Protecting over 230 million PCs, Macs, & Mobiles – more than any other antivirus


21, maio, 2015

A maioria dos brasileiros está sob risco de ataques online

Uma recente pesquisa feita com mais de 23 mil usuários de internet no Brasil, aponta que a grande maioria deles está sob alta exposição online e corre sérios riscos de sofrer ataques de vírus a qualquer momento. Isto porque, 73% dos entrevistados confessaram que acessam constantemente redes de Wi-Fi públicas sem nenhuma proteção.

smartphone e tablet

Ao tomar seu café você acessa Wi-Fi aberta sem VPN? Então, cuidado!

 

Nos últimos 5 anos houve uma proliferação dos chamados “hotspots”, os pontos de conexão à internet que são abertos à qualquer pessoa com um aparelho que possua acesso Wi-Fi. Na maioria dos casos, esses ambientes não exigem nenhum tipo de registro ou senha para o acesso online, o que dá à qualquer pessoa a possibilidade de realizar ataques em massa atingindo todos os usuários conectados àquela rede. De acordo com a pesquisa, 55% dos usuários disseram que não desligam seus transmissores de Wi-Fi, fazendo com que seus dispositivos fiquem abertos a ataques mesmo quando não estão sendo utilizados. No geral, 8 em cada 10 pessoas pesquisadas admitiram usar mensalmente Wi-Fi pública, sendo que 48% delas afirmaram fazer isso diariamente ou semanalmente. Entretanto, somente 7% utilizam algum tipo de proteção de criptografia, como um VPN (Virtual Private Network).

O VPN é um aplicativo que faz com que a sua navegação na internet ocorra em um ambiente privado, ou seja, se um cibercriminoso utilizar uma Wi-Fi aberta para infectar ou “crackear” dispositivos, ele não conseguirá ter acesso ao equipamento conectado via VPN simplesmente porque todos os dados ali estarão criptografados.

“A maioria dos brasileiros não percebe que todas as informações pessoais em seus dispositivos móveis ficam indefesas em redes Wi-Fi públicas, se usadas sem proteção. Estas redes facilitam o acesso para ataques de hackers a milhões de consumidores brasileiros diariamente”, explica Vince Steckler, CEO da Avast Software e que esteve no Brasil recentemente analisando os resultados desta pesquisa.

Preocupação com perda de logins e dinheiro 

Ainda de acordo com esta pesquisa, 28% dos respondentes disseram que ao acessar uma rede de Wi-Fi aberta têm medo de ter seus dados de login (como nome de usuário e senha) roubados, enquanto que outros 26% se preocupam em ter suas contas bancárias acessadas. Outros 17% demonstraram preocupação com seus conteúdos publicados em salas de bate-papo, e-mails e fotos privadas. Uma minoria de 16% diz não ter nada a esconder.

A Avast foi ainda mais longe e fez um experimento único no Brasil que prova a fragilidade das redes de Wi-Fi públicas em São Paulo. Seguindo o mesmo teste feito há alguns meses em 9 cidades ao redor do mundo, incluindo San Francisco, Nova York, Londres e Seul, onde através de um aparelho de monitoramento de tráfego online foi possível observar as atividades da maioria dos usuários de Wi-Fi aberta, a Avast visitou os principais pontos de Wi-Fi pública/aberta na capital paulista e descobriu que a maioria devastadora dos aparelhos conectados a essas redes podem ser facilmente hackeados.

Mais detalhes deste experimento em São Paulo serão publicados neste blog muito em breve. Portanto, mantenha-se conectado conosco – via Wi-Fi segura!

Enquanto isso vale a pergunta: como você acessa uma Wi-Fi aberta?

 

Categories: Sem categoria Tags: , , , , ,

20, maio, 2015

Ataque de gás em Buenos Aires: a vida imita a internet

Não se fala em outra coisa no mundo do futebol a não ser o ataque com gás de pimenta feito por um torcedor do Boca Juniors na semana passada aos atletas do River Plate no intervalo da partida entre as duas equipes, válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América. Como resultado, o segundo tempo foi cancelado e, algumas horas depois, a partida também. Dessa forma, o Boca Juniors foi eliminado da competição em 2015 e ainda recebeu algumas outras punições, como a obrigação de jogar 4 partidas em casa com portões fechados e outras 4 como visitante sem sua torcida.

