Protecting over 200 million PCs, Macs, & Mobiles – more than any other antivirus

Arquivo

Arquivo de junho, 2012
21, junho, 2012

Algumas dicas para a segurança do seu telefone

Se você já tem um telefone Android – ou pretende comprar um em breve –, aqui vão algumas dicas para mantê-lo sempre seguro.

Primeiro, é bom você saber que o sistema operacional Android é baseado no Unix, uma das plataformas mais estáveis e seguras disponíveis. Os aplicativos têm de pedir ao Android autorização para fazer qualquer coisa. Por exemplo, “o aplicativo vai enviar um email ou um SMS”, “o aplicativo vai acessar os nomes e telefones no seu aparelho”. O usuário é quem deveria controlar (aceitar ou rejeitar) qualquer uma dessas ações. Para não ficar atrapalhando com perguntas, ele “salva” as suas opções, geralmente no momento em que os aplicativos são instalados. São as “permissões”.

O problema é que, geralmente, não temos tempo nem queremos lê-las…

No início, a maior parte dos problemas de malwares (vírus) no Android vinham de falhas e problemas no antigo Google Market. Agora o Google verifica todos os aplicativos antes de disponibilizá-los para download.

Bom, aqui vão algumas dicas para proteger o seu Android:

  1. Bloquear a tela do telefone para evitar que terceiros o acessem.
  2. Desabilitar o acesso USB (modo de depuração) nas configurações de segurança do aparelho.
  3. Permitir que o aparelho seja rastreado via satélite (pois ajuda no caso de roubo).
  4. Atenção redobrada ao instalar aplicativos e dar sempre prioridade ao Google Play a qualquer outra fonte de aplicativos.
  5. Manter os seus aplicativos sempre atualizados (optando pelas atualizações automáticas nas configurações do Google Play).
  6. Fazer backups periódicos (pelo menos do cartão de dados).
  7. Se você é um usuário sem grandes conhecimentos da tecnologia Android ou não quer dedicar muito tempo a resolver “problemas” no seu aparelho, não conceda acesso root ao seu aparelho. Um aparelho roteado dá controle total ao usuário, mas faz perder a garantia do seu aparelho e pode permitir que um arquivo malicioso faça um grande estrago, como, por exemplo, roubar o nome e telefone dos seus contatos, registrar as senhas que você utiliza ou os dados do seu cartão de crédito.
  8. Utilizar o avast! Mobile Security para rastrear os aplicativos que ferem a tua privacidade, bloquear os vírus e, graças ao seu componente antifurto, ajudar você a manter os seus dados seguros e recuperar o seu aparelho se tiver sido roubado.

Feliz Android para você!

Comments off
17, junho, 2012

Brasileiro ganha sete dias no paraíso com tudo pago pela AVAST Software

Para promover o lançamento da versão 7 do avast!, a AVAST Software lançou uma promoção no Facebook oferecendo sete dias no “paraíso” dos seus sonhos, com todas as despesas pagas.

Para participar era preciso estimar corretamente o número de usuários do avast! que estariam ativos dois meses depois. Surpreendentemente, oito participantes acertaram o número exato: 150.107.324.

Contudo, foi Daniel Santos do Nascimento de Maceió (Alagoas) o primeiro que acertou, com sete semanas de antecedência. “Eu pensei como em uma prova de matemática”, explicou Daniel. “Eu olhei o número de usuários ativos nos últimos 6 meses e utilizei o crescimento médio para estimar o futuro, mas, para ser honesto, eu simplesmente tive sorte!”.

Daniel é usuário do avast! há três anos e decidiu que fosse a sua esposa quem escolhesse o destino dos sonhos. “Minha esposa sempre quis conhecer o Rio de Janeiro e esta oportunidade permitiu que ela realizasse o seu sonho”.

Daniel, sua esposa e seu filho estão agora planejando a sua viagem com todas as despesas pagas e nós do avast! estamos planejando uma competição ainda maior para coincidir com o registro do usuário 200.000.000, que talvez aconteça ainda em 2012, pois estamos experimentando um grande crescimento em nossa base de usuários.

Baseado no artigo de Kristyna Mazankova.

Comments off
15, junho, 2012

Cuidado com as suas senhas: estão vazando na internet!

Semana passada, o LinkedIn teve mais de 6,5 milhões de senhas vazadas. Logo depois, o site de encontros eHarmony teve 1,5 milhões de senhas roubadas. O site LastFM de música online também foi alvo de hackers e teve senhas capturadas.

O problema é que muitos usuários utilizam a mesma senha para vários serviços online. Roubada de um, a senha serve para vários… O avast! EasyPass é uma solução para evitar o vazamento em cadeia de todas as suas senhas.

Vamos ver alguns procedimentos para criar novas senhas:

  • Evite dados pessoais, como nomes e datas de aniversário.
  • Evite senhas simples como, por exemplo, uma palavra do dicionário. Utilize minúsculas e maiúsculas, pontuação e símbolos.
  • Adicionar um sufixo simples pode não ser suficiente: senha1, senha2…
  • Evite senhas tão complicadas que você tenha de escrever em um papel para lembrar-se delas.
  • Não reutilize senhas em outros sites: varie!
  • Nunca informe as suas senhas a terceiros.
  • Senhas mais longas são sempre melhores: quebrar uma senha é tanto mais difícil quanto mais longa for a senha. Sugere-se 10 ou mais caracteres. Você pode utilizar uma música ou uma citação e pegar as primeiras letras das palavras, por exemplo.
  • Cuidado com os falsos emails (phising) com pedidos de troca de senha. É sempre mais seguro entrar no site e alterar manualmente a senha.

