser generoso, por isso, a sua navegação pode ser um pouco diferente dos outros onze meses do ano. Você pode estar pesquisando se deve comprar uma pá arredondada ou quadrada para o seu tio, que colocou estas ferramentas de jardim em sua lista de desejos, ou você pode estar procurando um jogo que deseja dar à sua filha. Agora, você realmente quer ter propaganda de ferramentas de jardinagem e jogos para crianças seguindo você pela internet?

Como fazer compras protegido(a)

Se você deseja proteger a sua privacidade ou se simplesmente deseja evitar propagandas direcionadas para compras que fez à sua família e amigos, o Avast está aqui para ajudar!

O Avast Online Security vem com a função Não rastrear (Do Not Track). A função Não rastrear identifica programas de rastreamento e mostra a você uma lista de todos os programas de rastreamento e análise que estão acompanhando o seu comportamento online. Aparece a opção para escolher qual programa de rastreamento do seu comportamento online você deseja bloquear ou permitir.

Função Não Rastrear

Bloqueando programas de rastreamento, você elimina as suas pegadas digitais e exclui propagandas direcionadas a você enquanto navega. A maioria dos navegadores vem com alguma forma da função “Não Rastrear”, mas que se apoiam apenas nos cabeçalhos HTTP Do Not Track. O Avast, por outro lado, utiliza uma tecnologia própria que os servidores não podem enganar.

O Avast Browser Cleanup é outra ferramenta que ajuda a se livrar de propagandas direcionadas. O Browser Cleanup remove as barras de ferramentas indesejadas ou de baixa reputação entre os usuários e também acompanham os seus hábitos de navegação. Desde que o Avast Browser Cleanup foi lançado em fevereiro de 2013, já identificou mais de 40 milhões de barras de ferramentas diferentes, 95% delas classificadas como “ruins” pelos usuários do Avast.

Deixe o rastreamento das suas compras para as lojas e para o correio e viva sem propaganda online! O Avast deseja a você boas compras!

Mais de 200 milhões de pessoas e negócios confiam nos aplicativos de segurança da Avast Software para Windows, Mac e Android. Por favor, siga-nos no Facebook, Twitter e Google+.

Comments off
7, janeiro, 2015

Fundação Avast: nossa contribuição social efetiva

Fundação Avast

Fundação Avast

Há anos, a AVAST Software dedica parte do seu superávit a atividades filantrópicas através da Fundação Avast. Somos a terceira maior fundação privada da República Checa. Todos os que colaboram com as atividades da empresa estão, de alguma forma, ajudando a transformar sonhos em realidades. Também vocês, nossos usuários, ao recomendar os nossos produtos, ao permitir o desenvolvimento dos nossos softwares de segurança, nossos 220 milhões de usuários em todo o mundo, também vocês estão ajudando pessoas e entidades mais necessitadas.

O que conseguimos construir em 2014?

Enfrentamos temas tabus como o acompanhamento dos últimos momentos de uma pessoa através do programa Together until the end (Juntos até o fim), focado na atenção das pessoas e na atitude da sociedade em relação à morte.

Os co-fundadores da AVAST Foundation também constituíram o Board of Trustees Fund. Com ele, patrocinamos parceiros a longo prazo com um programa flexível que inclui também a ajuda humanitária a regiões que passaram por catástrofes.

Mais de 200 milhões de pessoas e negócios confiam nos aplicativos de segurança da Avast Software para Windows, Mac e Android. Por favor, siga-nos no Facebook, Twitter e Google+.

Categories: Não categorizado Tags:
Comments off
24, outubro, 2014

O Avast protege smartphones de adolescentes também

Muitos adolescentes são responsáveis pelos seus próprios smartphones. Ajude-os a mantê-los seguros com alguns passos bem simples. Teenage_br Sete a cada dez alunos do ensino médio levam o seu smartphone para o colégio nos Estados Unidos. Estes celulares são utilizados não só para surfar na internet ou nas redes sociais, mas ajudam os adolescentes a conhecer o colégio, entrar em contato com professores e outros estudantes, seguir as notícias. Muitos pais veem no fato de dar um celular a seus filhos como uma ferramenta de segurança e uma forma de mantê-los em contato, especialmente se surgir alguma emergência. A primeira coisa a fazer depois de comprar um smartphone para seus filhos A maioria dos adolescentes estão utilizando um aparelho com o sistema operacional Android sem nenhuma proteção de segurança adicional. A primeira coisa que você deve fazer é baixar um aplicativo de segurança para proteger o telefone e os dados que ele contém. A última versão do Avast Mobile Security e Antivírus já está disponível, com uma interface complemente redesenhada, tornando-o mais simples e ainda mais amigável do que era antes. O Avast Mobile Security é gratuito e começará a proteger imediatamente seu filho de baixar aplicativos infectados e spywares, a bloquear malware e a fazer backup dos contatos, logs de chamadas e SMS, além das fotos. Instale o Avast Mobile Security e Antivírus da loja Google Play.