O caso foi tão sério que um vídeo se espalhou rapidamente nas redes sociais mostrando o torcedor do Boca Juniors atirando o gás dentro do túnel usado como segurança para os atletas.

Em partidas de futebol tensas como este clássico argentino, já se viu muita coisa: invasão de campo, agressão verbal e física a jogadores, arremesso de objetos e urina sobre atletas adversários, rojões e até mortes. Mas nunca se imaginou que alguém seria capaz de abrir um buraco naquele túnel de proteção para realizar um ataque dessa natureza. É a vida real imitando o mundo virtual.

Pois é mais ou menos assim que um ataque ao seu computador ocorre. O agressor pode ser comparado a um hacker. Assim como o cibercriminoso cria uma série de programas e sites ao seu redor para se disfarçar e criar vulnerabilidades em seu PC, o rapaz que realizou o ataque estava no meio de milhares de torcedores e, embora em ambos os casos é possível se suspeitar de algum tipo de perigo, eles são dificilmente identificados antes de um ataque.

Hacker Há anos o mundo virtual é vítima de ataques inacreditáveis: a vida real agora imita a internet

 

E é por isso que existe na internet o “firewall”, que serve como uma barreira ou um túnel de proteção para seus arquivos e programas. O problema é que, assim como lá nas arquibancadas existem algumas pessoas que estão sempre tramando uma maneira de burlar as proteções aos atletas, há também milhões de hackers no mundo todo trabalhando 24 horas por dia, 7 dias por semana para descobrir uma nova forma de acessar a sua máquina, roubar seus dados ou simplesmente fazer a sua vida online se tornar um verdadeiro martírio.

Por outro lado, empresas de segurança como a Avast Software tentam criar soluções de segurança para esses ataques. Entretanto, ter um equipamento lá montado e funcionando de maneira correta não significa que pode-se ignorar outros fatores importantes de segurança.

Uma das perguntas que muito se fez nesses últimos dias é: “como este torcedor do Boca Juniors entrou no estádio com gás de pimenta?”. É exatamente o que ocorre com hackers que conseguem invadir computadores após os donos das máquinas autorizarem seus acessos, geralmente ao clicar em links maliciosos ou ao baixar programas suspeitos. Assim como no futebol, onde há regras de segurança pré-estabelecidas pela polícia e pela a organização da competição, mas mesmo assim os responsáveis pelas partidas falham ao permitir agressores de entrarem no estádio, no mundo virtual o antivírus atua como um meio de informação sobre potenciais riscos, mas cabe ao usuário a decisão final de seguir à diante com um download e/ou a instalação de algum arquivo maligno. Neste caso, nem o melhor antivírus de todos os tempos é capaz de impedir a infecção.

Portanto, se você acha que só porque você instalou um antivírus a sua vida na internet está segura e nada mais precisa ser feito, pense duas vezes. Reflita e procure se informar sobre os casos de ataques mais recentes. Não permita que um suspeito tente invadir o seu PC e destruir toda a proteção que você ali criou.

Já estou infectado. E agora?

Se você já está infectado ou se o seu computador está parecendo um vídeo clip da Corrida Maluca com ícones indo de um lado para o outro fora de controle, então você precisa de uma assistência técnica profissional.

O bom da internet é que hoje em dia você pode ter seu computador consertado sem sair de casa através de serviços remotos e/ou por telefone. Aqui está um deles fornecido pela Avast Software.

E lembre-se: nunca instale um antivírus em um computador infectado. Isso não resolverá o problema, pois seria o mesmo que implementar novos sistemas de proteção ao estádio, mas não retirar de dentro deles agressores que voltarão a atacar a qual


20, maio, 2015

O Avast Mobile Security é a escolha número 1 dos usuários de Android

O aplicativo de segurança mais popular em todo o mundo é o Avast Mobile Security.

Na sua pesquisa anual, a IT Security Survey, a AV – Comparatives perguntou qual a solução de segurança antimalware móvel que você usa em primeiro lugar no seu smartphone?

O Avast ficou em 1º ou 2º lugares em quatro continentes: Europa, América do Norte, Ásia e Américas Central/Sul.

O Avast Mobile Security é a proteção Android número 1.

Não pise na bola! Proteja o seu Android com o Avast Mobile Security.

