Protecting over 200 million PCs, Macs, & Mobiles – more than any other antivirus

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘trojan’
24, janeiro, 2014

Falso email do WhatsApp tenta instalar o trojan Zeus no seu computador

whatsapp-logo

Você já recebeu um email do WhatsApp? Não? Isto porque a empresa geralmente envia mensagens aos seus usuários diretamente através do próprio aplicativo, avisando-os das atualizações. Se você recebeu um email do WhatsApp recentemente, recomendamos enfaticamente que você não o abra, mas o exclua imediatamente. O email é falso e contém malware.

Nos últimos dias, um email com o assunto “Missed voice message” (mensagem de voz perdida) foi disseminado com o remetente “WhatsApp Messenger”. A mensagem pede aos usuários que “por favor, baixem o arquivo em anexo”, um arquivo chamado “Missed-message.zip”.

Nosso especialista do laboratório de vírus, Peter Kálnai, disse-nos que “nunca foi uma estratégia do WhatsApp enviar por email aos usuários mensagens de voz que foram perdidas, e eles não começaram a fazer isto agora”. Em vez de uma mensagem de voz, o email contém um arquivo zip com um executável com o mesmo nome (missed-message.exe). Este arquivo é capaz de baixar qualquer malware que os hackers desejem instalar no computador da vítima, incluindo o Trojan Zeus, também conhecido como um dos mais perigosos trojans bancários.

O Zeus permanece silenciosamente nos computadores dos usuários até que ele faça login em um site bancário. Aí o Zeus coleta os dados pessoais do usuário e as informações bancárias online. Leia mais sobre como o avast! Antivírus bloqueia os trojans Zeus.

O popular serviço de mensagens móveis WhatsApp anunciou recentemente que possuem mais de 430 milhões de usuários Android e iPhone. Este é o grande sucesso do WhatsApp, mas, ao mesmo tempo, o torna um alvo atrativo para os cibercriminosos, pois a quantidade de potenciais vítimas é enorme.

O avast! Antivírus me protege contra o malware do WhatsApp?

Sim! O avast! detecta os executáveis espalhados dentro das diferentes versões do arquivo zip e protege contra esta ameaça todos os seus mais de 200 milhões de usuários. Além de utilizar o avast!, recomendamos aos usuários que utilizem o bom senso e se perguntem duas vezes quando receberem um email de um aplicativo que nunca utiliza este canal para se comunicar com seus usuários. Em geral, companhias confiáveis não enviam anexos a não ser que você tenha solicitado documentos específicos, por isso, não abra anexos de emails se você não solicitou diretamente, e seja sempre cauteloso ao baixar arquivos da internet.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Categories: General Tags: , ,
Comments off
15, setembro, 2013

Descoberto falso aplicativo antivírus para Android

O analista do Laboratório de vírus do avast! Filip Chytrý descobriu um falso antivírus para Android que copia o avast! Free Mobile Security. O aplicativo malicioso chamado com.avastmenow tem uma interface parecida com a do genuíno avast! Mobile Security. Depois da instalação do falso programa, um ícone com o texto PornHub é mostrado aos usuários. O Trojan mostra falsos alertas na tentativa de convencer o usuário que ele está infectado, quando na realidade não está. Os usuários que baixaram o falso aplicativo podem acabar tendo os seus smartphones bloqueados e terem de pagar um resgate de 100 dólares para desbloquear o telefone.

AMSNossos especialistas do Laboratório de vírus prepararam uma atualização das definições de vírus do avast!. O objetivo é proteger todos os usuários do avast!, evitando que baixem o aplicativo malicioso. Fique atento aqui e nos nossos canais de mídia social.

No momento, recomendamos a todos os usuários que utilizem apenas fontes confiáveis e baixem o avast! Free Mobile Security somente da loja Google Play.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram.

Comments off
18, outubro, 2012

Windows XP é infectado duas vezes mais que o Windows 7

No primeiro semestre de 2012, a Microsoft teve de remover o dobro malwares de computadores com Windows XP do que dos que rodam Windows 7 ou Vista. Esta foi a conclusão do Microsoft Security Intelligence Report.

Um por cento dos escaneamentos em Windows XP da Ferramenta de Remoção de Software Mal-intencionado descobre uma infecção. Este valor cai para 0,5% nas últimas versões do Windows.

Ainda que a Ferramenta de Remoção de Software Mal-intencionado não detecte todos os tipos de malware, concentra-se naqueles mais espalhados pelo mundo. A infecção mais comum é com Win32/Keygen, muito utilizada em keygens (geradores de chaves ilegais de ativação de programas).

O Brazil é o segundo país com mais detecções, perdendo apenas para os Estados Unidos. As infecções mais comuns são o TrojanDownloader:Win32/Banload e a família de cavalos-de-tróia Win32/Bancos. Ambas capturam senhas bancárias e as enviam por email ou através da internet, geralmente tentando desativar os softwares de segurança (antivírus e firewall) do usuário.

A família Adware:JS/Pornpop também é bastante comum. Trata-se de scripts Java que mostram propagandas popup. As primeiras versões eram exclusivas de sites pornográficos, depois se estendeu a outros.

Comments off