iPhones que passaram por jailbreak são atacados por malware

Lisandro Carmona de Souza, 11 Setembro 2015

iPhones que passaram por jailbreak são atacados por malware

Chinese jailbroken iPhone users targetedUsuários de iPhones chineses que passaram por jailbreak são alvo de ataque


"O maior ataque aos iPhone de todos os tempos" atinge telefones que passaram por jailbreak



No que está sendo chamado de maior ataque hacker aos iPhones de todos os tempos, 250.000 contas da Apple foram hackeadas. Esta é a má notícia.


A boa notícia é que a maioria dos usuários de aparelhos da Apple está segura. Por que? Porque o malware apelidado de KeyRaider por pesquisadores da Palo Alto Networks, somente infecta aparelhos iOS que passaram por "jailbreak".


Quando um iPhone ou iPad passa pelo processo de jailbreak, o aparelho fica desbloqueado para que você possa fazer mais coisas com ele, como personalizar o visual e os ringtones, instalar aplicativos que normalmente a Apple não permite e até trocar de operadora!


O malware KeyRaider entrou nos iPhones e iPads através do Cydia, uma loja de aplicativos não autorizada, mas compatível, que permite que as pessoas baixem em seus aparelhos alguns aplicativos que não seguem todas as regras de conteúdo da Apple. O malware intercepta o tráfego do aparelho com o iTunes e rouba dados como as senhas da Apple, nomes de usuário, e o GUID do aparelho GUID (o "Globally Unique Identifier"
é o seu número de identificação único). Os usuários informaram que os hackers utilizaram as contas da Apple que foram roubadas para baixar aplicativos da App Store oficial e fazer comprar in-app sem pagar. Pelo menos um incidente de ransomware foi informado.


Os usuários de iPhones chineses nesta situação de jailbreak foram o alvo primário do ataque, mas os pesquisadores também descobriram incidentes em outros 17 países, incluindo os Estados Unidos, a França e a Rússia.

Outros riscos que podem estar associados com o episódio de hackeamento



  • Conseguir o controle remoto do aparelho através da iCloud e roubar dados pessoais como a lista dos contatos, fotos, emails e logs do iMessage. É uma lembrança do hackeamento das fotos de celebridades do iCloud onde fotos comprometedoras foram vazadas.

  • Nomes de usuários das contas da Apple podem ser vendidos a spammers que podem então utilizá-los para enviar SMS premium
  • Desenvolvedores inescrupulosos podem roubar dados para elevar o número de instalações dos seus aplicativos o que melhora a sua posição nos rankings da App Store. Uma vez que as vítimas informaram uma atividade estranha de downloads na sua conta da App Store, isto provavelmente deve ter acontecido.




A melhor maneira de se proteger do KeyRaider e de outros malwares semelhantes e manter o seu iPhone ou iPad originais, isto é, nunca utilizar aparelhos que passaram por jailbreak.


Os pesquisadores que descobriram este malware oferecem um serviço no seu site para pesquisar se a sua conta da Apple foi roubada.


Siga o Avast no Facebook, Twitter, YouTube e Google+, onde a gente mantém você atualizado todos os dias com notícias sobre segurança digital.

Artigos relacionados