É grande o risco de infecção de um smartphone Android?

O risco de um smartphone Android ser infectado depende de uma série de fatores. Nos Estados Unidos e na Europa, a maioria das pessoas utiliza as lojas oficiais (como a Google Play) para instalar os seus aplicativos. O risco é muito menor do que em países asiáticos, especialmente a China, onde as lojas de aplicativos não estão sobre um controle tão rigoroso. Por causa destas lojas não oficiais e, simultaneamente, devido à presença de vários telefones roteados, a chance de instalar um aplicativo perigoso aumenta significativamente.

Na Ásia, o smartphone é frequentemente utilizado substituindo o desktop. As pessoas utilizam-no muitas vezes para entrar no seu banco (o que os torna vulneráveis ao Trojan ZeuS. O Zeus é geralmente disseminado através de um link ou de um anexo em um email phishing ou através de mensagens de texto via WhatsApp, SMS ou Twitter. Esta ameaça cresce da mesma forma na Europa e nos Estados Unidos, pois os aplicativos bancários se tornam cada vez mais populares.

Uma grama de prevenção vale mais do que um quilo de cura

O Laboratório de Vírus do Avast tem mais de um milhão de malwares móveis diferentes em seu banco de dados e detecta 2.850 novas ameaças móveis a cada dia. A situação pode piorar rápida e dramaticamente. Por isso, o melhor é utilizar uma proteção preventiva e instalar um software de segurança no seu smartphone. No momento, proteger seus dados caso o seu telefone seja perdido ou roubado é ainda mais crítico do que a proteção contra malwares.

A pesquisa da AV-Comparatives revelou que os usuários Android na América do Norte protegem os seus telefones mais que todo o resto do mundo. Mesmo assim, são apenas 31% dos que participaram na pesquisa. Na América do Sul, Ásia e Europa, estes números são ainda mais baixos: 17%.

Proteja o seu smartphone e tablete Android com o Avast Mobile Security e o Avast Anti-Theft: ambos são gratuitos na loja Google Play.


19, maio, 2015

Erros tecnológicos: pare de cometê-los hoje!

Adoramos quando nossos fãs e seguidores no Twitter nos alertam sobre fatos interessantes. Recebemos recentemente um tweet de @LoveNerds4Ever nos informando que o Avast Antivírus foi mencionado em um programa da News10 de Sacramento, Califórnia). Obrigado, Shawna!

O convidado deste vídeo era Ryan Eldridge, cofundador da Nerds on Call, uma empresa de reparos de computador em Sacramento. Ele falou à repórter Keba Arnold sobre os erros tecnológicos que as pessoas mais cometem. Estes pontos simples, mas super importantes, que tentamos resumir e que Ryan faz de forma brilhante neste vídeo.

Assista agora.

As recomendações de segurança que Ryan fez:

  • Atualizar o seu computador e smartphone. As atualizações dos programas e correções de segurança são muito importantes para manter o seu aparelho em dia e otimizado.
  • Baixe aplicativos e programas de sites que você conhece e confia. Em nosso smartphone, você preferirá a loja Google Play ou a Amazon App. Para o seu computador, ele diz que é um pouco mais difícil, mas sugere que você dê uma olhada em download.com, o conhecido portal de downloads da CNET onde você pode ler as revisões dos usuários e ver a reputação do aplicativo antes de baixá-lo.
  • Ryan lembra aos usuários de computadores que quando eles compram ou ganham um novo aparelho, em geral, um programa antivírus vem pré-instalado, mas é apenas uma versão de testes válida por um período limitado. Depois que ela expira, você precisa estar protegido com um produto antivírus de qualidade. Ryan recomenda o Avast Free Antivírus para o seu computador Windows, seu seu Mac e seu smartphone.
  • A apresentadora confessa que tem apenas um email onde ela recebe tudo. Ryan diz que isto é um erro porque se um hacker invadir o email dela, terá acesso a tudo. Ryan sugere que você tenha emails separados para seus amigos e familiares, seu trabalho, e outros para compras.
  • Senhas, ele admite, são um pé… Ryan sugere utilizar um algoritmo, um tipo de código pessoal para a construção das próprias senhas. Por exemplo, você pode utilizar uma linha da sua música favorita, por exemplo, Somewhere Over the Rainbow e pegar a primeira letra de cada palavra, utilizar letras do nome do site e vários números. Cada senha deve ser única e conhecida apenas por você.

