Protecting over 200 million PCs, Macs, & Mobiles – more than any other antivirus

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘rede de computadores’
19, agosto, 2014

5 passos para gerenciar a segurança de dados em pequenas empresas

Em artigos anteriores sobre segurança de TI (Tecnologia da Informação) para micro e pequenas empresas, discutimos aqui a importância do “console de administração remoto” que permite o gerenciamento das atividades de vírus da rede de computadores de uma certa empresa. Também discutimos as diferenças entre a criação de uma “área de trabalho” para a criação de uma rede empresarial ou o uso de um servidor com o mesmo objetivo.

Esses artigos em si poderiam ser o bastante para explicar quais são as opções que micros e pequenos empresários possuem atualmente ao desenvolver seus “centros de segurança de TI”, ou seja, um departamento dentro da empresa que fiscalizará e combaterá ataques de vírus e furtos de dados empresariais.

Você sabe de onde seus dados empresarias vêm e para onde vão? Sem sim, ótimo. Este é somente o primeiro passo para proteger sua empresa

Você sabe de onde seus dados empresarias vêm e para onde vão? Sem sim, ótimo. Este é somente o primeiro passo para proteger sua empresa

Entretanto, decidimos em ir um pouco mais a fundo e analizar quais são os vários fatores em torno desse processo de criação do centro de segurança. E aqui vão algumas dicas:

  1. Primeiramente, responsabilize uma única pessoa por este trabalho. Este profissional não precisa ser contratado especificamente para ser o seu administrador de sistema, aliás o melhor é dar esta função a alguém já dentro da empresa que tenha bons conhecimentos de gerenciamento de negócios.
  2. Faça uma análise de seus invetários. Coloque no papel exatamente todos os computadores e software que você possui na empresa e os dados que são alí monitorados. Tente traçar os caminhos que diferentes informações tomam dentro desses canais, ou seja, de onde a informação vem e para onde e como ela vai. Por exemplo: se você possui uma loja de roupas, descreva como os dados da venda de seus produtos são inseridos no sistema, de qual tipo de computador, etc. Depois faça o mesmo com os dados de compra daquele produto. Ah, e também não se esqueça que pode ser que alguém na sua empresa (ou você mesmo) pode estar acessando seus dados empresariais via smartphones. Não esqueça de incluí-los no inventário! Dessa forma, você verá que os dados de sua empresa seguem caminhos diversos e descubrirá os riscos que corre em cada passo.
  3. Faça uma análize das vulnerabilidades do seu sistema. A palavra sistema aqui significa a forma como a sua empresa trabalha e não tão somente sistema da informação (o que está diretamente ligado a TI). Neste processo, é importante entender como seus funcionários utilizam a rede de computadores da sua empresa e como dados são inseridos manualmente. Veja quais são as potenciais brechas que podem levar a, por exemplo, um ataque de “engenharia social”, onde a troca de informações online revelam detalhes importantes que podem ser usados para furto de identidade, dados e dinheiro. Por exemplo, a divulgação de uma senha em redes sociais por parte do empregado.
  4. Verifique e atualize seus programas constantemente. Uma das maneiras mais fáceis de hackers e crackers invadirem sistemas empresariais é através de software desatualizados. Recentemente a Windows anunciou que não daria mais suporte ao XP, obrigando muita gente a migrar para uma versão mais nova. Entretanto, dificilmente você ouvirá anuncios como esses vindo de firmas menores, portanto, mantenha o olho aberto no tipo de software que você está usando, não é só Windows que é importante: JavaScript, sistema de CRM, etc são tão importantes quanto seu sistema operacional.
  5. Pense em criptação de dados. Uma maneira segura de armazenar dados é através da criptografia, pois com ela letras e palavras são embaralhadas dificultando a leitura dos mesmos. Uma simples pesquisa online usando expressões como “empresas de criptografia” lhe dará várias opções de serviços.

Seguindo os passos acima você terá em mãos o seu sistema e saberá quais são os locais mais vulneráveis dentro do seu sistema e o que fazer para torná-los mais seguros. Entretanto, a história não acaba aí. Para que tudo esteja sempre sob controle é preciso instalar um antivírus empresarial que lhe dará o poder de gerenciamento do seu sistema. E é aí que entra a necessidade de ter um produto com console de administração remoto, onde todas as atividades de vírus e tentativas de ataques de hackers poderão ser vistos de um único computador.