A segunda coisa a fazer depois de comprar um smartphone para seus filhos Estudantes do ensino médio são pessoas ocupadas, com muitas atividades, por isso o seu smartphone pode ser perdido. O Avast Anti-Theft é um aplicativo independente que pode ser instalado separadamente do Avast Mobile Security. Você pode utilizar as funções de localização para encontrar um telefone perdido ou roubado, controla-lo remotamente e bloqueá-lo. Depois que você instalar o Avast Mobile Security, ele perguntará se deseja configurar o módulo antifurto. Você pode ler mais a respeito e aprender sobre as funções de controle remoto para acessá-lo de sua conta no portal my.avast.com em nossas FAQs. Instale o Avast Anti-Theft da loja Google Play. Outras coisas a serem feitas

  • Configure uma senha no smartphone. Isto é fácil de fazer e serve como uma primeira linha de defesa contra bisbilhoteiros e ladrões.
  • Adicione números importantes à lista de contatos. Acrescente o seu número de telefone e também o do seu trabalho, o dos avós, o da escola e outros contatos de emergência.
  • Saiba as regras do colégio. É importante saber se é proibido utilizar o telefone durante todo o período ou se é permitido durante os intervalos.
  • Fale com seus filhos sobre privacidade. Converse constantemente sobre postagem de fotos e vídeos e fique atento a materiais com conteúdo sexual e compartilhamentos nas redes sociais.

Obrigado por utilizar o Avast Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off
30, setembro, 2014

Além da tecnologia: 5 passos fundamentais para manter os dados de sua microempresa seguros

Quando em maio de 2013 o técnico em segurança de TI (Tecnologia da Informação) da NSA (National Security Agency) dos Estados Unidos, Edward Snowden, deu com as línguas nos dentes e escancarou uma série de denúncias contra uma das maiores instituições de inteligência do mundo, descobriu-se que não somente inimigos norte-americanos mas também aliados do Tio Sam e até empresas privadas e estatais, como a Petrobras, estariam sendo espionados pela agência administrada pelo governo de Barack Obama.

credit card swiper

Empresário: você pretende voltar à era dos papéis ou investir em segurança de dados online?

Este caso foi (e continua sendo) polêmico. Uns acusam Snowden de traição, outros de herói, mas opiniões à parte, o que essas denúncias trazem à tona é o fato de que dados guardados eletronicamente são, em grande parte, vulneráveis. Isso levou o governo alemão até mesmo considerar seriamente a hipótese de passar a catalogar seus documentos em folhas de papéis utilizando para isso a velha e boa máquina de datilografar. Será que você deveria fazer o mesmo com seus dados comerciais?

Pode até ser que sim, mas a verdade é que este processo não é mais tão fácil quanto era 20 anos atrás. Imagina só ter uma pessoa no seu escritório “batendo à máquina” todos os seus documentos e guardando-os naquelas grandes gavetas em verde-musgo com puxador metálico que pesa uma tonelada. Acredite, há maneiras mais simples de manter seus dados comerciais seguros!

Para isso, descrevemos abaixo 5 passos que aconselhamos todo empresário seguir. Pode acreditar, eles vão muito além da tecnologia em si:

1)      Configure sua rede de computadores de maneira própria: independentemente se os computadores de sua empresa estão conectados via um simples “grupo de trabalho” ou um sistema mais complexo de “domínio do servidor”, tenha certeza de que você fez a configuração correta da mesma. Ou seja, não deixou nenhuma aresta para invasão de hackers, como softwares desatualizados e ultrapassados ou mantém a rede acessível a qualquer pessoa na empresa ou mesmo para um fornecedor.

2)      Instale um antivírus comercial: esta soa como “chover no molhado”, pois instalar um antivírus é o procedimento básico para qualquer atividade online. Mas o que é importante ressaltar é que muitas empresas, principalmente as de pequeno porte, ainda utilizam antivírus convencionais para proteger dados comerciais. Dificilmente a instituição que seguir por este caminho sofrerá algum tipo de processo por utilizar um software de maneira ilegal (embora este risco existe), mas o maior problema é com a segurança dos dados em si. Um antivírus comercial permite ao empresário gerenciar a segurança de todos os seus computadores remotamente, sem precisar acessar um por um. Com a utilização de um console de administração, é possível até mesmo verificar o comportamento de cada funcionário online, se o mesmo realizou as atualizações de vírus, se sofreu ataques, etc.