Ryan, agora somos nós que temos uma dica para você! Pequenas empresas como a sua também precisam de proteção, e produtos individuais como o Avast Free Antivírus não são a melhor solução quando você precisa gerenciar vários aparelhos, sistemas operacionais diferentes e pessoas trabalhando remotamente. Acrescentamos à nossa coleção de produtos gratuitos o novo Avast para Empresas. O Avast para Empresas é gratuito para sempre e para um número ilimitado de administradores e aparelhos.


18, maio, 2015

Não utilize mais a proteção antivírus dos seus pais

avtest_certified_homeuser_2015-02

O produto de uso doméstico da Avast recebeu a certificação do AV-Test.

Nos dias de hoje, ainda precisamos estar preocupados com a segurança nos nossos computadores?

Com o passar dos anos, os padrões da internet melhoraram e a segurança dos sistemas operacionais e navegadores fica melhor a cada dia. Por causa destes avanços, algumas pessoas se perguntam se ainda precisam de proteção de segurança. E precisamos lembrar que lado a lado como o progresso na proteção, os cibercriminosos também melhoraram as suas habilidades e se tornaram ainda mais perigosos.

Os hackers não são mais adolescentes prodígio que invadem as agências governamentais para provar que conseguem fazer isto. “Nos dias de hoje, os cibercriminosos têm de tomar decisões financeiras como todos nós porque os seus recursos são limitados”, disse Ondrek Vlcek, COO da Avast.

Atualmente, o malware está frequentemente oculto dentro de aplicativos legítimos, ou são aplicativos Android infectados que burlam os protocolos dos sites de download, e redes domésticas e de pequenas empresas que são atacadas através dos seus roteadores pouco seguros .

“As ameaças não atacam apenas os aparelhos, mas as contas online e os roteadores. Um exemplo recente foi o hackeamento do iCloud onde os cibercriminosos roubaram fotos pessoais de mais de 100 celebridades, incluindo as de Jennifer Lawrence e Kate Upton”, disse Vlcek. “Este ataque aconteceu através das suas contas online e pode muito bem ter sido feito através do hackeamento de um roteador. Não importa qual aparelho você usa, todo o tráfego da internet flui através do seu roteador e, por isso, você precisa ter certeza de que ele é seguro. Você não precisa ser Jennifer Lawrence para sofrer um ataque.

Não utilize mais a proteção antivírus que utilizavam seus pais

A proteção antivírus passou por um longo caminho desde o simples escaneamento de arquivos. O Avast trouxe a proteção antivírus para um altíssimo padrão com atualizações em tempo real e escaneamento do comportamento de arquivos desconhecidos que detectam novas ameaças nunca antes vistas.

O Avast fornece proteção contra os “ataques do mundo real” como Trojans, worms e vírus, além de ataques que venham da internet ou por email. Recebemos a certificação da AV-TEST para produtos de uso doméstico.

O Avast atingiu a perfeição na detecção de malware disseminados e recentemente descobertos (4 últimas semanas), com baixa incidência de falsos positivos. Nossos produtos não causam um impacto significativo no desempenho do computador para os usuários que visitam sites, baixam programas, instalam e rodam aplicativos, copiam arquivos e dados.


15, maio, 2015

Como prolongar o tempo da bateria do seu telefone

Como utilizar os produtos Avast Se você tem um smartphone, você está basicamente levando um notebook de bolso com uma câmera e um telefone. A diminuição dos componentes eletrônicos permitiu que funções avançadas pudessem estar presentes em pequenos aparelhos, mas, o ponto fraco passou a ser a bateria que eles possuem. A tecnologia da bateria ainda precisa crescer muito para alcançar o crescimento das funções dos aparelhos eletrônicos.

Para onde vai toda esta energia?

A energia para manter um equipamento funcionando todo o dia depende do que você faz com ele, além é claro, do seu sistema operacional, configurações e conexões de rede (WiFi, CDMA/GSM, 2G/3G/4G), mas os fabricantes de bateria dizem que as típicas baterias de lítio (Lithium-ion) fornecem até 10 horas de conversa ao telefone ou até 300 horas em espera (standby).

