Protecting over 200 million PCs, Macs, & Mobiles – more than any other antivirus

Arquivo

Textos com Etiquetas ‘mulheres’
12, março, 2014

A quem pertence o mundo cibernético?

A quem pertence o mundo (cibernético): MULHERES!

female expert

Bem, talvez não completamente (AINDA), mas a presença feminina e sua expertise não podem ser subestimadas! :)

Eu aposto que você já ouviu falar de A menina com a tatuagem de dragão. Quando o filme foi lançado, publicamos um engraçado post em nosso blog sobre o seu personagem principal, Lisbeth Salander, que era uma problemática, mas brilhante, hacker. De fato, no mundo cibernético, entre os hackers brancos e cinzentos, as boas hackers ajudam a descobrir falhas de segurança, por exemplo: Raven Adler, Gigabyte ou Joanna Rutkowska.

Por isso, vamos ver o mundo cibernético sob a perspectiva da segurança. Inspirados por este artigo, podemos imaginar quantas mulheres são realmente conhecedoras da segurança digital. Quebrando estereótipos, como Adeanna Cooke, antiga modelo e hacker, as mulheres se tornaram experts no mundo da tecnologia que parecia ser um território exclusivamente masculino. As mulheres não só estão se especializando em muitas áreas de TI, mas também se destacando mundialmente como hackers do bem, jornalistas, blogueiras, palestrantes, consultoras, analistas de vírus, desenvolvedoras, todas lutando contra os crimes cibernéticos. Fortes, inteligentes, grandes especialistas (e como amamos a mídia social), recomendamos vocês a:

Seguirem as especialistas no Twitter

  • Erin Jacobs @SecBarbie
  • Charlie Osborne @ZDNetCharlie
  • Natalie Sambhi @SecurityScholar
  • Katie Moussouris @k8em0
  • Beth Pariseau @PariseauTT
  • Helena Edelson @helenaedelson
  • Aliya Sternstein @Aliya_NextGov
  • Kim Komando@kimkomando
  • Jennifer J. Minella @jjx
  • stacythayer @stacythayer
  • Mary Landesman @marylande
  • Patricia Rykiel @ComputerTweety

A AVAST Software também está orgulhosa de suas meninas. Você encontrará mulheres em todos os diferentes departamentos da empresa a começar pela contabilidade, RH, suporte, vendas, marketing. Mas entre elas há algumas experts em segurança: Jana e Barbora, analistas do Laboratório de Vírus do avast!; Alena, uma desenvolvedora focada em fornecer novas tecnologias aos sistemas do Laboratório de Vírus, e Jenefer do departamento de Qualidade, testando as soluções avast! Todas trabalham como profissionais em um ambiente predominantemente masculino, fornecendo soluções de segurança para os usuários do avast!

Conversaremos com algumas delas nos próximos dias, como forma de celebrar o Dia Internacional da Mulher. Venha ao blog da AVAST e leia sobre elas. Enquanto isso, diga olá no Twitter para algumas das nossas grandes meninas!

As meninas do avast!:

  • Alena V. @alenkacz (laboratório de vírus)
  • Deborah Salmi @deborahsalmi (mídias sociais)
  • Julia Szymanska @Dzulaya (mídias sociais)
  • Anna Shirokova @AnnaBandicoot (mídias sociais)
  • Marina Ziegler @Marina_Z (relações públicas)
  • Caroline James @cazjames (relações públicas)
  • Dominika Kalasova @DKalasova (relações públicas)

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Comments off
3, setembro, 2013

Telefone perdido ou roubado: pior para as mulheres do que para os homens

shocked woman (1)Contatos, fotos, vídeos, apps, emails, SMSs… Smartphones contém hoje em dia enormes quantidades de informações pessoais e o pensamento de perdê-los ou que sejam roubados é terrível para muitas pessoas. Recentemente fizemos uma pesquisa com 167.904 usuários em todo o mundo e descobrimos que os dos Estados Unidos estão entre os mais propensos a perderem ou terem seus aparelhos roubados. Então nos pensamos, quem seria mais afetado com isto nos Estados Unidos, os homens ou as mulheres?

Os homens executam mais operações de risco em seus telefones

phone_usage_ptOs homens americanos utilizam seus smartphones com maior frequência do que as mulheres para operações bancárias, baixar aplicativos e, acredite ou não, fazer compras. As mulheres, por outro lado, utilizam mais seus smartphones para envio de SMS e para conectar-se a seus amigos no Facebook e outras redes sociais. Agora, a conclusão lógica seria de que os homens correm mais risco se os os seus celulares forem perdidos ou roubados. Você deve imaginar que a utilização dos bancos e os dados dos cartões de crédito armazenados nos navegadores e aplicativos tornaria seus aparelhos mais atrativos aos bandidos do que as outras informações pessoais, atualizações de status e até as fofocas das mulheres. Mas isto não é tão simples.

Os homens são duas vezes mais cuidadosos do que as mulheres com os seus telefones

anti-theft_ptA nossa pesquisa descobriu que, ainda que homens e mulheres americanas estão expostos ao mesmo risco de ter os seus telefones roubados ou perdidos, os homens tomam mais medidas de proteção a seus dados e aparelhos do que as mulheres. Cerca de 60% dos homens fazem regularmente backup dos seus dados, comparando-se com 47% das mulheres. Cerca de metade dos homens que responderam à pesquisa e admitiram que utilizam os seus aparelhos para acessar contas bancárias ou fazer compras mantém um antivírus instalado no seu aparelho, enquanto que apenas 38% das mulheres estão na mesma situação. E o que é mais surpreendente, os homens que instalaram uma solução antifurto em seus aparelhos são 21% a mais do que as mulheres.

back_up_ptEstes resultados mostram que apesar do fato de os homens realizarem operações de mais perigosas nos seus smartphones, eles assumem menos riscos de ter seus dados devassados quando seus aparelhos são roubados ou perdidos, porque eles instalam soluções antifurto mais frequentemente. As mulheres, por outro lado, correm mais riscos se os seus aparelhos são roubados, porque não protegem seus dados pessoais tanto quanto os homens. Os dados pessoais e bancários podem ser utilizados contra o proprietário do telefone e necessitam de proteção extra.

Há dez anos atrás, perder ou ter o celular roubado não era um grande problema. O pior que acontecia era a perda dos contatos e alguns poucas mensagens de texto. Mas agora tudo mudou. Os smartphones contém a história da nossa vida digital. Nós sugerimos aos nossos usuários que pensem um pouco mais e tratem os seus smartphones como se fossem a sua carteira ou bolsa. A maioria das pessoas toma precauções especiais guardando-as em lugares seguros, cofres ou mantendo-as próximas ao seu corpo. Este mesmo raciocínio deveria ser feito para os aparelhos móveis.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram.

Comments off