3)      Eduque seus funcionários sobre segurança online: os executivos de hoje nasceram entre as “gerações X e Y” e ainda passam por um momento de aprendizagem em termos de informática. Muitos deles cresceram em uma época que computador era algo de ficção científica, portanto, essas pessoas precisam ser educadas sobre como utilizar suas máquinas. Explicar ao seu funcionário o que é engenharia social, phishing, malware, etc e como se proteger de ataques online é essencial para a segurança de seus dados. Faça isso constantemente, pois os riscos se renovam todos os dias.

4)      Mantenha em mente que o ser humano pode falhar: lembre-se que embora grande parte do seu trabalho pode ser automatizado hoje em dia, ele continua de uma forma ou de outra a depender do ser humano, o qual é suscetível a erros. Tente minimizar esse problema colocando as pessoas certas para trabalhar na segurança da sua rede, mas esteja presente, ajude-os, fiscalize-os para que qualquer erro seja identificado antes de mesmo dele ocorrer.

5)      Criptografe sua base de dados: atualmente, empresários têm a opção de criptografar seus dados para que, em caso de ataques, os mesmos estejam protegidos. A criptografia torna uma informação escrita ilegível e somente quem tem a chave de acesso à ela consegue transformá-la de volta ao estado inicial. Mas lembre-se, este não é um processo simples! Requer tempo, dinheiro e conhecimento técnico. Por isso que a grande maioria das empresas que criptografam suas bases de dados, fazem isso somente com as informações mais importantes.

No mais, mantenha-se informado sobre ataques recentes, mesmo que o ameaça tenha ocorrido em um país distante e com uma empresa em diferente setor, pois o mundo virtual não possui fronteiras, muito menos barreiras, para cibercriminosos.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook,TwitterGoogle+ e Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Categories: Não categorizado Tags:
Comments off
26, agosto, 2014

5 razões para você não instalar antivírus em seu PC

Seguindo um recente texto que publicamos entitulado como “4 razões para você não instalar um antivírus em seu celular”, vamos hoje falar sobre os motivos pelos quais você não deveria ter uma proteção para o seu computador.

fbsec02

O mundo virtual é um tanto quanto complexo e o uso de antivírus continua sendo essencial para cada usuário de computador

 

Aliás, este assunto tem se tornado bem popular ultimamente com discussões em torno do fato de que antivírus deverá se tornar obsoleto em um futuro próximo. Só o tempo dirá a verdade, mas por enquanto antivírus continua essencial para qualquer pessoa que possui um computador. Por outro lado, temos de admitir que há algumas razões para não usar antivírus. Aqui vão elas:

  1. Você é um hacker: se o seu trabalho é simplesmente realizar ataques de malwares a computadores e servidores ao redor do mundo, você provavelmente sabe muito bem como lidar com qualquer ataque ao seu PC, portanto, se você for um hacker não precisa usar um antivírus.
  2. Seu PC roda em Linux: e não é pela “lenda” de que não existe vírus em Linux, porque existe e muito, mas devido ao fato de que se você tem habilidade o bastante para lidar com sistemas operacionais abertos, então muito provavelmente você sabe como impedir todo tipo de ataque e pode facilmente limpar seu PC em caso de contaminação, mesmo que isso lhe custe um fim de semana na frente do PC.
  3. Seu PC só funciona offline: caso você tenha um PC em casa só para jogar paciência e xadrez e nunca conectou-o (e não pretende conectá-lo) à internet, então para que ter antivírus? Se o seu PC só funciona offline, você definitivamente está seguro! Mas mesmo assim, jamais conecte um pen drive à sua máquina, pois se este estiver contaminado seu PC também será.
  4. Seus dados não são importantes: se o que você faz com o seu PC na internet não tem a mínima importância e os dados que você guarda tanto no hard drive quanto em redes sociais e em arquivos nas núvens são irrelevantes, realmente possuir um antivírus não lhe levará a nada, pois para que proteger algo sem valor?
  5. Você já possui um antivírus: caso seu computador já tenha um antivírus instalado, por favor não cometa o erro de instalar outro! Instalando dois programas de proteção em um mesmo PC consome memória, dificulta a limpeza e um acaba conflitando com o outro. Essas são as razões que gerelmente levam as pessoas a reclamarem de antivírus.

Entretanto, se você não se enquadra em nenhuma das situações acima descritas, então corra e garanta já o seu antivírus. Escolha por um que atualize seus programas automaticamente (programas desatualizados são as melhores vias de ataques de vírus), e que tenha um firewall confiável capaz de ser customizado de acordo com as suas necessidades.