Os aplicativos são quem consomem a bateria. Eles permanecem funcionando em segundo plano, em contato com os seus servidores, rastreando onde você está e esperando pelos sinais de rede. WiFi, Bluetooth e GPS utilizam energia procurando por roteadores e satélites, ou outros aparelhos Bluetooth. A tela utiliza muita energia também, especialmente no brilho máximo ou ao utilizar aplicativos gráficos como, por exemplo, os jogos.

O meio ambiente também sofre um impacto com as baterias de lítio. As baterias estão em estado de stress quando expostas a temperaturas acima de 30°C/86°F. O calor diminui a sua capacidade e, embora lenta, é uma perda que não pode ser recuperada. Por outro lado, o frio pode diminuir o fluxo de eletricidade, deixando o seu aparelho sem reação.

Quando eu devo trocar a minha bateria?

A sabedoria popular diz que você provavelmente precisa de uma nova bateria a cada ano. Fatores como os ciclos de carregamento e descarregamento, exposição a altas temperaturas e o simples passar do temo diminuem o rendimento das baterias.

Os fabricantes dizem que o tempo de vida da maioria das baterias de lítio está entre 300 e 500 ciclos. Além disto, as baterias diminuem abaixo de 50% da sua capacidade original.

Se você percebe que a sua bateria diminui rapidamente, não consegue atingir um carregamento completo, ou fica mais quente do que deveria, então provavelmente chegou a hora de trocar a bateria do seu telefone.

Como poupar a bateria?

Battery SaverTodo mundo sabe que leva horas para carregar uma bateria de lítio e, dependendo do seu uso, ela não dura o dia inteiro. Aqui estão algumas dicas para poupar bateria:

  • Utilize o nosso aplicativo gratuito Avast Battery Saver para otimizar as configurações do telefone com “perfis inteligentes” que se ativam automaticamente baseados no horário, local e no nível de bateria. Isto pode lhe poupar até 20% da carga.
  • Evite descarregar completamente a bateria e carregue-a mais frequentemente.
  • Não a exponha a altas temperaturas, especialmente ao calor. Não deixe o seu telefone dentro de um carro exposto ao sol. Uma temperatura ambiente confortável é a melhor para a bateria.
  • Diminua o brilho da sua tela. Você pode experimentar, mas qualquer ponto acima de 50% já se pode ler. Alguns telefones permitem o auto ajuste.
  • Desligue, quando possível, as vibrações, os sons, o flash da sua câmera e a luz de LED frontal.
  • Mantenha os seus aplicativos atualizados. As atualizações frequentemente melhoram o consumo da bateria, tornando os aplicativos mais eficientes.
  • Quando estiver em áreas sem cobertura de celular, coloque o aparelho no modo avião ou até o desligue completamente. Caso contrário, o telefone continuará procurando por sinal e isto consome a bateria.
  • Diminua, quando necessário, as atividades gráficas como os jogos ou assistir vídeos.
  • Desligue a WiFi, o Bluetooth e o GPS quando não precisar deles.

Leia mais sobre o Avast Battery Saver, Medo e desconhecimento na Google Play: uma análise mais profunda dos atuais aplicativos de limpeza e poupança de bateria.

O futuro das baterias dos smartphones

A corrida por fabricar uma bateria segura, barata e de longa duração já começou. Com o aparecimento dos carros elétricos, dispositivos que se vestem e a Internet das Coisas em nossas casas, os inventores, os cientistas e os empresários estão procurando uma forma de solucionar este problema. A nova geração de baterias pode ser construída com eletrodos de silício, ou servir-se do oxigênio para se recarregar, ou até serem orgânicas.

Há algumas semanas, uma bateria de alumínio super-rápida (carregamento em 1 minuto!) e com uma grande capacidade de armazenamento de energia foi anunciada pela Universidade de Stanford. Esta bateria de baixo custo, durável (é capaz de mais de 7.500 ciclos sem perda de capacidade) ainda não está pronta para ser produzida em grande quantidade, mas, sem dúvida, é uma esperança.

Até chegar este momento, utilize o Avast Battery Saver: o aplicativo gratuito que prolonga a vida da bateria do seu telefone.