E não pense que por ser uma pequena empresa você não está em risco. Com grandes multinacionais investindo mais e mais em segurança, hackers estão a cada dia mais interessados em firmas com um número limitado de funcionários, pois sabem que as chances de sucesso neste ambiente são muito maiores.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook,TwitterGoogle+ Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off
7, julho, 2014

Perda catastrófica de dados: como evitar

Após discutir a segurança de rede de computadores para micros e pequenas empresashá 2 semanas, seguido das instruções sobre o que priorizar na difícil tarefa de manter dados empresariais seguros na segunda-feira passada, esta semana vamos falar sobre como evitar perdas catastróficas de dados em sua micro ou pequena empresa.

A segurança da rede de computadores da sua empresa pode ser feita diretamento do seu próprio PC

A segurança da rede de computadores da sua empresa pode ser feita diretamento do seu próprio PC

Primeiro, é preciso entender que software de antivírus são criados hoje em dia para agir de forma inteligente independentemente do nível de TI (Tecnologia da Informação) do administrador do sistema. Ou seja, qualquer pessoa que tenha facilidade para usar a internet pode facilmente cuidar da segurança de seus PCs em casa ou até mesmo na empresa em que trabalha.

Entretanto, empresas de médio e grande porte desenvolvem redes de computadores complexos, onde somente profissionais com alto know-how de TI e com experiência e treinamento, são capazes de administrar. Aliás, nesses casos, a segurança de dados de um empresa não fica nas mãos de uma só pessoa, mas sob a responsabilidade de um time de profissionais que a cada ano que passa se torna mais e mais importante no mundo empresarial.

De acordo com uma pesquisa publicada pelo CETIC (Centro de Estudos sobre Tecnologias da Informação e da Comunicação) e coordenada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI) através do seu Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC), em 2013 57% das empresas com mais de 250 funcionários tentaram contratar ao menos um profissional de TI. Esse percentual cai para apenas 35% em micro e pequenas empresas que têm entre 10 e 49 funcionários.

Grandes empresas contam com vários níveis de segurança como fireways, gateways e até gerenciamento corporativo que torna bastante complicado para um único funcionário realizar modificações no sistema de segurança com más intenções. Ele possivelmente seria pego muito antes de um ataque.

Entretanto, micro ou pequenas empresas estão mais vulneráveis pois um único indivíduo pode fazer modificações sem ser notado, como por exemplo, mudar as configurações de como o antivírus reconhece ataques e que tipos de ataques reconhece, pode de forma não intencional cometer erros que facilitam o acesso aos dados da rede de PCs da sua empresa, ou pode até mesmo publicar as senhas de acesso da sua rede em mídias sociais (aliás, isso já ocorreu com grandes empresas também).

Sua empresa, seus dados e seus funcionários: uma cadeia empresarial única

Como explicamos no início deste artigo, software de antivírus são criados a princípio para agir de forma inteligente independentemente da pessoa que está administrando o mesmo, desde que o administrador não faça mudanças na forma básica de como o antivírus está formatado.

Portanto, se você está a procura de uma maneira de manter sua rede segura e ao mesmo tempo não privar seus funcionários de usar a internet (como acesso a rede sociais, download de arquivos suspeitos, etc), adquira um antivírus com console de administração remota e jamais divulgue o acesso de administrador a ninguém.

Quer proteger a rede de PCs de sua micro e pequena empresa? Mantenha seu "admin" secreto

Quer proteger a rede de PCs de sua micro e pequena empresa? Mantenha seu “admin” secreto

Dessa forma, você pode visualizar o comportamento de seu antivírus diretamente de seu computador. Aliás, com o console de administração remota você pode também atualizar as configurações de vírus e gerenciar como cada computador está sendo protegido na empresa. Mas se alguém tiver acesso a essa área de administração, daí os seus dados estarão em perigo mesmo se seus funcinários estiverem privados da administração de seus PCs, o que geralmente os impede de baixar arquivos suspeitos (como música, vídeos e fotos online) e de acessar sítios de mídia social como Facebook e Twitter, os quais hoje em dia estão sendo usuados para espalhar malwares através de falsos links.