Outro ponto importante é ter um antivírus com sistema de antispam para alertá-lo de possíveis emails fraudulentos, além de uma zona segura onde você possa realizar compras online sem correr o risco de ter seu cartão de crédito ou débito furtado.

Com os computadores atuais cada vez mais rápidos e softwares cada vez mais leves, a “estória” de que antivírus deixa seu computador lento já virou lenda, coisa da era medieval do mundo cibernético! Instale um antivírus em seu PC agora, você não tem nada a perder!

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook,TwitterGoogle+ e Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off
1, agosto, 2014

30% de brasileiros acessam Facebook só pelo celular – revolução no ar?

A revista Exame da editora Abril publicou esta semana uma matéria reportando que 30% dos brasileiros acessam o Facebook somente pelo celular. Esse dado vai de acordo com o que o vice-presidente da empresa para a America Latina, Alexandre Hohagen, vizualizou no início do ano: o futuro da internet será móvel.

O Brasil está tornando cada vez mais mobile, mas e a segurança de nossa nova vida digital?

O Brasil está tornando cada vez mais mobile, mas e a segurança de nossa nova vida digital?

Mas a pergunta que fica é: o Brasil já está preparado para essa migração que tornará o mercado e o dia a dia das pessoas mais mobile?

Uma pesquisa que recentemente fizemos antes da Copa do Mundo entre usuários de smartphones no Brasil e nos Estados Unidos, apontou para o fato de que a grande maioria dos brasileiros pretendiam assistir aos jogos pela televisão, enquanto que na terra do Tio Sam o celular seria o principal médio de acesso às partidas.

Por outro lado, brasileiros confirmaram que usuariam seus telefones para manterem-se informados sobre resultados e notícias pós-jogo, ou seja, usuariam o celular como um elemento extra durante a Copa. Isso significa que embora utilizamos o telefone the maneira diferente, este pequeno aparelho já se tornou parte do nosso estilo de vida e cada vez mais caminhamos em direção à uma revolução mobile.

E isso parece muito lindo, mais ou menos como em um conto de fadas. Imagine só todos nós nos comunicando via smartphones… Ao menos poderei me desfazer da minha mesinha de canto onde mantenho meu laptop ligado e, quem sabe, colocar lá meu tão sonhado frigobar para minhas cervejas.

Facebook spam blocks relevant News Feed posts

30% de brasileiros acessam FB somente via telefone

Tudo muito bom, tudo muito bem, mas a pergunta que fica é: como manteremos a segurança dos nossos dados online nesse novo mundo mobile? Não vou nem discutir aqui a questão da privacidade, pois isso já é assunto antigo e que já foi superado. O problema maior fica por conta do surgimento de novos ataques via mídia social. Como isso afetará os telefones dos usuários do Facebook?

Ainda não existe dados concretos sobre a invasão de sistemas operacionais de celulares, como Android, iOS e Windows Phone, embora discuta-se abertamente o fato do Android ser mais vulnerável que os outros dois, o que talvez não seja tão simples assim.

O que as pessoas precisam entender é que cibercriminosos agem da mesma maneira do que um outro criminoso na vida real, eles procuram por lugares onde eles podem captar a maior quantidade de dinheiro (ou neste caso do mundo virtual, de dados) possível. Assaltar um prédio no bairro dos Jardim, em São Paulo, pode até ser mais difícil, é verdade, mas isso não impede de ser um alvo dos ladrões.

Isso ocorre também com cibercriminosos. Hoje, Android representa mais de 80% dos telefones celulares vendidos no Brasil, por que alguém gastaria tempo tentando atacar um Windows Phone que possui em torno de 2% do mercado brasileiro?

Alguns dirão: “ah, então é só evitar Android e tá tudo certo”, não é bem assim. Um vírus que ataca seu Facebook não está preocupado com o tipo de sistema operacional que você usa e, considerando que iOS e Windows Phone não possuem soluções antivírus, você se torna uma vítima em potencial ainda maior.

A segurança neste novo mundo online de mobiles ainda está longe de ser resolvida, ainda existem muito mais perguntas do que respostas. Mas, esta semana publicamos aqui o caso de dois crackers que conseguiram invadir aparelhos da Apple que estavam ligados a wi-fi abertas via Instagram. Por que isso não poderia ocorrer via Facebook (vale lembrar que Instagram é um empresa da Facebook)?

Se você realmente quer se manter seguro a sugestão é: primeiro, tome muito cuidado com os links que você acessa todos dias, se for suspeito, evite-o. Segundo, baixe um antivírus gratuíto em seu celular, com os novos aparelhos possuíndo grande espaço de memória e os antivírus se tornando cada vez mais leves, isso não lhe causará problemas e nem custará dinheiro.

Categories: Não categorizado Tags:
Comments off