13, maio, 2015

Ajude outras pessoas com o seu computador utilizando a Assistência Remota do Avast

A Assistência Remota do Avast permite que você acesse qualquer outro computador que tenha o Avast instalado.

Seus amigos e familiares sempre chamam você quando têm um problema no computador? Esqueça de quando tinha de dirigir por toda a cidade para ajuda-los. Se eles também são usuários do Avast, você pode acessar remotamente o computador deles.

Já passou por situações como essa antes?

Já passou por situações como essa antes?

Como utilizar a Assistência Remota do Avast

Se você é experiente com computadores, a pessoa que precisa de ajuda tem de solicitá-la a você. Ensine à ela como abrir a interface do Avast. Depois, a forma mais fácil de abrir o recurso de Assistência Remota é ir à Ferramentas e depois clicar em Assistência Remota. Veja o exemplo abaixo:

Remote_Ass_pt-br

 

Depois, diga à pessoa para clicar no botão azul Obter Assistência. O Avast irá gerar um código que ela precisa informar a você. Ela pode enviar o código a você por telefone, email ou chat. Elas só precisam entender que enviar o código é necessário para permitir o acesso remoto ao computador delas. Depois de você assumir o controle, esta janela irá desaparecer automaticamente.

Quando você receber o código, você deve copiá-lo na tela da Assistência Remota do seu Avast. Siga as instruções para se conectar. Quando a conexão for estabelecida, esta janela irá desaparecer, substituída pela janela com a área de trabalho remota.

Para fechar a conexão, clique as teclas de atalho Alt+Shift+End.

 


12, maio, 2015

O suporte para antigas versões do Avast irá terminar

No final deste mês, o Avast terminará o suporte para as suas antigas versões do Avast Antivírus que são: Avast Free Antivírus, Avast Pro Antivírus, Avast Internet Security e Avast Premier.

Avast boxshots

Atualize para o Avast 2015 para obter a proteção máxima.

Um bom programa antivírus é necessário para proteger o seu computador Windows dos ataques de malwares, para mantê-lo funcionando normalmente, para proteger a sua identidade online e seus dados pessoais. Nos últimos 3 anos, os técnicos do Avast melhoraram o nosso banco de dados de definições de vírus conhecidos e também o mecanismo de detecção do malware dia-0 e on-the-wild, além da frequência das atualizações streaming enviadas aos nossos usuários. O Avast 2015 é o nosso produto com o melhor desempenho, que vem ainda com uma função exclusiva de Segurança da Rede Doméstica: um escaneamento da sua rede doméstica para encontrar possíveis riscos de segurança.

Depois de 31 de maio de 2015, o Avast não mais fornecerá atualizações de segurança ou suporte técnico para as versões 8.0.1497 e anteriores. As atualizações de segurança corrigem falhas que podem ser exploradas pelos malwares, colocando em risco o seu computador e os seus dados. Por favor, atualiza para a última versão para que você possa receber normalmente as atualizações de segurança, aproveitar as funções avançadas e maiores taxas de detecção para proteger o seu computador dos ataques maliciosos. Esta atualização também é recomendável porque é uma versão compatível com o Windows 10.

Se você estiver utilizando uma versão antiga do Avast, você pode facilmente atualizá-la para o Avast 2015.

Como atualizar para a versão mais recente do programa

Veja como atualizar o seu programa:

  • Clique com o botão direito do mouse sobre o ícone laranja do Avast na bandeja do sistema.
  • Selecione Atualizar no menu e depois escolha Programa.

A tela de atualização do Avast mostrará a você o progresso da atualização do programa. Quando terminar, ela perguntará a você se deseja reiniciar o seu computador. Clique em
Sim para reiniciar imediatamente. Depois de reiniciado o computador, as informações sobre a atualização irão aparecer. Se você estiver utilizando uma licença paga, sua proteção permanecerá válida durante o período restante desta licença.

Por que atualizar?

  • Melhores taxas de detecção de malwares
  • Suporte técnico mais fácil
  • Alguns bugs e problemas que ainda existiam nas versões anteriores foram corrigidos
  • Receber futuras atualizações do programa e garantir a melhor proteção
Av-Comparatives data

O Avast 2015 tem melhores taxas de detecção que as versões anteriores: atualize assim que possível para obter a máxima proteção antivírus.