A culpa de que os sites sejam alvo de hackers não é sua. A culpa de que não utilizem ferramentas de segurança apropriadas também não é sua, mas você tem de fazer a sua parte.

Lembre-se que o avast! EasyPass é sempre uma ajuda para criar e armazenar senhas e o avast! Internet Security oferece proteção antivírus (e contra keyloggers) e um firewall contra hackers.

Comments off
8, junho, 2012

“Skywiper” ou “Flame”: histeria ou nova arma da guerra cibernética?

O Skywiper ou, como é mais conhecido, o Flame, é um dos malwares mais complexos já descobertos até hoje. Há muita especulação sobre quem está por trás desta ameaça.

Seu objetivo não é obter ou desviar recursos financeiros dos computadores infectados. Ele é, fundamentalmente, um roubador de dados. Os usuários infectados têm desde os seus computadores rastreados, suas conversas em chats e aplicativos de mensagens completamente gravadas, dados e arquivos copiados ou excluídos, configurações alteradas, desligamento de mais de 100 programas de segurança, fotos da tela são tiradas, conexões Bluetooth monitoradas… Até o microfone pode ser ligado e todas as conversas transmitidas para mais de uma dezena de servidores em todo o mundo. Estima-se que possua 85 domínios registrados em mais de 20 companhias diferentes. É melhor perguntar o que ele não pode fazer…

Os computadores mais afetados estão no Oriente Médio (Israel e territórios Palestinos), Líbano, Irã, Síria e países do norte da África. Mas o número de computadores infectados é muito pequeno e faz surgir dúvidas se não se trata de uma histeria. Explorando uma falha do Windows, o Flame parece estar direcionado a empresas e instituições acadêmicas, mas também a computadores pessoais. O número estimado de máquinas infectadas era de 5.000 no início da semana passada, quando o malware foi descoberto. Mas suspeita-se que pode ter infectado muitas mais e, depois, ter sido desinstalado pelos servidores remotos por se tratar de vítimas “pouco interessantes”.

O mais surpreendente: tudo isto pode estar ocorrendo faz tempo. Entre dois e cinco anos segundo os cálculos e sem que nenhum antivírus ou programa de segurança pudesse detectá-lo completamente… Tanto o início da sua atividade quanto as suas variantes ainda estão em estudo pelos analistas de vírus.

Se os dados estiverem corretos, o Flame pode ser a maior arma cibernética já descoberta desde que o vírus Stuxnet atacou as usinas nucleares do Iran em 2010 e do Duqu, que também roubava dados dos computadores infectados.

O código do vírus é enorme: 20 vezes o do Stuxnet e 10 vezes os dos que roubam informações financeiras. Há mais de 70 mil linhas de código compilado em linguagem C++ que contém cerca de 170 strings criptografados. Ainda que 20 vezes mais código não o torna 20 vezes mais perigoso. É, por incrível que pareça, uma ferramenta “simples”, menos complexa do que muitos outros vírus já vistos.

O Flame parece infectar os pendrives e também se espalha em pastas contendo arquivos de mídia. Além disso, ele parece se espalhar em redes locais utilizando vulnerabilidades dos sistemas de impressão e de agendamento de tarefas do Windows, mesmo em sistemas do Windows 7 completamente atualizados. Sabe-se que o malware utilizava o sistema do Windows Update para se espalhar, não só em uma atualização “rara”, mas entrando no processo de geração de certificados digitais e constituindo-se um pesadelo para os antivírus: arquivos infectados eram considerados como atualizações legítimas do Windows.

Ainda há muitos pontos obscuros neste malware. De qualquer forma, o avast! o detecta sob o nome de Win32:Skywiper [Trj].

Comments off
7, junho, 2012

Não escreva as suas senhas em um pedaço de papel

Qualquer usuário de computador sabe que as múltiplas senhas trazem dificuldade de uso… Qual era mesmo a minha senha?

Vários sites sugerem a utilização de “algo” que você lembre e não precise escrever em um pedaço de papel. A tarefa fica quase impossível se você tem de utilizar uma senha diferente para cada site, para cada conta, para cada login. Todos sugerem o uso de senhas mais complexas, que não possam ser descobertas por aplicativos de força bruta. Também existem os capturadores de teclado (keyloggers) que infectam os computadores, aí entra o antivírus em ação…

O avast! EasyPass armazena e criptografa as suas senhas e informações pessoais básicas utilizando a senha mestra que você mesmo configurou. Utiliza a criptografia de nível militar AES. Ninguém – nem mesmo a AVAST Software – pode acessar as suas informações sem a sua senha mestra. As comunicações entre o seu computador e os servidores online do avast! EasyPass são feitas de forma segura pelo protocolo criptografado SSL (Secure Sockets Layer).

Reconhecendo os campos onde você normalmente digita estas informações, ele introduz os dados para você com um só clique. Você pode acessar os seus dados de qualquer lugar, com o Internet Explorer, o Firefox, o Chrome ou o Opera. Também sincroniza as suas senhas entre vários dispositivos (com a mesma licença e sem custos adicionais).

Talvez seja o momento de você procurar o avast! EasyPass e manter o seu avast! Antivírus sempre ligado e atualizado.

Comments off