Se você tem uma micro ou pequena empresa e pretende manter seus dados seguros, procure um profissional de TI para ajudar na montagem da sua rede, mas monitore você mesmo como o sistema de proteção da sua empresa está sendo mantido através de um antivírus com monitoramento remoto.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook,TwitterGoogle+ Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off
23, junho, 2014

Administrando a segurança da rede de PCs de sua microempresa

Hoje em dia, um microempresário não depende apenas de um escritório, um estagiário e uma boa visão de negócios para ter sucesso. É preciso também ter uma boa infraestrutura de rede de computadores para manter seus arquivos e dados protegidos de ataques de hackers e espiões online. Entretanto, alguns investidores só percebem isso quando a empresa já está funcionando, ou pior, após ter seus dados perdidos após um ataque.

Você não precisa ser um especialista em TI para monitorar os dados de sua micro empresa por si só

Você não precisa ser um especialista em TI para monitorar os dados de sua microempresa por si só

Decidimos usar este momento que marca os 2 anos de aniversário das denúncias contra a NSA (Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos) para uma série de textos sobre como microempresários com pouco conhecimento de informática podem administrar suas redes de computadores. Este aqui é o nosso primeiro artigo.

Se você é uma das milhares de pessoas que só usam o computador para ler e-mails, baixar vídeos, compartilhar fotos em redes sociais e conversar via Skype, não entre em pânico! Acredite, você pode ser o próprio administrador de sua rede de computadores.

Entretanto, aconselhamos primeiro você a procurar alguém com algum conhecimento técnico para ajudar na escolha das máquinas e softwares correto para o seu trabalho. Em termos de hardware, há muitas opções, mas com relação ao sistema operacional (SO), o Windows continua sendo o melhor custo-benefício (mesmo para os fiéis do WindowsXP) e um dos mais populares, embora há outras marcas no mercado que satisfazem o gosto de cada empresário.

Caso você fique em dúvida sobre qual SO utilizar, o ideal é entrar em contato com um consultor de Tecnologia da Informação (TI), o que geralmente envolve custos, ou então usar o seu network de contatos para discutir com outros empresários as soluções utilizadas por eles. Em último caso, você pode também falar com seu sobrinho ou filho de 18 anos apaixonado por computadores. Eles com certeza vão te ajudar nesta decisão!

Entretanto, até aqui não há muito segredo. O problema começa quando investidores passam a perguntar para si mesmos como eles vão administrar a pequena rede de computadores que está a ponto de ser criada. E é aí que se torna importante a utilização de um antivírus empresarial neste processo.

Isso porque muitos empresários optam por usar um antivírus feito para consumidores em seus negócios, o que do ponto de vista prático não há nada de errado, pois em muitos casos não é ilegal adquirir este tipo de produtos para empresas; só que, o que pouca gente sabe, é que o antivírus comercial pode dar a um empresário o controle do nível de segurança da sua rede direto de seu PC.

A avast!, por exemplo, tem o avast! Endpoint Protection que possui o Small Office Administration, onde você pode se tornar o próprio administrador de sua rede. Com o console de administração remota, você vê na tela do seu computador o que está acontecendo com o antivírus em sua empresa sem precisar vistoriar cada PC pessoalmente. Portanto, se seu estagiário ignorar as chamadas de vírus, você estará informado da situação e poderá resolver o problema sem sair da sua mesa.

O avast! Endpoint Protection possui uma interface amigável, onde o operador utiliza o cursor de tela para clicar nas opções de administração desejáveis (tudo em língua portuguesa). Ou seja, é um ambiente bem familiar para muitos dos usuários de computadores que têm um conhecimento básico de TI. Sem exageros, com o avast! Endpoint Protection até mesmo seu sobrinho ou filho de 18 anos pode se tornar o administrador de sua pequena rede de computadores.

Portanto, a nossa primeira dica para quem está no processo de implementação do sistema de TI em uma microempresa é: procure por um antivírus empresarial em vez de um feito para consumidores finais. Isso pode fazer uma grande diferença na segurança dos seus arquivos e dados comerciais.

Na segunda-feira que vem vamos discutir algumas das dificuldades que a maioria dos microempresários enfrentam durante a implementação de uma rede de computadores. Até lá!

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook,TwitterGoogle+ Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off