Se você prefere manter uma antiga versão do Avast, mas precisar de suporte, os técnicos irão solicitar primeiro que você atualize antes de poder receber ajuda. Nenhuma correção será feita e o suporte técnico irá terminar em 31 de maio de 2015.


11, maio, 2015

Por que as pessoas não fazem backup dos seus smartphones e outras coisinhas mais sobre os brasileiros

Terror. O sentimento que você tem quando descobre que o seu celular sumiu. Todas as fotos, contatos e outras coisas se foram para sempre. Por que? Porque você não tinha um backup.

infographics-300px_blog-PT

Há algumas semanas, o Avast realizou uma pesquisa mundial para saber se as pessoas faziam ou não backup dos dados dos seus aparelhos móveis. Recebemos respostas de 288.000 usuários em vários países, entre eles Estados Unidos, Alemanha, Índia, México, Rússia e Brasil.

Para se ter uma ideia de que tipo de dados os usuários armazenam em seus aparelhos, começamos a pesquisa perguntado para quê eles utilizavam seus aparelhos móveis além, é claro, de fazer ligações e enviar mensagens de texto.

Nas respostas, descobrimos que duas a cada dez pessoas utilizam os seus aparelhos móveis para tirar fotos, 18% navega na internet, 17% escuta músicas ou assiste a vídeos e 16% utilizam os aplicativos de redes sociais como o Facebook e o LinkedIn.

Por que as pessoas não fazem backup dos seus dados?

Simplesmente porque as pessoas pensam que não é necessário fazer backup dos seus dados. A média mundial foi de 36%, destacando-se os Russos: quase a metade (48%) deles acha que isto não é necessário.

Quase 25% de todos os pesquisados dizem não fazer backup por preguiça (24%). 32% dos Indianos admitem que são muito preguiçosos para se dar ao trabalho de fazer backup.

Já 36% dos Britânicos disseram que não fazem backup dos seus dados porque acreditam que seus dados não valem nada, comparados com apenas 22% dos outros participantes da pesquisa no restante do mundo.

O que vale mais para os usuários: o aparelho ou os dados?

Agora que sabemos que muitíssimas pessoas não se preocupam com os seus dados, que são muito preguiçosos para evitar a sua perda, ou acham que não vale a pena ter esse trabalho, perguntamos a eles sobre o que mais lhes deixaria chateados: perder os seus dados (dos quais não têm backup) ou o seu aparelho (o hardware).

Os números globais são que 64% das pessoas ficariam mais chateadas de perder seus dados sem backup do que com a perda do aparelho em si. Os Mexicanos que participaram da pesquisa foram os mais significativos neste quesito: 78% deles disseram que se chateariam mais pelos dados do que pelo aparelho.

Quais dados as pessoas estão preocupadas em perder?

Os usuários estão mais preocupados em perder seus contatos armazenados no aparelho móvel (25%) e suas fotos (21%). No entanto, apesar desta preocupação, 37% das pessoas disseram que não fazem backup dos seus dados. Os Brasileiros são os que menos fazem backup dos seus dados (45%), e mesmo assim, 64% deles dizem estar preocupados em perdê-los.

Por que você deve fazer backup dos dados do seu aparelho móvel?

Nós utilizamos nossos aparelhos móveis para fazer importantes ligações, captar momentos únicos das nossas vidas, navegar na internet, utilizar nossos aplicativos favoritos e muito mais. Qualquer coisa pode acontecer com o seu aparelho de um momento para o outro: você pode derrubá-lo no banheiro, perdê-lo, ele pode ser furtado ou até um carro pode passar por cima do dispositivo! Mesmo assim, descobrimos que muitas pessoas não fazem backup dos dados que consideram mais indispensáveis.

Como fazer backup dos seus dados

Você pode fazer backup dos seus dados de várias maneiras: conectando o seu aparelho a um computador (como cerca de um terço dos usuários em todo o mundo faz, veja abaixo), conectar-se a um serviço na nuvem (como, por exemplo, o Dropbox, o iCloud ou o Google Drive) ou utilizar um aplicativo de backup como o Avast Mobile Backup.

Quando as pessoas fazem backup dos seus dados? Como elas fazem backup?

A maioria daqueles que fazem backup dos seus dados seguem uma rotina mensal (41%), ao passo que 8% fazem diariamente.

