Protecting over 200 million PCs, Macs, & Mobiles – more than any other antivirus

30, junho, 2014

A loja Google Play muda e abre a porta aos cibercriminosos

mobile appsHá algumas semanas, a Google atualizou a seção de aplicativos do Android e a sua loja e lançou uma nova forma de gerenciar as permissões dos aplicativos. A Google informa que será mais fácil de entender e que os usuários prestarão mais atenção às permissões dos aplicativos. A nova interface é mais limpa e o usuário comum pode agora instalar aplicativos mais rapidamente. Mas esta simplicidade tem um preço?

O Android controla a segurança e os direitos de acesso de todos os aplicativos através de “permissões”. Cada ação solicita permissão ao sistema operacional para ser executada. Nas versões antigas, quando uma atualização de um aplicativo solicitava novas ações ou permissões adicionais, a Google Play notificava o usuário para que ele explicitamente aceitasse ou proibisse a atualização. Mesmo se o usuário tivesse configurado as atualizações no modo automático, quando novas permissões eram solicitadas, ele tinha de efetuar manualmente a atualização. No caso de o usuário não estar seguro sobre as permissões que estava concedendo, pelo menos tinha sido avisado e podia tomar a decisão por si mesmo. A segurança era preservada.

Agora é tudo diferente

Tudo mudou há algumas semanas.

As permissões individuais, que podiam variar entre importantes e banais, estão agora reunidas em 13 grupos, incluindo o confuso grupo chamado “Outras”. Agora o usuário é obrigado a aceitar apenas as mudanças para um novo “grupo”. Isto significa que se você já tinha concedido certas permissões dentro de um grupo, outras permissões dentro deste mesmo grupo serão concedidas automaticamente. Por exemplo, se um aplicativo pode acessar o seu calendário, poderá agora também ler os seus contatos. Se você marcar uma reunião e convidar os participantes por email, o aplicativo poderá utilizar o calendário para enviar estes emails a eles, mesmo sem o seu consentimento!

Outro exemplo: você instala um aplicativo com permissões razoáveis e você o utiliza habitualmente em seu aparelho. Então uma atualização do aplicativo é lançada e ele começa a monitorar os seus hábitos de navegação (uma das permissões do grupo “Outras”). Agora o aplicativo passa a ser suspeito e pode rastrear você via GPS, acessar o conteúdo dos seus SMSs e, como é lógico, os seus dados pessoais como documentos, fotos, músicas e vídeos. Os cibercriminosos podem utilizar estes dados como uma ameaça, informando que conhecem a sua localização, os seus hábitos de navegação e até mesmo entrar em contato com você via SMS para ameaçá-lo. Os ransomwares podem até bloquear o seu telefone e exigir dinheiro como resgate.

O grupo “Outras” é a causa da preocupação. Acessar a internet pertence ao grupo “Outras”. A razão parece ser que a maioria dos aplicativos acessa a internet para funcionar e você não precisa saber disso. Você não está preocupado com isto?

new-AMSpost_img-300x300Como o avast! Mobile Security pode aumentar a sua privacidade

A loja Google Play ainda é mais segura contra malwares do que as lojas de terceiros, mas com esta mudança, você deve tomar cuidado em como pode controlar a sua privacidade. Aqui estão três funções do avast! Mobile Security que podem ajudar:

O escaneamento da Privacidade verifica todos os seus aplicativos e suas principais permissões. Se você descobrir um aplicativo “fominha” de permissões, pode desinstalá-lo ou, em alguns aparelhos, bloquear o acesso a certas áreas, por exemplo, seus contatos ou sua localização.

Outra função do avast! é o Firewall. Com o Firewall você pode bloquear que certos aplicativos se conectem à internet, o que evita que se comuniquem com os servidores que podem tentar coletar seus dados pessoais para finalidades maliciosas. O Firewall lhe dá duas opções: as listas branca e negra de aplicativos. A lista negra permite que você escolha bloquear o acesso à internet/rede de dados para aplicativos específicos. A lista branca é mais radical do que a negra. Com a lista branca você deve conceder permissão especificamente para um aplicativo para que ele utilize a internet, sua rede de dados ou a conexão roaming. Para utilizar o Firewall, você precisa ter um celular ou tablet roteado.

A terceira antiga, mas completamente efetiva, função é o Antivírus. O malware móvel tem crescido e se expandido nos últimos dois anos, sem mostrar sinais de declínio. A capacidade do avast! em detectar e bloquear spywares e ransomwares fornece a você uma camada de proteção muito efetiva.

O que você está esperando? Controle a sua privacidade: baixe o avast! Mobile Security agora mesmo! Lembre-se sempre de utilizar o bom senso e pensar duas vezes se as funções de um aplicativo requerem todas as permissões que ele solicita.

Obrigado por utilizar o avast! Antivírus e por recomendar-nos aos seus amigos e familiares. Encontre as últimas notícias, divirta-se, participe de concursos e muito mais no Facebook, Twitter, Google+ e Instagram. Dono do próprio negócio? Descubra mais sobre os nossos produtos corporativos.

Os comentários estão fechados.