A maioria das pessoas fazem backup dos seus dados conectando o aparelho a um computador (32%). Somente 17% fazem backup na nuvem. Quando perguntamos sobre isto, 46% dos usuários disseram que têm medo de fazer backup na nuvem por razões de privacidade. Os Alemães são os mais preocupados com a sua privacidade ao fazer backup nas nuvens (61%), seguidos pelos Espanhóis (58%) e pelos Americanos (57%).


8, maio, 2015

Quem ama o Avast Mobile Security? Ganhe até 3 meses de graça de Avast Mobile Premium

Os aparelhos móveis são muito atrativos aos cibercriminosos

Os nossos smartphones são aparelhos fantásticos. Nos dias de hoje, eles são tão poderosos e podem realizar quase todo o tipo de coisas que um computador faz. Ainda que isto seja espetacular para nós, também dá aos cibercriminosos uma estrada ampla para os seus dados privados e suas informações financeiras. Ao longo de 2015, os consumidores continuarão a se tornar mais conscientes das opções de segurança móvel disponíveis, acompanhando o aumento do uso de aplicativos móveis que contém informações bancárias, financeiras e de saúde pessoal.

No ano passado, mais de 1 bilhão de aparelhos Android foram vendidos em todo o mundo. Com o Android liderando o mercado de smartphones, ele se tornou um alvo tentador para os autores de malwares. O usuário médio não está especialmente preocupado em ser infectado com um vírus no seu celular ou tablete, mas, infelizmente, o malware móvel não é apenas um mito. O Avast possui atualmente mais de um milhão de amostras diferentes de malware móvel em seu banco de dados, com 2.850 novas ameaças móveis sendo criadas todos os dias pelos hackers.

Mesmo que você pense que as chances de você ser infectado por um malware são pequenas, sugerimos que você tome uma decisão consciente e instale um bom aplicativo antivírus em seu aparelho móvel. A melhor coisa do Avast Mobile Security é que ele é gratuito: seu investimento é mínimo, apenas alguns minutos para configurá-lo e estará tudo resolvido.

O Avast Mobile Security inclui uma proteção antivírus que escaneia os seus aplicativos para ver o que eles estão fazendo, um Módulo Internet que escaneia os endereços (URLs) para evitar malwares e phishing. Aplicativos maliciosos permitem que malwares entrem no seu celular, por isso, é bom ter o Avast do seu lado para detector quando um deles escapa os controles da Google Play ou de alguma outra loja de aplicativos.

O Avast Mobile Security é um aplicativo de segurança móvel com a mais alta classificação.

Quando você vê as funções de segurança do Avast Mobile Security, é fácil de perceber porque é um aplicativo tão bem avaliado.

Todas as estrelas no AV-TEST

O Avast Mobile Security não cometeu nenhum erro quando foi testado com um conjunto de 1.932 aplicativos legítimos da Loja Google Play e outros 981 aplicativos legítimos de outras lojas de aplicativos. Além disso, toda esta proteção, de acordo com o AV-TEST, não tem “impacto sobre o tempo de vida da bateria” nem “torna lento o aparelho durante o seu uso normal”, mais ainda: “não gera muito consumo de tráfego da internet”.

Para comparar as possibilidades de aplicativos antivírus para aparelhos móveis, você pode ver o “Mobile Security Test” de janeiro de 2015 que foi executado pelo laboratório independente AV-TEST. Eles testaram 31 aplicativos de segurança populares para Android. O Avast Mobile Security encabeça a lista porque detectou 100% dos aplicativos maliciosos sem trazer nenhum impacto à bateria nem reduzindo o desempenho do aparelho.

Programa de Recomendação Avast Mobile Security

Na última atualização do Avast Mobile Security, acrescentamos um programa de recomendação do Avast Mobile Security aos seus amigos e familiares. Você não só pode recomendar o melhor aplicativo de segurança móvel da Google Play, mas receberá uma recompensa por isso: você pode ganhar até 3 meses gratuitos do Avast Mobile Premium!

Veja como funciona: para cada 5 amigos que você enviar um SMS recomendando o Avast, você ganha um mês gratuito do Avast Mobile Premium. Legal, né?

Somos grandes fãs do Avast Mobile Security e pensamos que você também deveria ser. Baixe gratuitamente o Avast Mobile Security na Google Play.